Se você quer saber a melhor opção entre amortizar no prazo, na parcela ou investir seu dinheiro, descubra a melhor opção no nosso Relatório de Amortização

Bancos digitais: saiba se vale a pena ter uma conta digital

Já imaginou sua vida sem precisar enfrentar as filas enormes dos bancos? Ou sem precisar pagar para fazer transferências bancárias? A burocracia e as altas taxas bancárias sempre foram motivo de reclamação para muitos clientes. Mas a tecnologia vem ajudando a acabar com esse problema. Bancos digitais oferecem contas que são controladas pelo celular, com menos burocracia e tempo perdido, e ainda costumam oferecer taxas bem mais baratas do que bancos tradicionais.

Quais são as principais diferenças entre as contas digitais e as contas tradicionais?

Uma grande diferença, e talvez a mais atrativa, é a economia de taxas que o cliente pode fazer. Em algumas contas digitais oferecidas não é preciso pagar nenhuma tarifa ou são cobrados valores bem menores do que nas contas tradicionais. Por outro lado, as contas digitais ainda têm algumas (poucas) limitações, como a ausência de agências físicas. Ou seja, o atendimento fica mais limitado para aquelas pessoas que gostam de ir ao banco conversar com o caixa.

Mas como a nova geração está menos preocupada com essa questão e já é adepta dos aplicativos e da rapidez, isso não tem se transformado em um problema, pelo contrário, é motivo de celebração. Isso porque, enfim, é possível gastar um pouco menos com tarifas, fazer a aplicação render mais, tomar empréstimo a custos mais baixos e ter acesso a taxas de juros mais baratas.

Por que é possível pagar menos com contas digitais?

Os custos baixos das contas digitais existem justamente devido ao compartilhamento de economia que esses bancos têm. Afinal de contas, não é mais necessário ter que manter uma rede de agência muito grande. São eliminados, portanto, gastos com agência, seguranças, ponto físico, aluguel e coisas do tipo. Então essa economia que os bancos digitais fazem, por não terem essa rede de agências, acaba sendo compartilhada com o cliente.

Além de pagar menos taxas, também não é preciso sair de casa para ir até sua agência, o que gera menos gastos com gasolina ou com estacionamento. Pode não parecer, mas já faz uma grande diferença. Sem contar o tempo que é poupado quando você pode fazer tudo pelo celular!

Mas o banco digital é seguro?

Existem mecanismos de segurança nas contas digitais assim como existem nas contas tradicionais. Do mesmo modo que as contas tradicionais seguem a regulamentação do Banco Central (BC), as contas digitais também têm essa prática. Existe o Fundo Garantidor de Crédito, que garante aplicações até 250 mil reais no caso de intervenção, de liquidação ou de falência da instituição financeira.

Além disso, para as instituições de pagamento também existem mecanismos de proteção criados e fiscalizados pelo Banco Central. De uma maneira geral é possível dizer que a segurança é muito semelhante à segurança das contas tradicionais.

Esses bancos oferecem cartão de crédito?

Os bancos digitais oferecem cartão de crédito sim. Inclusive, em muitos casos, não é cobrada nenhuma anuidade para usar os cartões oferecidos. Exemplos disso são o Banco Inter, o Nubank, o Banco Next e a conta Pag!, entre outros. Além disso os bancos digitais também possuem um programa de pontos com recompensas.

O Nubank possui o Nubank Rewards, mas ao contrário do cartão de crédito tradicional possui uma anuidade de R$190,00 por ano. Nesse plano cada real gasto no cartão de crédito será convertido em 1 ponto, e esses pontos podem ser usados como desconto em passagens aéreas. Ou é possível, ainda, usar os seus pontos para tirar os gastos da sua fatura.

O cartão de crédito digital é seguro?

Sim, inclusive, foi um dos fatores que motivou as pessoas a buscarem esse tipo de conta. Os bancos não estavam concedendo crédito, ou quando concediam, eram limites ruins para muitos clientes. Essas empresas passaram a entrar no mercado, atendendo um público que não era atendido pelos bancos, ou que não estava satisfeito com o atendimento recebido. A conta digital é boa uma opção, os aplicativos estão bem interessantes, permitindo controle e gerenciamento de gastos para que seja feito bom uso do dinheiro.

Os bancos digitais estão crescendo

Quase 6 milhões de contas correntes e de pagamentos estão em bancos digitais. É um número alto se pararmos para pensar que esse tipo de segmento entrou no mercado há menos de 3 anos. E mais: a tendência é que esse aumento continue!

Até mesmo os bancos tradicionais estão se tornando mais digitais. É possível abrir uma conta no Bradesco, Itaú e no Banco do Brasil, por exemplo, apenas pelo smartphone. O que mostra que, de modo geral, o sistema bancário está se modernizando. Aos poucos todos os usuários vão se adaptar e aceitar melhor essa nova forma de conta. A familiarização do usuário com os bancos digitais agregada com as vantagens das taxas mais acessíveis forma uma receita para o crescimento ainda mais relevante dos bancos digitais.

Os bancos digitais estão crescendo, inclusive, em mercados que não costumavam frequentar. Agora, por exemplo, eles estão patrocinando times de futebol e oferecendo contas digitais para torcedores. Interessante, não?

Portabilidade para contas em bancos digitais.

Outro fator que indica o crescimento dos bancos digitais é o número crescente de portabilidade de contas salário feita para contas digitais. De julho do ano passado até o começo de fevereiro deste ano, 20% dos 708 mil pedidos de portabilidade registrados pela Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP) foram pedidos de portabilidade de salário para contas digitais.

Serviços oferecidos pelos bancos digitais

Assim como o preço, ou até a inexistência de taxas, os serviços oferecidos pelos bancos digitais possuem diferenças se comparados aos bancos tradicionais. Os bancos digitais oferecem “serviços mais básicos”, porém aos poucos isso tem mudado.

Nas contas digitais você já pode ter acesso a um cartão de crédito, conta corrente, conta pagamento e até mesmo empréstimo pessoal. Mas os bancos tradicionais ainda continuam sendo a melhor opção para clientes mais sofisticados. Que buscam diversos produtos, como financiamentos de veículos e investimentos mais aprimorados.

Por exemplo, um cliente que necessita de uma linha de crédito para comprar um novo veículo, ainda precisa de um banco tradicional. Mas precisar de um banco tradicional para uma situação específica não é motivo para não ter conta em um banco digital, não é mesmo?

O banco Inter, que é um dos maiores bancos digitais no nosso país, conta com um leque de serviços robustos. Como seguros de automóvel, seguro residencial, proteção financeira e seguro de perda e roubo do cartão. Além de possuir investimentos de renda fixa, de renda variável e até mesmo em previdência privada.

Inclusive alguns serviços como financiamento, investimento e até empréstimo estão sendo oferecidos por empresas que, assim como os bancos digitais, operam totalmente online. Ou seja, para tomar um empréstimo não é preciso mais sair de casa e procurar uma agência de banco. No nosso ranking de empréstimo, por exemplo, existem boas opções de empresas que oferecem esse tipo de serviço pela internet.

Não Consignado
PosiçãoInstituiçãoModalidadeCET(ao Mês)Interessado?
1
Sinosserra Financeira
Crédito Pessoal3.51%
2
Financeira Alfa
Crédito Pessoal3.59%
3
Banco do Nordeste
Crédito Pessoal3.73%
4
Banco do Brasil
Crédito Pessoal3.91%
5
HS Financeira
Crédito Pessoal4.05%
6
GERU
Crédito Pessoal4.20%
7
Just.
Crédito Pessoal5.05%
8
Ibi Digital
Crédito Pessoal5.99%
9
Credisfera
Crédito Pessoal6.15%
10
Rebel
Crédito Pessoal6.65%
Consignado
PosiçãoInstituiçãoModalidadeCET(ao Mês)Interessado?
1
Banco Alfa
Consignado - Público1.32%
2
Financeira Alfa
Consignado - Público1.40%
3
Banco Inter
Consignado - INSS1.51%
4
Banco Cetelem
Consignado - INSS1.52%
5
GERU
Consignado - INSS1.80%
6
GERU
Consignado - Público1.80%
7
Banco Safra
Consignado - Privado1.82%
8
Bancoob
Consignado - Privado1.85%
9
Creditoo
Consignado - Privado4.89%
Empréstimo Para Negativados
PosiçãoInstituiçãoModalidadeCET(ao Mês)Interessado?
1
Livre.digital
Crédito Pessoal3.47%
2
Ferratum
Crédito Pessoal13.10%
3
Agibank
Crédito Pessoal18.16%
4
Crefisa
Crédito Pessoal21.32%
5
Simplic
Crédito Pessoal22.45%
6
Unobank
Crédito Pessoal22.45%
7
Moneyman
Crédito Pessoal28.44%
Empréstimo Para Empresas/Refinanciamentos
PosiçãoInstituiçãoModalidadeCET(ao Mês)Interessado?
1
Banco Luso Brasileiro
Capital de Giro - Até 1 ano1.07%
2
Itaú Unibanco
Capital de Giro - Até 1 ano1.18%
3
BCO RODOBENS S.A.
Capital de Giro - Até 1 ano1.24%
4
Caixa Econômica Federal
Capital de Giro - Até 1 ano1.31%
5
Citibank
Capital de Giro - Até 1 ano1.33%
6
Bcredi
Empréstimo com Imóvel em garantia1.82%
7
Creditas
Empréstimo com Imóvel em garantia2.67%
8
Tutu Digital
Peer-To-Peer PJ2.80%
9
Nexoos
Peer-To-Peer PJ3.32%
10
Kavod Landing
Peer-To-Peer PJ4.40%

Como funciona o serviço na prática?

Vamos exemplificar para entendermos melhor. Débora está fazendo faculdade de arquitetura e decidiu abrir uma conta universitária no Bradesco. Lá, ela paga uma taxa de R$6,90 de manutenção da conta por mês e ainda R$9,20 por cada transferência para outros bancos.

Se ela tivesse olhado nosso simulador de contas digitais encontraria opções como o Banco Inter e o Nubank, por exemplo. Ambos possuem contas digitais sem tarifas de manutenção e sem cobrança extra por transferências.

Quanto dinheiro Débora poderia ter economizado em um ano?

Vamos imaginar que Débora faz 1 transferência para outro banco no mês. O que, convenhamos, não é muito. Por ano, com essa conta no banco tradicional ela gasta R$110,40 de transferência e R$82,80 de manutenção de conta. Ao final do ano ela gasta R$193,20. Caso Débora tivesse a NuConta, conta digital da Nubank, ela não teria gasto nada referente à manutenção de conta!

Ao mesmo tempo, Débora pode lucrar mais com os bancos digitais. Suponha que ela queira investir R$3.000,00 que poupou para uma viagem no final do ano. Caso ela invista o dinheiro no LCI DI do banco Inter, que é um investimento conservador, ao final dos 12 meses ela acumularia R$3.180,62. O que representa R$44,12 a mais do que ela ganharia na poupança tradicional. No nosso simulador de investimento é possível você comparar alguns tipos de investimento.

 

Afinal de contas, qual é o melhor banco digital?

Tudo vai depender de qual é o seu perfil. Existem alguns bancos digitais que não cobram mensalidade, mas cobram por saque ou coisas do tipo. Para você saber qual seria a melhor conta para o seu caso visite nosso simulador de contas digitais.

Nem todos os bancos digitais contam com serviço gratuito e ilimitado. Em alguns deles os saques, TEDs, ou boletos podem ser limitados. Mas caso você precise usar mais, é só paga uma tarifa por cada serviço adicional. Como é possível ver na nossa tabela.

bancos digitais, contas digitais, nubank, agibank, inter, neon, next, banco digital, conta digital

As contas digitais estão caindo no gosto do brasileiro, e você não pode deixar essa oportunidade passar! Se você ainda não tem conta em banco digital, comece a pensar em abrir uma. No nosso simulador de contas digitais existem opções que podem fazer você economizar um bom dinheiro. Ainda por cima, poupar seu tempo nas filas do banco. E, cá entre nós, poupar tempo e dinheiro vale muito a pena, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *