O que você está procurando hoje?

Pedágio Expresso: conheça o Ranking do Educando seu Bolso!

Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Apple Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Spotify
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Google Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Castbox

No podcast de hoje, mais uma vez o assunto é pedágio expresso. Este tem sido um tema bastante recorrente aqui no Educando Seu Bolso nos últimos 4 anos. E não é para menos: é um serviço capaz de atender a dezenas de milhões de consumidores. Além disso, o mercado de tags de pedágio é mercado muito dinâmico, há sempre algo novo acontecendo. Sempre que surge alguma novidade importante, nós publicamos um post. E hoje a novidade não vem do mercado propriamente dito, mas sim de nós mesmos: acabamos de lançar o ranking de pedágio expresso!

O ranking é uma ferramenta que pode te ajudar a escolher sua tag de pedágio expresso. A exemplo dos nossos outros rankings, ele busca, por meio de critérios objetivos, apontar as melhores empresas do mercado.

Ranking melhores empresas de pedágio expresso segundo Educando seu Bolso

Posição Empresa Nota Interessado?
1 C6 Tag
C6 Tag

3.96

2 ConectCar
ConectCar

3.61

3 Veloe
Veloe

3.52

4 Sem Parar
Sem Parar

3.50

5 Move Mais
Move Mais

3.35

6 Zul +
Zul +

3.13

Atualizado em 03/05/2021

Desde que publicamos o primeiro post com uma comparação entre empresas, leitores nos perguntam qual é a melhor tag. Esta não é uma pergunta fácil de responder, pois há muitos fatores atuando juntos. Não apenas os vários tipos de custos envolvidos, mas também os benefícios que podem ser oferecidos pelas empresas. Então não foi uma tarefa fácil. Envolveu muita pesquisa, modelos matemáticos, atenção aos comentários dos nossos leitores e nossa experiência pessoal como clientes de tags. E aí está o resultado!

O que é pedágio expresso

Antes de falar do ranking, não custa repassar rapidamente o que são as tags de pedágio expresso. Se você costuma pegar estrada e ainda não tem sua tag, certamente já reparou, nas praças de pedágio, aquelas cancelas da direita, pelas quais os carros passam sem parar. São os clientes das empresas de pedágio expresso.

As tags são dispositivos eletrônicos que devem ser colados na parte superior do para-brisa dianteiro dos veículos. Eles são vinculados a uma conta do proprietário na empresa fornecedora. Ao passar pelas cancelas apropriadas, antenas reconhecem o dispositivo e, havendo saldo na conta, a cancela se abre automaticamente. Poupa tempo, trabalho e até combustível. Afinal, se a fila na praça de pedágio estiver grande, aquele acelera-e-freia acaba aumentando o consumo do veículo.

Além de funcionar em pedágios, as tags funcionam também em milhares de estacionamentos por todo o país. E, recentemente, outras modalidades de serviço têm sido oferecidas – como pagar despesas em lojas drive thru, por exemplo.

Atualmente, cinco empresas participam do mercado: C6 Taggy, Conect Car, Move Mais, Sem Parar e Veloe. Cada uma tem suas particularidades, quanto à forma de oferecer e cobrar pelo serviço e aos benefícios oferecidos. Não é simples identificar a melhor empresa, aquela que vai oferecer os serviços de que você precisa pelo menor preço. Foi justamente por isso que decidimos criar e oferecer o ranking de pedágio expresso.

Ranking de pedágio expresso

Para criar o ranking, procuramos identificar o perfil do usuário típico das tags de pedágio. Fizemos isso por meio de pesquisa, atenção, experiência e matemática.

  • Pesquisamos as principais características do potencial cliente de pedágio expresso. Quantos quilômetros roda de carro por mês, em média? Quanto roda especificamente em estradas? Com que frequência usa pedágios? E estacionamentos? Qual é o consumo médio de seu veículo? Quanto costuma pagar pelo combustível e pelos pedágios? Tudo isso nos permitiu conhecer os hábitos de consumo – e, portanto, as necessidades – do cliente médio das tags.
  • Tivemos atenção ao que dizem nossos leitores. Nossos posts sobre pedágio expresso têm comentários sensacionais. Experiências, testemunhos, reclamações, elogios, informação relevante e ótimas dúvidas. Nosso trabalho teria sido bem mais árduo – e com mais chances de erro – se não fosse o auxílio dos leitores.
  • Usamos nossa experiência como usuários de tags. Eu, particularmente, sou cliente de uma das empresas há mais de quatro anos. Nesse período, passei por pedágios mais de 300 vezes, além de ter usado estacionamento em dezenas de ocasiões. Posso dizer que sou usuário avançado do serviço. Avançado e atento, pois escrever sobre o tema desenvolveu um olhar crítico às empresas.
  • Por fim, criamos um modelo matemático para combinar tanta informação preciosa. Calculamos quanto o cliente gastaria com sua tag em cada uma das empresas, durante dois anos – período considerado adequado para contemplar as diferenças entre as tags e os hábitos médios dos usuários. Além disso, avaliamos os principais serviços que as tags podem proporcionar, além de passar pelos pedágios. Em seguida, demos pesos diferentes para esses fatores, de modo a dar o devido valor a cada um deles. Tudo isso para, ao final, obter uma nota numérica, objetiva, que permitisse a comparação entre diferentes empresas e produtos.

Vamos agora apresentar cada item que compôs o ranking.

Mensalidade do pedágio

É o principal componente do custo das tags de pedágio expresso. Nem todas as empresas cobram mensalidade. Há empresas que não cobram nunca, e há outras que isentam o cliente durante alguns meses. Este é um dos motivos para que adotássemos a janela temporal de dois anos. Esse período é suficiente para diferenciar as empresas que oferecem gratuidade total e as que oferecem apenas isenção temporária.

No modelo matemático do ranking, empresas com gratuidade total ganham nota máxima nesse item. As demais ganham notas mais baixas, de acordo com o custo total da mensalidade nos dois anos.

Atualmente, C6 Taggy e Move Mais não cobram mensalidade. Sem Parar, Conect Car e Veloe cobram – algumas delas, com um período inicial de isenção.

Taxa de adesão

Quando comecei a usar tag de pedágio expresso, precisei pagar taxa de adesão. E não era barato, lembro-me que custava R$ 60,00, quatro anos atrás! As outras duas empresas que havia à época também cobravam esta taxa. Com o aumento da concorrência, algumas delas deixaram de cobrar.

No ranking, assim como ocorre com a mensalidade, empresas que não cobram taxa de adesão ganham nota máxima no item. As demais ganham notas mais baixas, de acordo com o valor da taxa.

Atualmente, apenas a Move Mais cobra taxa de adesão. As demais – C6 Taggy, Conect Car, Sem Parar e Veloe – não cobram.

Taxa de substituição

Quando o cliente troca de veículo, ou se, por algum motivo, precisa trocar o para-brisa, é necessário substituir a tag. Nesses casos, algumas empresas cobram uma taxa para enviar outro dispositivo.

Quando o problema é na tag, isto é, quando ela deixa de funcionar, as empresas evidentemente não cobram nada.

No ranking, assim como ocorre com a taxa de adesão, empresas que não cobram pela substituição ganham nota máxima neste critério. As demais ganham notas mais baixas, de acordo com o valor da taxa.

Atualmente, Move Mais e Veloe cobram taxa de adesão. C6 Taggy, Conect Car e Sem Parar – não cobram.

Recarga

A tarifa de recarga é um valor adicional cobrado sempre que o cliente transfere dinheiro para sua conta na empresa de tag. Geralmente é um percentual entre 4% e 10% do valor carregado.

Quando contratei minha tag de pedágio, em 2015, as empresas costumavam ter pelo menos um plano com tarifa por recarga. Aos poucos essa modalidade foi caindo em desuso.

No ranking, assim como ocorre com as outras taxas, empresas que não cobram pela recarga ganham nota máxima neste critério. As demais ganham notas mais baixas, de acordo com o percentual da taxa e o uso médio.

Atualmente, apenas a Move Mais cobra taxa de recarga. As demais – C6 Taggy, Conect Car, Sem Parar e Veloe – não cobram. Mas é importante lembrar que a Move Mais não cobra mensalidade.

Abastecimento com desconto

Algumas tags de pedágio oferecem programa de desconto em combustível em postos credenciados. O ranking leva em conta isso também.

Calculamos o desconto médio recebido em dois anos, se o benefício é concedido para quem contrata a tag. Quanto maior forem o desconto e a abrangência do benefício, maior a nota.

Atualmente, apenas a Sem Parar oferece desconto no combustível. Mas, quando fui entender melhor, descobri que é apenas em São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná, e só por 60 dias, limitado a 200 litros por pessoa… Ou seja, não é grande coisa.

Até pouco tempo atrás, a Conect Car também oferecia. Mas a Ipiranga, dona da marca, ampliou o programa de descontos para clientes em geral, independentemente de serem clientes Conect Car.

Aceitação em todos os pedágios

Entre os benefícios não financeiros, o primeiro a ser contemplado é a aceitação das tags em todas as praças de pedágio do país.

Esta informação não é tão simples de ser apurada. Primeiro, porque ela muda com frequência, já que as empresas têm buscado constantemente ampliar sua rede de atendimento. Depois, porque a informação não aparece de forma tão clara nos sites das empresas.

Praticamente todas as empresas afirmam que suas tags são aceitas em todos os pedágios de rodovias federais. Já nas rodovias estaduais, pelo que podemos apurar nos sites e pelo que nossos leitores relatam, nem sempre isso acontece. Estamos constantemente em busca de atualizar essa informação junto às empresas.

O ranking dá pontuação máxima às empresas que são aceitas em todas as praças. E atribui notas menores às que ainda não têm cobertura total.

Aceitação em estacionamentos

Quando comecei a usar a tag, eu não dava tanta importância a ela ser aceita também em estacionamentos. Aos poucos minha percepção mudou, e hoje valorizo esta funcionalidade. E nossos leitores também valorizam, pelo que podemos concluir nos comentários dos nossos posts.

Usar tags para pagar estacionamentos significa a comodidade de não precisar enfrentar filas em caixas de shopping centers, por exemplo. Mas, além disso, pode significar até uma pequena economia de dinheiro. Muitos estacionamentos oferecem isenção para quem usa por até 15 minutos. Depois cobra tarifas escalonadas para quem fica entre 16 e 30 minutos, depois para quem fica entre 31 e 45 minutos, e assim sucessivamente. Deixar de enfrentar uma fila de estacionamento pode poupar justamente os minutos necessários para pagar uma tarifa menor.

No podcast eu conto a história de duas vezes em que fui a um shopping center e saí sem pagar o estacionamento, porque fiquei no local exatos 15 minutos. Se precisasse parar no caixa para validar meu cartão, demoraria uns minutos a mais e possivelmente precisaria pagar a tarifa mínima. Sei que poupei apenas alguns Reais, mas ainda assim é uma economia.

Por isso, o ranking atribui pontos às tags aceitas em estacionamentos.

Atualmente, Conect Car, Sem Parar e Veloe são aceitas em estacionamentos. C6 Taggy e Move Mais ainda não são. Conversei recentemente com a C6 Taggy, e eles afirmaram que, por enquanto, não está em seus planos oferecer esse benefício.

 

Outros serviços

Além da aceitação em estacionamentos, algumas tags têm oferecido comodidade em outros tipos de serviços. Por exemplo, pagamento de despesas feitas em drive thru – estabelecimentos em que é possível realizar compras de dentro do carro. Lanchonetes e farmácias, por exemplo.

Teoricamente, qualquer serviço feito no carro pode ser pago por meio da tag. Algumas empresas permitem pagamento de lava-a-jato usando a tag. Podemos esperar que, em breve, outros serviços, como pequenos reparos e instalação de acessórios também possam ser contemplados.

Da mesma forma, qualquer serviço drive thru também pode ser pago com a tag. O site de humor Porta dos Fundos produziu um esquete bem divertido, em parceria com a Conect Car. Nele, o protagonista se vê em apuros quando sua esposa desconfia que a cancela de um motel havia reconhecido sua tag. Por enquanto a ideia está apenas no campo do humor, mas é plenamente possível de ser realizada.

Nosso ranking atribui pontos também às tags que têm mais essa funcionalidade.

Atualmente, apenas a Sem Parar oferece parcerias desse tipo. É possível, por exemplo, pagar despesas em algumas lanchonetes da rede McDonalds e lavagem de veículo em postos credenciados.

Promoções específicas

Além dos planos destinados a todos os usuários, algumas tags oferecem promoções para clientes de certas empresas. Essas promoções não foram contempladas pelo ranking, por se tratarem de parcerias específicas. Mas nosso objetivo é que você não perca nenhuma oportunidade de economizar. Por isso, esta área do post será constantemente atualizada com as promoções que forem surgindo.

  • Veloe + Next, Bradesco ou Banco do Brasil. Clientes destes três bancos têm isenção de mensalidades da Veloe por 24 meses. É o dobro do oferecido aos clientes comuns.
  • Sem Parar + Original. Clientes do Banco Original têm isenção de mensalidades da Sem Parar por 12 meses. É bem mais do que o oferecido normalmente pela empresa.
  • Sem Parar + Porto Seguro. Clientes Sem Parar têm 5% de desconto na contratação de seguros.

Nosso compromisso

Como você viu, o ranking contempla vários critérios, atribuindo pesos diferentes a cada um deles, conforme sua importância. Ainda não existe a tag perfeita, isto é, a que vai oferecer todos os serviços possíveis, com isenção completa de tarifas. As tags totalmente gratuitas não oferecem um ou outro serviço. As tags mais completas ainda cobram algum tipo de tarifa. O ranking destaca aquelas que oferecem a melhor combinação entre custo e benefício.

Nossa expectativa é de que o aumento da concorrência leve as empresas a oferecer serviços com custo-benefício ainda melhor. E esperamos contribuir para isso. O objetivo do nosso ranking e de nossos posts é apresentar todas as empresas, com seus pontos fortes e fracos. E nosso compromisso é manter o ranking e os posts sempre atualizados.

Não deixe de contribuir com seus comentários, dúvidas e opiniões. A participação dos leitores é fundamental para que o Educando Seu Bolso seja referência em pedágio expresso.

Até a próxima!

26 comentários

  • Ewerton, primeiramente parabéns pelo artigo, excelente!
    Depois de buscar mais informações na internet, estou entre o C6 Tag e a Zul+, no entanto estou com dúvidas em relação a cobertura dos dois, em relação a pedágios, no estado da Bahia, minha região.

    Vc saberia me informar se os dois abragem satisfatoriamente o estado da Bahia?

    Agradeço desde já

    Responder
    • Ewerton Veloso

      Luiz Eduardo, obrigado pela sua mensagem e pelos elogios. Que bom que gostou do artigo!

      As duas empresas nos afirmaram que são aceitas em todos os pedágios do Brasil. A C6, por telefone. A Zul+, por e-mail.

      (eu tenho bastante cuidado ao responder sobre isso, porque elas ainda não escrevem clara e objetivamente no site, “aceita em todos os pedágios do Brasil”, rs)

      Responder
    • Muito boa matéria tenho conectar a anos e agora precisei trocar meu adesivo pois a cansela não está abrindo eles me contaram 45,00 por novo adesivo sem contar qe dependendo d plano eles cobram recarga já estava querendo mudar d empresa né essa matéria vai me ajudar

      Responder
      • Ewerton Veloso

        Ednes, obrigado pela sua mensagem. Que bom que gostou do texto e que ele vai te ajudar a tomar sua decisão!

        Segundo o site da ConectCar, a taxa de substituição é de R$ 25,00, não de R$ 45,00. Recomendo que verifique por que eles cobraram de você esse valor. E, de fato, o Plano Básico deles cobra taxas de recarga, já que não cobra mensalidade.

        Abraço!

        Responder
  • Baixei o App da C6, parece o mais interessante por nao ter mensalidade, por poder usar como o Nubank . O que nao consegui saber é em Quais Praças do Brasil ele é aceito. Se em Todas ou se em algumas, pois é a Veloe que adminstra… Tens esta informaçao se sao todas, ou algumas?
    Abraços

    Responder
    • Ewerton Veloso

      Marco, obrigado pela mensagem e pela oportunidade de falar um pouco mais sobre isso.

      No nosso contato pessoal por telefone, eles disseram que já são aceitos em todos os pedágios. No início não era assim, mas ao longo do tempo, nos contatos periódicos que fazemos, o discurso foi mudando, e agora eles nos afirmaram isso. Porém, o site diz que eles são aceitos “em praças de pedágio de rodovias de todo o Brasil”, o que é diferente de dizer que são aceitos em todas as praças de pedágio do Brasil.

      Quanto à sua afirmação de que “é a Veloe que administra”, estamos apurando a extensão dessa parceria, e o que ela significará na prática. Pelo que nos foi informado, a parceria limita-se aos estacionamentos.

      Abraço!

      Responder
  • Excelente artigo! Gostaria de atualizar somente uma informação: o C6 Taggy começou recentemente a ser aceito em estacionamentos, com parceria da Veloe! Ainda não utilizei o serviço, mas com certeza isso melhora bastante o uso do C6.

    Responder
    • Ewerton Veloso

      Felipe, muito obrigado pela sua mensagem! Que bom que gostou do post. E muito obrigado por contribuir para melhorar nosso conteúdo.

      Pois é, estamos atentos a esta que tem tudo para ser a grande novidade neste mercado. Já mencionei aqui que, se a C6 passasse a oferecer o acesso a estacionamentos sem cobrar tarifa, ela se tornaria imbatível. E parece que isto está se tornando realidade.

      Entramos em contato com as duas empresas, C6 e Veloe. Nas plataformas da C6, o novo produto já está à venda. Ele se chama C6 Tag, em substituição à C6 Taggy (chega a ser um pouco engraçado o esforço dos atendentes para diferenciar, na fala, um nome do outro, já que são quase idênticos). Tudo indica que continuará gratuito. Nas plataformas da Veloe não há nenhuma informação sobre a parceria. Por isso, ainda não conseguimos apurar completamente os detalhes. Mas, de toda forma, já podemos atualizar nosso ranking, o que será feito em breve.

      Mais uma vez agradecemos muito. Abraço!

      Responder
  • Bom dia!
    Contratei a Veloe e a primeira TAG funcionou bem no começo, e foi decaindo, até deixar de funcionar, isso em poucos meses. Na semana passada chegou um nova. Instalei e não funcionou. Nas duas TAG’s tive que descolar a parte superior para ficar melhor. Será que o chip tem ramificações (antenas), que poderia ter danificado? Eu uso os pedágios da EGR e a instalação foi feita de acordo com o manual. Ou, será que a EGR está com sistema ultrapassado de leitura de TAG’s? . Contatei tanto a Veloe, quanto a EGR, mas, as respostas, não apontam para uma solução. Estou pensando de trocar de operadora, para a Conectcar, para ver se funciona nos pedágios daqui. O que podem me relatar de experiências.

    Responder
    • Ewerton Veloso

      Bom dia, Gelson, obrigado pela sua mensagem!

      Que estranho, “foi decaindo, até deixar de funcionar”? Como assim, no início falhava esporadicamente, depois passou a falhar com frequência, até parar de vez? É a primeira vez que recebemos um relato assim. Não entendi bem esse detalhe de você ter que descolar a parte superior, mas se você disse que fez a instalação de acordo com o manual, deveria funcionar.

      É uma pena que nem a EGR, nem a Veloe lhe dedicaram a atenção que um cliente merece…

      Se quiser conhecer as outras opções que você tem, visite o post que publicamos esta semana. Ele traz o Ranking de Pedágio Expresso atualizado. O Ranking analisa todas as empresas e dá notas a elas segundo critérios técnicos que desenvolvemos com nossa longa experiência no assunto. O link é https://educandoseubolso.blog.br/2020/12/07/ranking-de-tag-de-pedagio-expresso-atualizado/

      E na área de comentários dos nossos posts, você pode acompanhar diversos relatos de experiências positivas e negativas de usuários das várias empresas.

      Abraço!

      Responder
  • A Veloe diz “sem fidelidade”, isso significa que posso cancelar sem custos e a qualquer momento?

    Alguma outra empresa tem esse tipo de restrição?

    Obrigado e parabéns pelo conteúdo!!

    Responder
    • Ewerton Veloso

      Olá, Eduardo, obrigado pela sua mensagem!

      Sim, “sem fidelidade” significa que você pode cancelar a qualquer momento, sem prazo mínimo de contratação.

      Em breve vamos publicar um novo post, atualizando as condições dos planos. Mas já te adianto que, atualmente, nenhuma das empresas exige fidelidade. Uma delas (a Move Mais) cobra taxa de R$ 7,00 pelo cancelamento, mas isso independentemente do prazo que você permanece como cliente.

      Abraço!

      Responder
    • Ewerton Veloso

      Zarife, obrigado pela sua mensagem!

      Conheço sim. Ela foi anunciada, demorou a chegar, mas esse ano chegou. As informações no site dela são um tanto incompletas. Não informam, por exemplo, o sistema de cobrança pelo serviço e a rede de cobertura. Mas ela estará no nosso próximo artigo sobre pedágio expresso, que trará a atualização do ranking. Para breve! Abç.

      Responder
  • Primeiramente , parabéns pelo serviço prestado, ficou excelente .
    Gostaria de ter uma opinião sobre o sistema Pré Pago , com relação ao custo beneficio
    Muito obrigado

    Responder
    • Ewerton Veloso

      Jorge, obrigado pela sua mensagem!

      Quanto aos planos pré-pagos, você precisa ficar atento a duas coisas: se ele oferece benefícios em termos de mensalidade, e se você tem previsibilidade quanto a seus gastos.

      Se você consegue prever quanto vai gastar, não corre os riscos de deixar dinheiro parado na conta da tag desnecessariamente, e de ficar sem saldo na hora em que precisa dela. A partir daí, se o plano for vantajoso, compensa contratar, sim.

      Alguns planos são “meio” pré-pagos. É debitado um valor no seu cartão de crédito, que fica parado na conta da tag. À medida que você vai usando, as tarifas são debitadas dessa conta e, quando ela atinge um valor mínimo, é feita uma nova recarga. Ou seja, você paga antes de usar.

      Abç!

      Responder
  • As empresas de pedágios expresso, poderiam até cobrar uma mensalidade, mais valores bem acessíveis tipo uns 5,00 por mes, aí incentivava muitas pessoas a fazer a parceria, e com isso teriam no montante um faturamento legal.
    Não cobrar esse absurdo de quase 31$ da sem parar.

    Responder
    • Ewerton Veloso

      Ernani, obrigado pela sua mensagem!

      Concordo com você. Creio que a tendência seja essa. Não por uma estratégia financeira (reduzir o valor individual para conseguir ganhar no volume), mas sim pela pressão da concorrência. Vamos aguardar e pressionar. Abç!

      Responder
  • Bom dia. Artigo muito esclarecedor, parabéns!
    No meu caso que uso muito estacionamento, vou ter que permanecer com o Sem Parar. O C6 Taggy precisa ativar essa funcionalidade o mais rápido possível pois fica inviável para quem usa bastante estacionamento.
    Abs

    Responder
    • Ewerton Veloso

      Olá, Eric, obrigado pela sua mensagem!

      Que bom que gostou do artigo.

      Concordo com você. Se a C6 Taggy ativar essa função, vai mexer bastante com o mercado (ou então, reinará nele, pois oferecerá todas as funcionalidades a custo zero).

      Responder
  • Oi, Ewerton. Belo artigo. Excelentes informações.
    Não sei se pode me dizer mais, porém eu tenho curiosidade em saber coisas como:
    – quantos motoristas usam x quanto não usam as passagens automáticas?
    – em média, quantas passagens cada motorista dessas empresas fazem por mês ou por ano?
    – qual a média de valor por passagem?
    – você fez estudo de “densidade de usuários” (?) dos sistemas automáticos? Acho / chuto, que o interior tenha menos usuários que os grandes centros…
    Se você tiver, e me puder passar esses dados, agradeço.
    Forte abraço.

    Responder
    • Ewerton Veloso

      Prezado João, obrigado pela sua mensagem!

      Rapaz, são boas questões, mesmo. Mas eu, infelizmente, não tenho esses dados. Não sei se há algum estudo sobre isso divulgado publicamente. Vou procurar saber e, o que descobrir, publico aqui.

      Abç!

      Responder
    • Ewerton Veloso

      Marcel, obrigado pela mensagem!

      Ficamos felizes em ajudar. Por favor, divulgue o ranking entre seus contatos, ele pode ajudar muita gente. Abraço!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *