Se você quer saber a melhor opção entre amortizar no prazo, na parcela ou investir seu dinheiro, descubra a melhor opção no nosso Relatório de Amortização

Tudo sobre maquininha de cartão em um só lugar!

Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Apple Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Spotify
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Google Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Castbox

Não importa se você presta algum serviço ou tem um comércio. Seja loja de roupas, cabeleireiro, restaurante, taxista… Todo mundo precisa entender um pouco mais sobre maquininha de cartão. Se você quer tirar todas as suas dúvidas, está no lugar certo. Saiba tudo sobre maquinetas para vender muito mais!

 

Por que ter uma maquininha de cartão?

Em primeiro lugar, uma máquina de cartão deve ser vista como um investimento, e não como um custo. Afinal, escolhendo o aparelho certo, as vantagens para seus negócios serão muito maiores do que os gastos. Como por exemplo:

maquininha de cartão fazendo uma transação


1- Aumento nas opções de pagamento do cliente

“Aceita cartão?”. Se você trabalha com comércio, com certeza já escutou essa pergunta. A verdade é que, no mercado de hoje, não há mais espaço para pagamento apenas em dinheiro. Cheque, nem se fale. De fato, segundo a Abecs (Associaçao Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços) o fluxo de pagamentos com cartão aumentou 14,5% em 2018 e promete aumentar cerca de 16% em 2019. Segundo Pedro Coutinho, presidente da Abecs e da GetNet, a aceleração do processo de digitalização ajudou. “Estamos presenciando uma redução significativa do fluxo de dinheiro no Brasil”, afirmou.

Ou seja, tudo isso para dizer: não ter uma maquineta não é mais uma opção. Se você não tem maquininha, seu concorrente vai ter. E você não quer perder a venda certo? Contratar uma maquininha vai dar ao seu cliente mais uma opção de pagamento. E, hoje em dia, muitas pessoas nem andam mais com dinheiro na carteira.


2- Aumento no valor de vendas

Além de aumentar o número de clientes, contratar uma maquineta também ajuda a aumentar o valor de suas vendas. Por exemplo, vamos supor que seu cliente gostou de diversas peças da sua loja, mas não tem dinheiro na carteira para pagar por todas. Com o cartão, ele pode comprar valores muito maiores, parcelar. Assim, uma compra que era de R$50,00 pode virar de R$200,00 com facilidade.


3- Aumentar a segurança do negócio

Ter uma maquininha de cartão reduz a quantidade de dinheiro que você vai ter na caixa registradora. Isso evita roubos, assaltos… Ou seja, seu negócio fica mais seguro e você menos preocupado com isso.

 

4- Reduzir inadimplência

Quem nunca vendeu fiado e ficou sem receber? Ou foi sacar um cheque e ele estava sem fundo? Fazer vendas na maquininha de cartão reduz, e muito, seus problemas com inadimplência dos clientes. Afinal, depois que a venda foi aprovada na maquininha, a responsabilidade de fazer o pagamento fica por conta da empresa, que tem o compromisso de te repassar.

 

5- Seus concorrentes vão aceitar cartão

Você pode não ter uma maquininha, mas certamente algum concorrente terá. Então, caso o cliente não consiga comprar com você, ele vai procurar o concorrente e te fazer perder a venda. Isso não é nada legal, né?

 

Ter maquininha de cartão é importante…

O Educando seu Bolso acredita muito na contratação de maquininhas como forma de impulsionar pequenos negócios. A questão é que a escolha do aparelho deve ser feita de forma correta. Porque, sem dúvidas, a maquininha errada vai ser mais uma dor de cabeça do que ser uma solução. Para isso é preciso de informação.

 

Qual a melhor máquina de cartão?

Não existe a melhor máquina de cartãoexiste a melhor máquina de cartão para o seu negócio. O Educando seu Bolso oferece um simulador de maquininhas gratuito, para que você possa comparar as que mais se adequam ao seu estabelecimento. São levados em conta: custo mensal com a máquina, o prazo de recebimento do dinheiro, as características desejadas para o aparelho (sem fio, pessoa física ou jurídica…), entre outros. Apenas após estudar todos esses componentes você será capaz de saber qual é a mais indicada para seu negócio.

Caso você tenha dificuldade de saber as características que procura em sua maquininha, temos no blog um passo a passo de como escolher a melhor máquina de cartão.

Leia mais sobre maquininhas de cartão...
Você sabia que já temos no blog outras análises e comparativos de maquininhas de cartão? Acesse outros textos por aqui: Pop CredicardSumUp Total, Point Mini e I, SuperGet, Mini Bin, Stone Mais, máquinas Stelo, SumUp Top x Minizinha, SumUp Super x ModerninhaSipag, Moderninha Smart, Crefisinha, SafraPayVero BanrisulPoint Pro, InfinitePay, Maquininha iFood, SumUp On, iZettle.

 

Quais os tipos de maquininha de cartão?

As diferenças entre máquinas de cartão são inúmeras. Existem máquinas com fio, sem fio, com conexão Wi-Fi, vinculadas ou não à banco, que imprimem ou não recibo… Mas, de forma geral, elas podem ser divididas em cinco grandes grupos, sendo eles: 

1- Maquininhas para usar com o celular

Essas são as mais básicas. Elas não têm chip de operadora próprio, ou seja, precisam ser conectadas ao aparelho celular do lojista para que as vendas sejam realizadas. São voltadas para vendedores iniciantes, autônomos, profissionais liberais. Além disso, elas cabem no bolso (são muito portáteis).

São indicadas para: quem está começando a vender ou que precisam de uma maquineta de bolso. Principalmente para quem tem um baixo fluxo de transações.

Conheça algumas opções: SumUp Top, Minizinha, Point Mini, iZettle Maquinão.

 

2- Maquininhas com chip e sem bobina

Um pouco mais completas que as maquininhas para celular, esse tipo de aparelho também é muito portátil. Contudo, elas têm tem chip próprio e algumas possuem conexão Wi-Fi.

São indicadas para: profissionais liberais, como dentistas, advogados, taxistas…

Conheça algumas opções: Minizinha Chip, SumUp On, SuperGet, Cielo Zip

 

3- Maquininhas com bobina

São as maquinetas mais tradicionais do mercado, que imprimem recibo para o cliente, têm chip próprio e podem ter ou não fio. 

São indicadas para: praticamente todos os tipos de negócio, desde que não seja preciso tanta mobilidade para vendas. As opções com fio devem ficar exclusivamente em um balcão. As sem fio podem ser usadas por entregadores, levadas até a mesa do cliente em um restaurante, etc.

Conheça algumas opções: Safrapay, máquina Stone, Moderninha Pro, SumUp Total.

 

4- Maquininhas Smart

Tratam-se das maquinetas que operam outras funções além de realizar vendas. Essas maquininhas, geralmente, têm grandes telas embutidas que funcionam como catálogo de produtos, fazem a gestão do negócio, acessam conta digital, entre outros.

São indicadas para: quem quer dar um aspecto moderno ao negócio e para quem deseja usufruir de outras funcionalidades de maquininhas, como o catálogo de produtos.

Conheça algumas opções:Moderninha Smart, Cielo Lio.

 

5- Soluções TEF

São as maquinetas com integração a algum sistema de vendas, isto é, uma automação comercial. É comum em comércios com volume de transações maiores, como supermercados, lojas de departamento, farmácias, etc. Basicamente, são aqueles aparelhos em que é feita a leitura do código de barras e o valor da venda já aparece diretamente na maquininha de cartão. 

São indicadas para: grandes lojas.

Conheça algumas opções: maquininhas Rede, maquininhas Cielo, maquininhas GetNet.

 

Comprar ou alugar máquina de cartão?

“Comprar ou alugar?” é uma das principais perguntas feitas na hora de contratar uma maquininha de cartão. Quando você aluga uma maquineta, tem que pagar mensalmente o aluguel para utilizá-la, além das taxas cobradas sobre as vendas. Nessa situação, o aparelho não é seu, e você o devolve no momento em que decidir encerrar a contratação. O grande ponto positivo, nesse sentido, é que a empresa se compromete a substituir o aparelho para você a qualquer momento, no caso de eventuais problemas.

 

E a compra?

Por outro lado, quando você compra uma máquina o aparelho é seu e você o utiliza da  maneira que desejar. Em geral, o único gasto que você terá com a maquininha após a compra serão as taxas. Sendo assim, comprar a máquina pode ser muito vantajoso, por exemplo, para quem não vende todos os meses, afinal, é muito chato pagar mensalidade quando o aparelho nem sequer foi utilizado no mês, certo? O ponto negativo é que, no caso de compra, a máquina tem garantia apenas por alguns anos. Após terminado o período, no caso de algum problema, você pode ter trabalho procurando um local para fazer o conserto ou para comprar outra, o que pode fazer com que você tenha algum prejuízo ao ficar  sem a maquininha.

Saber o que é melhor para o empreendedor, portanto, varia conforme alguns fatores. Em geral, para estabelecimentos com um volume baixo de vendas, é mais vantajoso comprar, até porque o custo fixo com a compra é inferior. Para negócios grandes, por sua vez, quase sempre as maquininhas de aluguel atendem melhor. 

 

Como comprar uma maquininha de cartão?

Em geral, máquinas de cartão são anunciadas e vendidas pela internet. Nesse caso, você escolhe seu aparelho desejado, vai para o site da empresa, cadastra alguns dados pessoais e do seu negócio, e faz o pedido da maquininha de cartão. Então, ela é entregue diretamente no seu endereço cadastrado.

maquininha de cartão fazendo uma transação

 

Qual a máquina de cartão com menor taxa?

Essa é outra pergunta que não tem uma única resposta. Isso porque existem três modalidades de venda com taxas diferentes para cada uma delas: do débito, crédito à vista e parcelado. Então, a maquininha com as menores taxas varia de acordo com as modalidades que você vende.

Por exemplo, existem máquinas que têm taxas baixas no débito e mais altas no crédito parcelado. Por outro lado, existem outras que têm ótimas taxas no parcelado, mas juros caros em outras modalidades. Portanto, é preciso saber como são as vendas do seu negócio.

No Simulador de Máquinas de Cartão gratuito do Educando seu Bolso, calculamos TODOS os custos que você terá com seu aparelho de acordo com suas vendas realizadas. Dessa forma, é apresentada a máquina de cartão com menor taxa para o seu negócio, ou seja, um resultado personalizado com as menores taxas para você!

 

Qual a melhor maquininha de cartão para pessoa física?

Em geral, não é a classificação de pessoa física ou jurídica que define qual a melhor máquina de cartão. Mas as características do seu negócio. Porém, na maior parte das vezes, os cadastros para pessoa física são de vendas pequenas e micro, ou de prestadores de serviço, como personal trainers, psicólogos… E, nesses casos, uma maquininha mais básica costuma ser suficiente. Em outras palavras, as maquinetas de bolso, seja com ou sem chip.

Mas vale comentar que existem algumas diferenças entre a maquininha de cartão para PF e PJ. Em primeiro lugar, apenas PJ está habilitado para receber cartões benefício e vales-refeição. Além disso, algumas empresas cobram taxas mais baratas de PJ. Logo, podem existir vantagens para quem opta por formalizar o negócio. Ainda assim, na maior parte das empresas, isso não faz a menor diferença.

 

Quanto custa uma maquininha de cartão?

O preço de uma máquina de cartão para compra varia de acordo com as tecnologias atreladas a ela. Você pode encontrar aparelhos de modelos mais básicos a partir de R$50,00. Já aparelhos mais robustos e tecnológicos, por até R$1.000. Porém, esses são valores extremos. Não é comum encontrar maquininhas que cheguem à casa dos milhares de reais ou por menos de R$100,00.

Na média, uma maquininha para celular custa cerca de R$120,00. Dos modelos intermediários, na média você pode encontrá-los por valores entre R$200-R$400. Por fim, os modelos mais completos, em geral, custam entre R$600-R$800.

 

Existe maquininha de cartão “grátis”?

Nada é de graça neste mundo! Existem, sim, maquinetas em que você não tem nenhum custo de aquisição. Porém, ainda assim são cobradas taxas sobre as transações realizadas.

 

O que é MDR?

MDR é a sigla em inglês para Merchant Discount Rate, ou, em português, Taxa de Administração. Trata-se de uma taxa percentual, cobrada pelas adquirentes sobre os lojistas, em cada transação realizada na máquina de cartão, seja ela de débito ou crédito. O MDR é sempre descontado no momento de liquidação da venda ou de cada uma das parcelas.

 

O que é antecipação de recebíveis?

Antecipação de recebíveis é uma operação de crédito feita para receber o faturamento das vendas com maquininhas em caixa antes do previsto.

 

Existe maquininha que aceita todas as bandeiras de cartão?

Existem máquinas que aceitam todas, ou pelo menos quase todas, as bandeiras do mercado. Então, se você quiser, com uma única máquina, ter a possibilidade de aceitar todas as bandeiras, é possível fazer isso. No geral, são os aparelhos de empresas mais tradicionais, como Cielo, Rede, Getnet, que atendem a essa demanda. 

Porém, as taxas podem nem sempre serem as melhores. Por isso, é preciso que o empresário avalie se ele realmente precisa de uma ou mais maquininhas que aceitem todas as bandeiras. Nesse sentido, é comum que um lojista ludibrie-se acreditando que precisa da maquininha que aceita mais bandeiras, sendo que, na verdade, pelo tamanho ou perfil do seu negócio, precisa apenas de uma que receba as principais do mercado. 

lista de bandeiras de cartão

 

Em números…

De fato, segundo o Relatório sobre a Indústria de Cartões de Pagamentos divulgado pelo Banco Central em 2018, as duas maiores bandeiras, Visa e MasterCard, respondem juntas por mais de 90% dos cartões ativos (crédito e débito). Ou seja, a maior necessidade é por uma máquina que aceite pelo menos essas bandeiras, e algumas outras comuns, como Elo, Hipercard. Assim, mesmo com apenas três ou quatro bandeiras, o empreendedor provavelmente não perderá nenhuma venda. No entanto, é preciso apenas  atentar-se para a questão de bandeiras comuns em algumas regiões, como a Hiper no nordeste ou a Banricompras no Rio Grande do Sul. 

 

Por onde recebo o dinheiro das minhas vendas com a maquininha?

O modo de recebimento do dinheiro varia de uma empresa para outra. Em geral, o pagamento acontece na conta corrente ou poupança cadastrada: seja de pessoa física ou jurídica. Algumas empresas têm opções para quem não possui conta em banco. Nesse caso o repasse das vendas é em uma conta digital da própria empresa, como PagBank e Mercado Pago.

Leia mais sobre maquininhas de cartão...
Você sabia que já temos no blog outras análises e comparativos de maquininhas de cartão? Acesse outros textos por aqui: Pop CredicardSumUp Total, Point Mini e I, SuperGet, Mini Bin, Stone Mais, máquinas Stelo, SumUp Top x Minizinha, SumUp Super x ModerninhaSipag, Moderninha Smart, Crefisinha, SafraPayVero BanrisulPoint Pro, InfinitePay, Maquininha iFood, SumUp On, Izettle.

 

Quais as inovações de maquininha de cartão?

Uma das principais novidades no setor tem sido o pagamento por aproximação, chamado NFC (Near Field Communication). Ele ocorre de diversas formas: o cliente pode pagar com o celular,  relógio, uma pulseira, ou com o próprio cartão (desde que habilitado para tal) apenas aproximando-os da maquininha de cartão. E, sim, no caso é preciso que a máquina tenha suporte para essa tecnologia específica. 

Porém, não é difícil encontrar aparelhos com suporte para NFC. Na verdade, ela já está bastante popular e presente em grande parte das máquinas de cartão, embora não em todas. Além das empresas tradicionais, PagSeguro, iZettle, Stone, diversas outras empresa oferecem o serviço. 

 

Em que investir?

Quanto ao investimento, se vale ou não a pena, depende. Embora o pagamento por NFC esteja popular, não se tem perdido vendas por causa desse fator. Pelo menos, não ainda. Então, acredito que se o estabelecimento já tenha uma maquineta, não precisará trocá-la por esse motivo. Por outro lado, se ele já vai ter que adquirir uma nova, pode valer a pena sim buscar uma com essa característica adicional. Afinal, também não se sabe como será o mercado daqui a alguns anos. 

Mas, para além disso, cada vez mais, as vendas estão ocorrendo no meio digital. Após o dinheiro em espécie ter se tornado quase obsoleto com a popularização dos cartões de crédito e débito há alguns anos, agora é a vez das maquininhas também começarem a ficar para trás. Por exemplo, o pagamento por QR Code, que utiliza apenas o celular, também já pode ser encontrado em diversos estabelecimentos. No entanto, ainda vai levar alguns anos até que as maquininhas sejam substituídas.

 

E agora?

Agora que você já sabe todas as informações mais importantes sobre maquininha de cartão, é hora de colocar em prática. Acesse nosso Simulador de Máquinas de Cartão gratuito para encontrar a melhor maquininha para o seu perfil. Não importa se é a sua primeira maquininha ou se você já tem uma: é muito bom se atualizar das novidades e saber se você não poderia estar pagando menos. Para além disso, deixa um comentário aí embaixo se você ficou com qualquer outra dúvida!

2 comentários

    • Fernanda Almeida

      Olá, Francesco! Tudo bem?

      Fico muito feliz que tenha gostado do conteúdo! É um prazer ter você aqui na página 🙂
      Se tiver qualquer dúvida, estamos dispostos a ajudar.

      Fernanda Almeida
      Equipe Educando seu Bolso

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *