O que você está procurando hoje?

Governo Lula e economia: o que esperar?

Educando Seu Bolso
Educando Seu Bolso
Governo Lula e economia: o que esperar?
/

Você quer saber como vão ficar os preços nos supermercados? O valor da gasolina? A questão do desemprego no país? Se o bolsa família, o auxílio Brasil e o Minha Casa Minha Vida vão acabar? Ou ainda, quer saber se vai ficar mais fácil tomar empréstimos agora que o Governo Lula entrou em cena? 

Bem, essas são questões importantes e que afetam nosso dia a dia! Por isso, mesmo que você não goste de política, não tem como fugir dela…

Então, trouxemos aqui a participação do Frederico Torres no Opinião Minas, fazendo uma avaliação econômica dos primeiros meses do Governo Lula, e de Rudá Ricci, com a avaliação política. A conversa completa pode ser acessada pelo Youtube e em todos os players acima! Mas, se você preferir, continue a leitura! 

Primeiramente, é possível saber exatamente o que vai acontecer no Governo Lula? 

Estamos apenas nos primeiros meses e isso é muito pouco tempo para conseguirmos fazer uma análise mais concreta da situação econômica do Brasil no Governo Lula. Além disso, imprevistos acontecem, então é sempre difícil e delicado afirmar com 100% de certeza que algo vai ocorrer. 

Mas, com os problemas batendo na nossa porta é importante sabermos onde estamos pisando e é isso que vamos tentar fazer aqui: simplificar informações importantes sobre economia que muitas vezes podem passar batidas

Para isso, dividimos aspectos da economia em diferentes blocos, desde preços até a facilidade para tomar crédito

 

O supermercado vai baratear no Governo Lula? 

Sabe quando ligamos o jornal e eles começam a mostrar uma reportagem de um supermercado, mostrando que o preço das coisas está alto? Bem, quando isso acontece a discussão é sobre inflação e o poder de compra que o seu dinheirinho possui. 

Ou seja, se você escuta que a inflação está alta isso significa, basicamente, que as coisas estão mais caras. Logo, o seu dinheiro deu uma desvalorizada e você perdeu poder de compra. 

Agora, quando pensamos na capacidade de um governo de controlar a inflação, precisamos dizer: não existem fórmulas mágicas e nem milagres! É tudo um processo…E com o governo Lula não será diferente.

Assim, o Governo Lula vai sim tentar controlar a inflação e diminuir o preço das coisas, mas já podemos adiantar que isso não vai acontecer de uma hora para a outra. Então, tenha uma carta na manga, a disciplina e o planejamento são seus aliados! 

Mas, como o Governo Lula controlaria o preço das coisas?  

Bem, para controlar os preços o governo Lula (ou qualquer outro governo em questão) pode adotar diferentes estratégias que funcionam como um efeito dominó em que cada “peça” acaba empurrando a outra. 

Por exemplo, uma forma do Governo Lula diminuir a inflação pode ocorrer com o aumento da taxa de juros básica (a Selic). Afinal de contas, se fica mais difícil que as pessoas tomem crédito elas passam a consumir menos e o preço das coisas tende a cair. 

 

E a gasolina, vai aumentar ou diminuir no Governo Lula? 

Primeiramente, se você não acompanha muito as notícias pode ter ficado confuso com os preços dos combustíveis. Afinal, no primeiro semestre de 2022 a gasolina e o etanol estavam caríssimos. Em junho de 2022, num piscar de olhos, os preços despencaram e agora já subiram de novo… 

Resumidamente, o que aconteceu foi que o Governo Bolsonaro tinha aprovado a isenção do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre os combustíveis

Porém, esta foi uma medida com data de validade bem definida: a isenção do imposto acabava no que seria o fim do seu mandato, 31 de dezembro. 

Depois, o governo Lula estendeu essa isenção por um tempo. Mas, com o fim desse período de isenção do tributo, em março de 2023, a consequência direta é o aumento do preço para o consumidor

Então, no curto prazo o preço dos combustíveis vai aumentar, já que além da volta dos impostos ainda foi anunciado pela Petrobras um reajuste dos preços. 

O Governo Lula sancionou a volta do ICMS para conseguir balancear melhor o seu orçamento. Porém, por mais que tenha uma explicação, a volta do ICMS vai pesar no bolso, principalmente da classe média. 

Nesse sentido, clique o botão abaixo e conheça nosso comparador de gasolina e etanol e descubra como economizar no combustível! 

SIMULADOR DE COMBUSTÍVEL

Agora, se você acha que o maior custo de andar de carro é a gasolina, pense de novo. Ou melhor, leia o nosso conteúdo e aprenda a calcular o custo total de manter um carro, com cada um dos seus componentes. 

Além disso, também temos uma lista das melhores opções de empresas de carros por assinatura: 

Ranking de Carro por Assinatura

Posição Plano Nota Interessado?
1 Localiza Meoo
Localiza Meoo

4.46

2 Renault On Demand
Renault On Demand

4.31

3 Movida
Movida

4.10

4 V1
V1

4.08

5 UseCar
UseCar

3.95

6 Moove
Moove

3.59

7 VW Sign and Drive
VW Sign and Drive

3.56

8 Porto Seguro Carro Fácil
Porto Seguro Carro Fácil

3.33

9 Unidas
Unidas

3.28

10 Flua!
Flua!

3.27

Atualizado em 28/09/2023

 

O Auxilio Brasil, o Minha Casa Minha Vida e o Bolsa Família vão acabar? 

Não! Com relação a isso, você pode ficar tranquilo. A tendência do Governo Lula é justamente priorizar esse tipo de medida, chamadas de programas sociais. 

Então, essas iniciativas provavelmente não vão acabar. Contudo, as regras de cada um dos programas pode ser alterada, mas isso não é uma certeza.  

Aliás, o governo pode até se endividar para isso, mas ele muito provavelmente vai bancar os programas criados e que foram defendidos durante toda a campanha do Governo Lula. 

 

Aliás, esse é mais um dos desafios enfrentados pelos governos: conseguir fazer as promessas de campanhas caberem dentro do orçamento público. E esse é mais um dos motivos que explciam o porque de todos os governos se endividarem.  

Novo Bolsa Família

Como trouxemos acima, os programas sociais devem ser prioridades ao longo do Governo Lula e isso pode ser notado com a implantação do novo Bolsa Família. Com valores atualizados de cerca de R$670,00 por família e um adicional de R$150,00 por criança, o programa prevê uma melhora na qualidade de vida e diminuição da desigualdade social no país. 

 

Estou desempregado, será que consigo emprego no Governo Lula? 

Bem, sabemos que a questão do emprego é fundamental de ser tratada, visto que desde o início de 2015 a taxa de desocupação só aumentou, chegando a 14,9% da população desocupada, em 2020 e 2021. 

A taxa de desocupação é um índice divulgado na PNAD que mede a porcentagem de pessoas que têm idade para trabalhar (mais de 14 anos) e que estão procurando trabalho. 

Abaixo, trouxemos um gráfico da PNAD que mostra como essa taxa de desocupação vêm se comportando ao longo dos anos: 

fonte: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/trabalho/9173-pesquisa-nacional-por-amostra-de-domicilios-continua-trimestral.html?=&t=series-historicas&utm_source=landing&utm_medium=explica&utm_campaign=desemprego 

 

Contudo, com o avanço da vacinação contra o covid-19 e a diminuição do número de infectados, o mercado de trabalho foi, aos poucos, se recuperando. Por isso, a taxa de desocupação desceu depois do primeiro trimestre de 2021. 

Porém, a tendência agora é que o mercado de trabalho dê uma desaquecida, o que pode ser notado pelo fato da taxa de desocupação ter crescido no intervalo entre novembro de 2022 até janeiro de 2023. 

Então, vai ficar mais difícil conseguir emprego durante o Governo Lula?

Para ficar mais claro, a taxa de desocupação no Brasil durante o primeiro trimestre do Governo Lula ficou em 7,9%.

fonte: https://www.ibge.gov.br/explica/desemprego.php 

Então, o nível de atividade dos próximos trimestres deve ser pior do que foram os últimos e os setores econômicos que mais geram empregos para baixa renda (construção civil e serviços) estão pressionados por juros e inflação altos que comprometem a renda e a capacidade de endividamento.

Assim, a curto prazo não devem surgir tantas oportunidades de emprego, porém, depois de um tempo isso deve mudar já que há um fomento da economia, da produtividade, para que novos postos de trabalho sejam abertos e o desemprego diminua. 

Eu tenho um micro/pequeno negócio, o que devo esperar? 

Primeiramente, precisamos frisar que os micro e pequenos negócios são as categorias que mais sofrem com mudanças econômicas. Por isso, fique atento caso esteja pensando em se tornar MEI, já que você acaba numa situação bem mais instável. 

Além disso, pense bem antes de contratar ou investir, aprimore sua gestão financeira e valorize seu capital de giro! 

Por outro lado, a boa notícia é que parece que os programas emergenciais de crédito, como o PEAC e o Pronampe, também serão mantidos durante o Governo Lula. Além disso, o BNDES e outros bancos públicos devem voltar a direcionar mais recursos para pequenas empresas. 

 

Estou endividado e preciso me desembolar: existem novidades no Governo Lula? 

Finalmente, que os números de endividados e inadimplentes estão altos isso você já deve saber. Afinal, o que a gente vê agora é o resultado de anos de uma política que não permitiu que a população tivesse poder de compra, somado a crises no Brasil e no mundo. 

Nesse sentido, se você está com o nome sujo e quer saber como sair dessa, saiba que existem algumas alternativas, sejam elas novas (como o programa Desenrola do Governo Lula) sejam elas antigas (como mutirões de renegociação e programas de renegociação do SERASA). 

Desenrola

Agora, se você ficou curioso, o Desenrola é um programa lançado recentemente pelo Governo Lula que pretende facilitar a renegociação de dívidas e auxiliar pessoas físicas endividadas e inadimplentes. 

Nesse sentido, a previsão disponível no site do Governo é que o programa renegocie até R$50 bilhões em dívidas, por meio de uma parceria com os bancos públicos. 

 

Não estou negativado: vou ter crédito quando precisar? 

Bem, muito provavelmente haverá sim o crédito  para você, que não está negativado. Porém, os juros serão mais altos, principalmente se a taxa de juros básica da economia, a Selic, continuar alta. Atualmente, a Selic está em 13,75%.

 

Por fim, dicas a serem seguidas em qualquer governo! 

Agora, é importante que você entenda que tudo o que tratamos aqui são tendências econômicas do Governo Lula, mas que, independentemente do governo, existem dicas que você deve seguir caso queira manter seu orçamento equilibrado.

Nesse sentido, como trouxemos aqui, a disciplina e o planejamento serão seus aliados! Assim, o primeiro passo é montar uma reserva de emergência, que é um dinheiro a ser usado em caso de imprevistos! 

Além disso, construa uma poupança: faça sempre um esforço para guardar um dinheirinho. Desse modo, mesmo que seja de pouco em pouco, você vai conseguir uma vida financeira mais saudável. 

Por fim, também recomendo nossos cursos de educação financeira, que te ensinam, com exemplos práticos, como lidar com as finanças do dia a dia! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *