Queda da taxa Selic diminui rendimentos nos investimentos de Renda Fixa

Assine nosso Podcast no

CastBox - Download no Google Play

Estamos acompanhando em 2017 um movimento claro de queda da taxa Selic. Isto é, ao mesmo tempo, um bom sinal e uma boa notícia. Bom sinal, porque a taxa básica de juros da economia, a chamada taxa Selic, é instrumento de combate à inflação. Se o Copom – Comitê de Política Monetária, do Banco Central, tem determinado seguidas reduções na taxa, é sinal de que percebe que a inflação tem caído de forma consistente. E boa notícia, porque isso dá condições para que o crédito ao consumidor e às empresas possa ficar mais barato.

Mas existe uma consequência nesse movimento que provoca um certo desconforto em muita gente. A queda da taxa Selic faz com que muitos investimentos financeiros passem a render menos. Mais especificamente, os investimentos na chamada Renda Fixa.

Este foi o tema da nossa conversa com o Pedro Vieira, no programa Em Boa Companhia, da Rádio Inconfidência.

Quem acompanha o Educando Seu Bolso já nos ouviu falar mal da Caderneta de Poupança. Afinal, o rendimento dela é, no máximo, 0,5% ao mês, mais a TR – Taxa Referencial de Juros. Então, quando a Selic estava em mais de 14% ao ano, a Caderneta de Poupança era um péssimo investimento.

E agora, quer dizer que a Caderneta de Poupança passou a ser um bom investimento? Não é bem assim. Os outros investimentos pioraram, mas a Caderneta continua ruim. O que acontece é que ela está mais próxima dos outros. Então, algumas opções que antes ganhavam da Caderneta de Poupança, agora empatam, e alguns até perdem.

Mas ainda há muitos outros que ganham. E não estamos falando de investimentos complicados, arriscados, nada disso. São opções que estão à mão de qualquer pessoa, basta saber encontrar.

Com a queda da taxa Selic, como achar um bom investimento?

  • É possível achar fundos de investimento com rendimento melhor que a Caderneta de Poupança. Até mesmo nos grandes bancos. Mas é preciso saber escolher.
  • Uma boa medida é procurar investimentos em instituições financeiras melhores. Como? Por exemplo, com a ajuda de uma corretora.
  • E o Tesouro Direto? Bom também. Mas também é preciso saber escolher.

Mas como fazer isso tudo? Ouça o podcast e saiba!

Quer começar a pesquisar desde já? Conheça nosso Comparador de Investimentos!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *