Queda da taxa Selic diminui rendimentos nos investimentos de Renda Fixa

Queda da taxa Selic diminui rendimentos nos investimentos de Renda Fixa

Estamos acompanhando em 2017 um movimento claro de queda da taxa Selic. Isto é, ao mesmo tempo, um bom sinal e uma boa notícia. Bom sinal, porque a taxa básica de juros da economia, a chamada taxa Selic, é instrumento de combate à inflação. Se o Copom – Comitê de Política Monetária, do Banco Central, tem determinado seguidas reduções na taxa, é sinal de que percebe que a inflação tem caído de forma consistente. E boa notícia, porque isso dá condições para que o crédito ao consumidor e às empresas possa ficar mais barato.

Mas existe uma consequência nesse movimento que provoca um certo desconforto em muita gente. A queda da taxa Selic faz com que muitos investimentos financeiros passem a render menos. Mais especificamente, os investimentos na chamada Renda Fixa.

Este foi o tema da nossa conversa com o Pedro Vieira, no programa Em Boa Companhia, da Rádio Inconfidência.

Quem acompanha o Educando Seu Bolso já nos ouviu falar mal da Caderneta de Poupança. Afinal, o rendimento dela é, no máximo, 0,5% ao mês, mais a TR – Taxa Referencial de Juros. Então, quando a Selic estava em mais de 14% ao ano, a Caderneta de Poupança era um péssimo investimento.

E agora, quer dizer que a Caderneta de Poupança passou a ser um bom investimento? Não é bem assim. Os outros investimentos pioraram, mas a Caderneta continua ruim. O que acontece é que ela está mais próxima dos outros. Então, algumas opções que antes ganhavam da Caderneta de Poupança, agora empatam, e alguns até perdem.

Mas ainda há muitos outros que ganham. E não estamos falando de investimentos complicados, arriscados, nada disso. São opções que estão à mão de qualquer pessoa, basta saber encontrar.

Com a queda da taxa Selic, como achar um bom investimento?

  • É possível achar fundos de investimento com rendimento melhor que a Caderneta de Poupança. Até mesmo nos grandes bancos. Mas é preciso saber escolher.
  • Uma boa medida é procurar investimentos em instituições financeiras melhores. Como? Por exemplo, com a ajuda de uma corretora.
  • E o Tesouro Direto? Bom também. Mas também é preciso saber escolher.

Mas como fazer isso tudo? Ouça o podcast e saiba!

Quer começar a pesquisar desde já? Conheça nosso Comparador de Investimentos!

 

Assine nosso Podcast no

CastBox - Download no Google Play

Autor

Frederico Torres
Profissional do mercado financeiro há 20 anos e interessado em como fazer o $$$ parte de nossa vida de forma mais saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *