O que você está procurando hoje?

Você precisa de uma conta internacional? Confira a do BS2!

Nossa avaliação do produto:

4.67 / 5
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Apple Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Spotify
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Google Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Castbox

No texto de hoje vamos tratar sobre um produto inovador no mundo das contas digitais: a conta internacional BS2, antigo banco Bonsucesso.

Para isso, trouxemos para uma entrevista Carlos Eduardo Junior, diretor de câmbio do Banco BS2, que trabalha na área há mais de 30 anos. Portanto, caso prefira, você consegue ter acesso ao nosso conteúdo também em formato de áudio, em qualquer um dos players de podcast acima deste texto.

Caso contrário, vamos ao texto!

Qual é o objetivo da conta internacional BS2?

A conta digital internacional do BS2 promete ser um produto fora da caixinha. De fato, ele foi o primeiro banco digital a oferecer essa modalidade de conta.

Antes disso, as formas de se conseguir ter uma conta corrente internacional eram:

  1. saindo do Brasil e abrindo uma conta no país em que você deseja, estando sujeito, assim, a possíveis tarifas altíssimas de outros bancos;
  2. sendo extremamente rico e tendo acesso à prateleira de produtos do private banking, que inclui conta internacional. Ainda assim, você pagaria tarifas por isso.

Ou seja: as contas internacionais não eram acessíveis a todos os públicos. A difusão de serviços bancários antes considerados exclusivos é, justamente, uma das consequências da maior concorrência entre bancos digitais que vemos hoje.

Sendo assim, você consegue ter uma conta internacional no BS2 de forma gratuita, prática e sem muita burocracia.

 

A quem ela é destinada?

O público dessa conta são as pessoas que recebem dinheiro em moeda estrangeira, por possuírem negócios ou patrimônio fora do Brasil ou até mesmo por receberem por meio de plataformas digitais, como o Google AdSense (por exemplo bloggers, influencers, youtubers…).

Além disso, ela também é destinada a turistas frequentes, intercambistas e brasileiros que residem temporariamente no exterior.

Ou seja: independentemente do motivo, o objetivo da conta é atender quem necessita de uso constante de moeda estrangeira.

Veja também: comparação de contas digitais nacionais, abaixo.

Ranking melhores contas digitais segundo Educando seu Bolso

Posição Instituição Nota Post
1 Banco Inter Banco Inter
4.7
Confira!Confira!
2 NuConta NuConta
4.3
Confira!Confira!
3 C6 Bank C6 Bank
4.3
Confira!Confira!
4 Original ilimitado Original ilimitado
4.3
Confira!Confira!
5 BS2 BS2
4.3
Confira!Confira!
6 Next Next
4.1
Confira!Confira!
7 Neon Neon
4.0
Confira!Confira!
8 Pagbank Pagbank
3.7
Confira!Confira!
9 Super Digital Santander Super Digital Santander
3.7
Confira!Confira!
10 Agibank Agibank
3.6
Confira!Confira!

 

O que a conta internacional oferece?

A conta internacional BS2 oferece as seguintes vantagens:

  • Abertura da conta bancária online;
  • Não cobra tarifas de abertura ou mensalidade;
  • Converte moedas instantaneamente, em qualquer dia da semana e a qualquer hora do dia;
  • Cartão físico Mastercard de débito para compras presenciais e online;
  • Saques em qualquer país (em ATMs vinculados à rede Cirrus);
  • Transferências gratuitas e instantâneas entre contas internacionais BS2.

Ou seja, ela oferece várias facilidades de forma gratuita. Apenas alguns poucos serviços são acompanhados de tarifas nessa conta, e mostraremos quais são eles ao longo do texto.

Quer conhecer o que a conta nacional do BS2 oferece, como cartão de crédito BS2 Flamengo? Confira nosso artigo sobre o BS2!

 

Transferências instantâneas

As transferências instantâneas que a conta oferece são um ponto bem positivo.

Para quem já conhece o Pix, a transferência do BS2 funciona de forma parecida. Além de o dinheiro cair na hora, você precisa apenas digitar o CPF do seu destinatário. E para quem não conhece ainda, confira nosso artigo sobre o Pix!

Voltando, agora, às transferências instantâneas do BS2, um exemplo dado no nosso podcast foi a história de um intercambista. Ele se machucou num sábado à noite, e não tinha dinheiro suficiente para arcar com os custos hospitalares.

Caso ele não possuísse a conta internacional, seria necessário esperar até a segunda-feira, para que algum familiar do Brasil pudesse ir até um banco ou casa de câmbio e transferir os dólares necessários. Ainda, esse dinheiro demoraria alguns dias para cair na conta.

Do contrário, com a conta internacional do BS2 o dinheiro poderia ser transferido de maneira online no próprio sábado a noite, e cairia na conta do intercambista na mesma hora.

Para isso, você teria 2 opções: (1) transferir da sua conta nacional BS2 para a conta nacional BS2 do seu filho e ele fazer a conversão da moeda ou (2) fazer a conversão da moeda pela sua conta e transferir o valor já em dólares para a conta internacional de seu filho.

Observação: No exemplo acima, o intercambista é maior de idade. Ainda não é possível no BS2 abrir conta para menor, essa é uma funcionalidade que eles buscam oferecer em breve. Enquanto isso, leia nosso post sobre contas para menores de 18 anos, se esse for seu caso.

 

Como abrir uma conta internacional?

Essa conta funciona dentro do próprio aplicativo do BS2, disponível para iOS e Android. Sendo assim, para criar a conta internacional você necessariamente precisa ter uma conta nacional no banco.

Você deve, então:

  • baixar o aplicativo BS2;
  • abrir conta digital (o processo é feito em 5 minutos, e você deve ter em mãos um documento com foto (RG ou CNH).
  • no menu inicial do aplicativo clicar na opção “conta internacional”. Você conseguirá abrir conta internacional sem a necessidade de apresentar mais documentos;
  • ler e aceitar os termos de uso.

E pronto!

É interessante ressaltar que, embora a conta esteja dentro do mesmo aplicativo da sua conta nacional, elas não são a mesma coisa.

Sua conta internacional é aberta na agência do BS2 no exterior, ou seja, um banco digital internacional, uma instituição diferente. O fato de ambas as contas serem movimentadas por um aplicativo unificado é apenas uma maneira de facilitar a vida do usuário.

Conta internacional

Conhecer conta digital BS2.

 

Cartão da conta internacional

A conta internacional do BS2 é movimentada por um outro cartão, diferente do que você utiliza no Brasil. Ele tem apenas a modalidade débito, e você consegue utilizá-lo tanto em estabelecimentos físicos, quanto para compras online. A única exigência é que você tenha dinheiro na conta.

Um lado positivo de o cartão ser de débito é que você sabe o preço do dólar que estará comprando. Em cartões de crédito internacionais, que são mais comuns, se você viaja hoje e só paga sua fatura depois de 1 mês, pode ter uma surpresa negativa. É possível que você se planeje quando o dólar está em um certo valor, e, na hora de pagá-lo de fato, ele estar mais caro.

Na hora de utilizar seu cartão de débito você pode inseri-lo na maquininha ou utilizar a tecnologia NFC (aproximação). É necessário, porém, selecionar a opção crédito. Então você deve digitar sua senha de 4 dígitos ou fazer sua assinatura, a depender do estabelecimento.

>> Confira também: conta digital para PJ e MEI.

 

O cartão BS2 cobra anuidade?

Não! Você não precisa pagar nenhuma taxa para emitir nem manter o seu cartão internacional. A única exigência é que você faça um depósito na sua conta de 30 Dólares ao solicitá-lo.

Mas lembre-se: esse dinheiro não se trata de uma taxa, ele é apenas um valor que você precisa ter de saldo para que seu cartão seja emitido. Ou seja, ele continua sendo seu, e você pode utilizá-lo como preferir.

É cobrada, porém, uma tarifa caso você perca seu cartão e precise de uma segunda via. O valor é US$9,90.

>> Veja também: conta BS2 é a conta digital sem tarifas?

 

Saques na conta internacional

O BS2 cobra 5 Dólares por saque no exterior, que pode ser feito em qualquer caixa eletrônico da rede Cirrus.

Vale lembrar que pode ser que a máquina em que você efetue a transação cobre uma tarifa própria pelo saque em caixas eletrônicos, que varia bastante. Além disso, cada caixa eletrônico tem, também, o seu próprio valor limite.

Vale lembrar, ainda, que você pode sacar nos ATMs vinculados à rede Cirrus em qualquer moeda, e não apenas no dólar. Caso você esteja na Europa, por exemplo, a conversão será feita diretamente do dólar para o Euro.

 

Quanto custa a operação de câmbio?

Sobre as operações de câmbio feitas na sua conta incide o IOF, Imposto sobre Operações Financeiras.

Sendo assim, para a conversão do seu saldo em reais para dólares você paga 1,1% de IOF, e para a conversão do saldo em dólares para reais você paga 0,38%.

Caso você viaje com frequência, portanto, saiba que o IOF pago na conta internacional é bem mais baixo do que aquele pago se você levasse para a viagem seu cartão brasileiro internacional. Sobre as transações feitas com cartões brasileiros fora do país o IOF cobrado é 6,38%.

Ah, e vale ressaltar que a transação de câmbio ocorre no momento em que é realizada a conversão das moedas, e não no ato das compras. Ou seja, o valor que você verá na tela do app no momento da conversão já é o valor efetivo total, incluindo IOF.

 

Conversão entre contas: preço do dólar

Nas operações de conversão entre contas (tanto de real para dólar, quanto de dólar para real), o spread de câmbio é de 2% sobre a última cotação do dólar comercial.

Para saber com mais exatidão, o app mostra na tela no momento da operação qual é a taxa de câmbio, o IOF e o valor efetivo total (VET).

 

Outras moedas além do dólar

Caso você efetue pagamentos em moedas diferentes do dólar, o valor será convertido no momento da transação, e o valor correspondente será debitado dos dólares da sua conta.

Nesses casos a conversão é realizada pelo BS2, e o valor final da operação terá 2% de spread sobre o montante repassado pela bandeira.

 

Quais são os limites da conta internacional?

Os clientes começam com um limite anual de US$20 mil na conta internacional. Caso queiram, porém, é possível solicitar o aumento desse limite inicial.

Além disso, o valor máximo por transação e o valor máximo diário da conta é US$10 mil.

 

Conhecer conta digital BS2.

 

Quanto vou pagar para ter uma conta internacional?

Como vimos ao longo do texto, a conta não cobra mensalidade, e nem há taxa de abertura. No entanto, alguns serviços oferecidos não são gratuitos. São eles:

  • envio e recebimento de ordem de pagamento internacional: US$12,00;
  • devolução e emenda de ordem de pagamento: US$30,00;
  • envio da segunda via do cartão: US$9,90;
  • saques em ATMs: US$5,00.

 

Segurança: tem cobertura do FGC?

O FGC (Fundo Garantidor de Créditos) é uma entidade que tem a função de assegurar investidores e correntistas brasileiros. Sendo assim, no caso de falência ou insolvência de uma instituição financeira, o FGC ressarce o cliente em até R$250 mil.

As contas em bancos brasileiros oferecem essa garantia ao consumidor, o que, para alguns, é bem importante. No entanto, não estão cobertos pelo FGC os depósitos, empréstimos ou quaisquer outros recursos captados ou levantados no exterior. Essa norma abrange a conta internacional BS2.

Apesar de não haver essa garantia, vale lembrar ao leitor que o BS2 é uma instituição financeira regulamentada pelo Banco Central do Brasil, com mais de 25 anos de história, e com forte presença no mercado de câmbio. Ou seja, não há garantia do Fundo Garantidor sobre o seu dinheiro, porém não é provável que ele corra grandes riscos.

Por fim: vale a pena abrir uma conta internacional BS2?

Se você efetua transações para o exterior ou tem o costume de viajar, a conta internacional é, sim, uma boa opção.

Além disso, é válido lembrar que a conta é gratuita, e você só paga por alguns serviços que utilizar. Ou seja: vale a pena avaliá-la e tirar suas próprias conclusões sobre o serviço!

Mas se você quer conhecer ainda outras opções de bancos, confira nosso Simulador de Contas Digitais! Ele compara as melhores contas digitais do mercado, para que você encontre a que mais te atende.

Conhecer o simulador agora

Esperamos que este texto tenha te ajudado, e caso ainda tenha restado alguma dúvida ou sugestão, basta deixar nos comentários!

Inovação
Vantagens
Custo
Nossa avaliação

2 comentários

  • Vale a pena utilizar conta internacional digital para montar uma reserva financeira em dólares, se protegendo das instabilidades do Real? Não pretendo viajar para o exterior, apenas fazer uma “simples” poupança em moeda americana.

    Responder
    • Frederico Torres

      Bom dia Heitor e obrigado pela pergunta.

      Veja, se você já estabeleceu que quer investir em dólares, pode ser uma opção sim. Mais barato do que o que se fazia muito antes que era comprar dólar em espécie em corretora de câmbio e guardar na gaveta. Agora, além dessas opções, existem outras, como por exemplo aplicar em fundos cambiais ou comprar ações de empresas exportadoras ou aplicar em fundos de investimentos no exterior.

      Ressalto que a remuneração do saldo em conta internacional será meramente a variação cambial, pois ela não recebe juros, como nas outras opções que citei. Por outro lado, na conta internacional você tem garantia de 100% da variação cambial, nas outras opções há o risco de má alocação por parte do gestor ou risco operacional do negócio.

      Espero ter respondido, mas se ainda tiver ficado alguma dúvida é só falar, ok? Ah! E, se possível, não se esqueça de nos ranquear, indicar, compartilhar nosso conteúdo ou clicar nos nosso links sempre que possível. Como uma plataforma independente, nossa visibilidade depende disso.

      =]

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *