ranking maquininha de cartao descontos educando seu bolso

Conta para menor de idade: é possível abrir?

Abrir uma conta bancária para um menor de idade pode gerar dúvidas comuns. ”Será que posso abrir uma conta para o meu filho?” ”O que é preciso para abri-la?”

Descubra agora as respostas para as dúvidas mais frequentes sobre o assunto!

 

Menores de 18 anos podem ter contas bancárias?

Sim! Entretanto, é bom ressaltar que existem diferenças entre contas para menores de 16 anos e para pessoas que tenham entre 16 e 18 anos.

Caso você tenha menos de 16 anos, quem deve representá-lo no contrato é seu responsável legal. Ou seja, para que a conta seja aberta em um banco tradicional, o responsável legal maior de idade deve comparecer no banco e realizar a abertura.

Já para quem tem entre 16 e 18 anos, o responsável legal deve apenas assistir o menor no contrato. Ou seja, quem tem mais de 16 anos e menos de 18 deve também comparecer a um banco na criação de sua conta, juntamente com seu responsável. 

 

Quais são os documentos exigidos para abrir a conta?

Os bancos exigem documentos tanto do menor de idade quanto de seu responsável legal no momento de abertura da conta. Esses documentos geralmente são RG e CPF de ambos, além de um comprovante de endereço em nome do responsável.

 

É possível abrir uma poupança para menor de idade?

Para quem deseja abrir uma conta apenas para manter um dinheiro, com certo rendimento e segurança garantidos, a conta poupança é a ideal. É comum que muitos pais, inclusive, criem contas poupança para juntar dinheiro para seus filhos. 

A criação desse tipo de conta é semelhante à citada no primeiro tópico do texto: precisa ser feita por um maior de idade responsável legal pelo menor, no caso de menores de 16 anos, e precisa ser feita pelo próprio menor e assistida pelo seu responsável, no caso de pessoas que tenham entre 16 e 18 anos de idade. Os documentos exigidos na maioria dos bancos geralmente são os mesmos: CPF e RG do menor e do responsável, além de um comprovante de endereço em nome do responsável.

 

Menores de idade podem ter cartão de crédito?

O cartão de crédito no Brasil no geral é autorizado apenas para maiores de 18 anos. Ou seja, mesmo que você tenha uma conta bancária, provavelmente não vai poder ser titular de um cartão de crédito. 

Entretanto, mesmo não sendo titular do cartão, caso você tenha entre 16 e 18 anos você pode solicitar um cartão de crédito adicional ao do seu responsável. Isso significa que seu responsável poderá determinar o limite do seu cartão, e que é ele quem recebe a fatura. 

Além disso, caso você seja menor de 18 anos mas esteja matriculado em uma faculdade, pode ser que você tenha acesso a um cartão universitário. Essa liberação depende da análise do banco, mas vale tentar. 

Por fim, a última opção para um menor de idade ter um cartão de crédito é no caso de ele ser emancipado. 

 

Sugestões de bancos

O público jovem dificilmente se identifica com os modelos de operação dos bancos tradicionais: ter que comparecer à uma agência para abrir a conta, para resolver determinados problemas, para finalizá-la etc. Além disso, geralmente esse público tem grande facilidade com os meios digitais. É por isso que, uma sugestão para jovens que desejam abrir uma conta bancária é procurar bancos digitais.

Os grandes bancos tradicionais também possuem opções de contas para menores de idade (por exemplo Santander e Banco do Brasil). Entretanto, aqui focaremos nos bancos digitais que oferecem conta corrente para menores de 18 anos. O diferencial desses bancos é que, assim como os jovens normalmente preferem, tudo pode ser resolvido pelo celular, sem ter que comparecer a agências. Além disso, as taxas nesses bancos costumam ser mais baratas que as de bancos tradicionais. Existem bancos que são até mesmo gratuitos, e esse é um diferencial que também pode atrair os mais jovens. Separamos aqui alguns exemplos:

Banco Inter 

Na hora de criar sua conta no Inter não perguntam se você é menor de 18 anos ou não: quando você preenche sua data de nascimento eles identificam isso. 

Então, além de solicitadas foto de um documento de identificação seu, também serão pedidas fotos de um documento de identificação do seu responsável legal. Solicitam, também, o envio de uma foto de um comprovante de endereço em nome do responsável legal. Por fim, você envia uma selfie sua, e, juntamente com as informações preenchidas, sua conta é criada. 

Nessa conta você tem direito, gratuitamente, à TEDs ilimitadas, saques ilimitados, emissão de boletos ilimitada, cartão de débito etc, tudo isso de forma gratuita. Temos aqui no blog um artigo que fala um pouco mais sobre o Banco Inter, caso você tenha se interessado.

Social Bank – conta bancária para crianças

conta bancária para crianças

Por fim, encontramos também uma opção de conta digital mais voltada para o público infantil, o Social Bank. Tanto a aparência do aplicativo quanto as funcionalidades oferecidas pelo banco são ideais para crianças. A proposta desse banco, portanto, é diferente da do Inter, mencionada acima. 

O banco dá direito à uma página no app para a criança, que é o Social Bank Kids. Lá ela pode acompanhar seus gastos e seu extrato, solicitar saldo para o responsável da conta e justificar seus gastos para o responsável (por meio de textos, áudios e fotos). 

Já ao adulto responsável pela conta cabe acompanhar o extrato da criança e liberar ou não o saldo quando solicitado. Além disso, ele pode escolher em quais estabelecimentos o cartão da criança pode ser usado. Por exemplo, pode ser que os pais liberem o cartão para ser passado somente em lanchonetes, cinemas e papelarias. Assim, mesmo que seu filho tente utilizar o cartão em outros estabelecimentos, ele não funcionará. 

Para criar a conta, você deve seguir o passo a passo:

  1. Clique em “serviços exclusivos”;
  2. Clique em “Social Bank Kids”;
  3. Crie a conta;
  4. Clique em “compartilhar acesso”;
  5. Baixe o “Social Bank Kids” no smartphone da criança;
  6. Escaneie o QR Code gerado ou use o número de acesso.

A partir daí a conta já está pronta para ser usada, mediante análise do banco. Vale lembrar que a conta da criança é bem simples, e serve para facilitar o acesso dela a compras do dia a dia, por meio de um cartão. Ela, portanto, é mais limitada que a conta convencional (para adultos) do Social Bank.

 

Então…

Esperamos ter te ajudado com nossas dicas sobre contas bancárias para menores de idade! Se ainda tiver ficado alguma dúvida, pode deixar nos comentários que a gente te ajuda.

E caso você já seja maior de idade e também queira conhecer algumas opções de bancos digitais, não deixe de conferir nosso Simulador de Contas Digitais! Ele te mostra, gratuitamente, qual é a melhor opção para o seu caso, e pode te ajudar bastante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *