O que você está procurando hoje?

Qual o custo de um carro? Descubra se ainda vale a pena ter um 

Banner Localiza

Ter um carro próprio ainda faz parte dos seus sonhos? Ou então, você precisa do carro por conta da rotina, seja do trabalho ou dos filhos? Bem, se uma dessas situações se aplica a você, saber qual o custo de um carro e quais as formas de adquiri-lo pode te ajudar a economizar na hora da compra. 

Afinal, o custo de ter um carro vai muito além do valor na concessionária. De depreciação a impostos, seguro, combustível e manutenção, existem diversos fatores que podem influenciar no orçamento. 

Por isso, vamos trazer um guia completo para você descobrir qual o custo de um carro e decidir se ter um carro ainda é a melhor escolha financeira para você!

Quais os custos de um carro? 

custos de um carro

Além do preço do carro na concessionária, existem outros custos do automóvel. Isso porque o carro não é um investimento e você precisa gastar com manutenção, seguro, impostos e combustível regularmente.

Veja a relação de gastos que você vai ter:

  • IPVA: Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores, é um tributo obrigatório anual. O valor varia de acordo com o estado e o preço do veículo. 
  • Seguro:  É o que nos protege financeiramente em caso de acidentes. O preço do seguro depende do tipo de cobertura e das características do motorista e do carro. 
  • Combustível: Tanto o tipo de combustível (álcool ou gasolina) quanto o tipo de carro influenciam em quanto você gasta para abastecer o veículo. Para saber qual o melhor combustível para seu carro, use nosso simulador gratuito: 
  • Manutenção: É o dinheiro que reservamos para consertos e trocas de peças do carro 
  • Emplacamento:  Custo para colocar uma placa em um carro novo. Só é preciso fazer esse pagamento uma vez 
  • Licenciamento:  Uma taxa anual para poder dirigir legalmente. O valor varia de estado para estado. 
  • Revisões: Manutenções regulares para manter o carro funcionando bem. O custo pode variar dependendo do estado geral do veículo. Além disso, revisões preventivas podem reduzir o custo anual do carro. Entenda como funciona o serviço de revisão preventiva . 
  • Custo de oportunidade: Representa o que você poderia ter ganhado investindo o dinheiro se não tivesse gastado para comprar o veículo 

Além disso, entre os custos mais esquecidos na hora de fazer o cálculo estão as multas de trânsito e os estacionamentos pagos. Tudo isso são custos de um carro.

Então, é importante criar uma planilha e anotar todos os custos envolvidos. Só assim você vai ter uma noção de quantos reais saem do seu bolso apenas por conta do carro. 

Quanto custa manter um carro por ano?

Os gastos anuais com um carro são diferentes para cada pessoa, pois dependem do tipo de veículo, do nível de manutenção necessário e da quantidade de combustível utilizada.

Isto é, cada motorista vai ter seu perfil de vida e suas particularidades. Por exemplo, eu rodo cerca de mil km por mês em estrada e 600 kms na cidade. Mas a estrada em que dirijo é cercada de mineradoras e o pó de minério danifica a correia dentada do carro, exigindo que eu tenha que trocar a correia dentada mais vezes que outro motorista. 

Como calcular o custo de um carro?

Para calcular o custo de um carro é preciso listar todas as despesas e de quanto em quanto tempo você tem esse gasto. Considerando o exemplo que trouxemos acima, veja quanto custaria manter um carro por um ano:

ItemCustoPeriodicidadeCusto AnualCusto Mensal
IPVA1.200Anual1.200100
Seguro automotivo 4.000Anual4.000333,33
Gasolina563Mensal6756563
Troca da correia60015 meses48040
Troca de óleo1203 meses48040
Troca dos pneus1.40024 meses70058,33
Total   13.6161.134,66

Ou seja, no caso mostrado o carro representa um gasto de cerca de 13.616 reais por ano ou 1.134,66 reais por mês. Sendo que quase a metade dos custos são referente aos gastos com combustível. Por isso, economizar no combustível pode fazer uma grande diferença no final do mês. Então, se você quer saber o que vale mais a pena para o seu carro, álcool ou gasolina, use nosso simulador gratuito:

SIMULAR QUAL O MELHOR COMBUSTÍVEL

Além disso, se você ainda está pagando seu carro, seja porque você fez um financiamento ou um consórcio, o valor das parcelas pagas também deve entrar na conta.

Em suma, vimos que é preciso estar atento com os custos relacionados à manutenção, seguro, IPVA e gasolina. Ainda assim, tabém exsitem mais dois pontos que merecem atenção: a depreciação do veículo e o custo de oportunidade.

Como calcular a depreciação do carro

Quando você tira seu carro novo da concessionária, coloca na rua e anda até sua casa, já houve desvalorização. Para calcular a depreciação do seu carro é só pesquisar na Tabela FIPE. Em média, o carro fica de R$1.000,00 a R$1.500,00 mais barato a cada ano, mas é claro que isso é uma média.

É preciso entender que carro não é investimento, é uso, e por isso vai depreciando mesmo. Por isso, existe um outro fator que muita gente esquece na hora de calcular o custo do carro, mas que é muito importante considerar: o custo de oportunidade.

O que é o custo de oportunidade?

“Custo de oportunidade” é um conceito em finanças que significa o quanto você gasta (ou deixa de ganhar) quando toma uma decisão financeira. Vou explicar melhor.

Segundo a Tabela Fipe, meu carro hoje custa R$ 33.500. Se eu vender o carro e aplicar o dinheiro à taxa Selic, vou receber por mês cerca de R$ 140 líquidos (dependendo do tempo que eu deixar o dinheiro aplicado). Portanto, ter um carro, para mim, tem o custo de oportunidade de R$ 140 mensais.

Quais as opções para se ter um carro? 

Atualmente, existem várias formas de você ter um carro, seja comprando à vista, financiando ou fazendo um consórcio. Além disso, uma opção que vem ganhando mercado é o carro por assinatura, maneira de se aproveitar um carro 0km sem ter que se preocupar com toda a parte burocrática de adquirir o veículo. 

Mas, qual é a melhor opção? Ou a opção mais barata? Bom, para isso é preciso colocar todos os custos na ponta do lápis e calcular o que vale mais a pena. Mas não se preocupe, vamos facilitar a conta para você! 

Para estimar qual o custo de se ter um carro vamos considerar diferentes situações: 

  1. Assinatura de carros
  2. Compra do carro à vista
  3. Financiamento de veículo 
  4. Consórcio 

Com isso, vamos mostrar as despesas que estão envolvidas em cada uma dessas modalidades, considerando um carro com as seguintes características: 

qual o custo de um carro jeep Renegade Longitude 
Preço tabela fipe: 150.990 reais
Ano: 2023
1.3 16v Turbo 270 
Flex 
4 portas com ar 
Câmbio: Automático

Fonte: Site da Jeep

Além disso, também consideramos o perfil de uma pessoa que roda em média 1000km/mês;

Situação 1: Custos de um carro por assinatura

O carro por assinatura é uma nova forma de se ter o carro. Nessa modalidade, o veículo é visto como um serviço e não um bem. O valor da assinatura varia conforme o modelo do carro, o tempo que você pretende ficar com ele e quantos km você roda por mês.

A grande vantagem do carro por assinatura é não ter que se preocupar com nada além do combustível e da mensalidade. Isso porque na assinatura já estão embutidos: emplacamento, IPVA, licenciamento, seguro, manutenção e revisão.

Ou seja, você paga pelo serviço da assinatura, vive a experiência do carro 0km como se fosse seu, não perde tempo com processos burocráticos e, ao fim do contrato, devolve o veículo e faz uma nova assinatura.

Para o nosso comparativo, consideramos a assinatura de um Renegade Longitude por três anos e um pacote de quilometragem de 1000 km/mês.

Tabela de gastos: assinatura de carros

Assinatura de carros 
Valor da mensalidade 2899 reais 
Prazo do contrato36 meses 
Valor total da assinatura 104.364 reais 
Emplacamento placa Mercosulincluso nos custos da assinatura
IPVA (três anos) incluso nos custos da assinatura
DPVATincluso nos custos da assinatura
Licenciamento (três anos)incluso nos custos da assinatura
Revisão Concessionária preço fixo (três anos, três revisões) incluso nos custos da assinatura
Seguro (três  anos) incluso nos custos da assinatura
Total de despesas em 36 meses104.364 reais 

Ou seja, na assinatura você paga 2.899 reais/mês e não tem mais nenhum outro gasto além do combustível. Além disso, caso você não tenha o dinheiro para comprar o carro à vista ou para pagar a entrada do financiamento, a assinatura é uma forma de você conseguir usufruir da comodidade de ter um carro 0km na garagem.

Resumindo, além de ser uma ótima alternativa para quem busca comodidade e conforto, o carro por assinatura é ideal para quem: 

  1. gosta de andar sempre de carro zero;
  2. costuma trocar de carro a cada 2 ou 3 anos;
  3. não tem dinheiro para comprar à vista ou não consegue crédito no banco para financiar a compra do carro próprio.

Se você se interessou pela assinatura de carros e gostaria de conhecer as melhores empresas do setor, conheça nosso ranking de carros por assinatura: 

Ranking de Carro por Assinatura

Posição Plano Nota Interessado?
1 Localiza Meoo
Localiza Meoo

4.46

2 Renault On Demand
Renault On Demand

4.31

3 Movida
Movida

4.10

4 V1
V1

4.08

5 UseCar
UseCar

3.95

6 Moove
Moove

3.59

7 VW Sign and Drive
VW Sign and Drive

3.56

8 Porto Seguro Carro Fácil
Porto Seguro Carro Fácil

3.33

9 Unidas
Unidas

3.28

10 Flua!
Flua!

3.27

Atualizado em 25/02/2024

Situação 2: Custos da compra de um carro à vista 

Para calcular os custos de um carro, comprando ele à vista, consideramos o preço do veículo, emplacamento, licenciamento, revisões, seguro e custo de oportunidade. 

Como mostramos, o custo de oportunidade mostra quanto você poderia ter ganhado caso tivesse investido o dinheiro. Para isso, usamos nosso simulador de investimentos que mostra opções de renda fixa super seguras para investir. Confira: . 

Tabela de gastos: comprando à vista

Comprando à vista
Valor do carro à vista150.990 reais 
Emplacamento placa Mercosul170 reais 
IPVA (três anos) 11.445 reais 
DPVAT15 reais 
Licenciamento (três anos)465 reais 
Revisão Concessionária preço fixo (três anos, três revisões) 3897 reais 
Seguro (três  anos) 10.800 reais 
Custo de oportunidade59.680,23 reais 
Total de despesas em 36 meses177.782 reais
Média mensal de gastos 4.938,39 reais 

Então, comprando o carro à vista você tem um gasto aproximado de 4.938,39 reais por mês, considerando o período de três anos. Além disso, convenhamos que não é todo mundo que tem 150 mil reais à mão para comprar um carro novo, não é mesmo?

Situação 3: Custos de financiar um carro 

Por outro lado, caso você opte por financiar seu veículo, além dos custos trazidos acima você deve considerar o valor da entrada e das parcelas do financiamento.

Para nosso exemplo do Jeep, consideramos uma entrada de aproximadamente 30.000 reais e um financiamento de 36 meses: 

Tabela de gastos: financiamento de veículos

Financiamento de veículos 
Valor da entrada 30.000 reais 
Valor da parcela4.366,80 reais 
Valor total do financiamento (Entrada + parcelas) 187.204,80 reais 
Emplacamento placa Mercosul170 reais 
IPVA (três anos) 11.445  reais 
DPVAT15 reais 
Licenciamento (três anos)465 reais 
Revisão Concessionária preço fixo (três anos, três revisões) 3897 reais 
Seguro (três  anos) 10.800 reais 
Custo de oportunidade(quanto você ganharia ao investir o dinheiro da entrada em 36 meses) 11.479 reais  
Total de despesas em 36 meses213.996,80 reais 
Média mensal de gastos 5.944,35

Ou seja, caso você optasse por financiar o carro você teria uma média total de gastos de aproximadamente 5.944,35 reais/mês, ou cerca de 213.996,80 reais  durante esses três anos. Se você tem interesse em financiar um carro, o Educando Seu Bolso tem um simulador gratuito em que você pode comparar as taxas médias de mercado. Clique abaixo para fazer a simulação:

SIMULAR FINANCIAMENTO DE VEÍCULOS

Situação 4: Custo de ter um carro por consórcio 

Para nossa última situação, vamos analisar qual o custo de um carro quando você opta pelo consórcio. Apesar do que muitas propagandas dizem por aí, no consórcio você paga sim juros, que corresponde à taxa de administração. 

Para entender como o consórcio funciona, considere ler o seguinte artigo: 

Então, assim como no financiamento, consideramos os valores da parcela, acrescidos dos juros da taxa de administração e do fundo de reserva. Além disso, precisamos considerar o valor do lance. 

Para um carro de 150.990 reais, o lance contemplado deve ser (em média) de 69.455,12 conforme o simulador do Banco do Brasil. Resumindo, para fazer nossas contas consideramos: 

  • Valor do lance contemplado:  69.500 reais;
  • Considerando que o lance foi feito no terceiro mês, as duas primeiras parcelas terão um valor diferente das demais;
  • A taxa de administração cobrada incide sobre o valor total da carta de crédito, independentemente do valor do lance;
  • O intervalo de tempo considerado é de 36 meses;
  • A pessoa pretende comprar o carro e vendê-lo em 3 anos (para conseguirmos comparar os custos de cada modalidade);

Tabela de gastos: consórcio de veículos

Consórcio de veículos 
Valor do lance 69.500 reais 
Valor da parcela mensal (nos 2 primeiros meses) 5.760,92 reais 
Valor da parcela mensal depois do lance contemplado(34 meses)3.716,79 reais 
Valor total do consórcio (parcelas + lance) 210.631,78 reais 
IPVA (três anos) 11.445  reais 
DPVAT15 reais 
Licenciamento (três anos)465 reais 
Revisão Concessionária preço fixo (três anos, três revisões) 3897 reais 
Seguro (três anos) 10.800 reais 
Custo de oportunidade(quanto você ganharia ao investir o dinheiro do lance em 36 meses) 27.514,68 reais 
Total de despesas em 36 meses237.253,78
Média mensal gastos 6.590,38 reais

Ou seja, no consórcio você tem uma média mensal de gastos de 6.590,38 reais. Apesar do que é propagado por aí, muitas vezes o consórcio sai mais caro que o financiamento, já que você tem que arcar com a taxa de administração, seguro e fundo de reserva. 

Além disso, é preciso refletir se você tem os quase 70 mil reais para dar o lance e, talvez, ser contemplado logo no início do consórcio. Caso contrário, como você não tem certeza de quando será contemplado, você pode demorar até 3 anos para ter o seu carro.

Qual a melhor escolha financeira para quem quer ter um carro? 

Enfim, se você ainda está na dúvida sobre qual a melhor opção para quem quer ter um carro, vamos lá:

Se você tem o dinheiro para comprar o carro à vista, essa é a opção mais econômica e vantajosa. Afinal, você não precisará pagar juros e terá a propriedade total do veículo. Porém, você precisará ter todo o dinheiro disponível para fazer a compra.

Por outro lado, se você não tem todo o dinheiro, o financiamento pode ser uma boa opção. Você poderá parcelar o valor do carro em prestações mensais, o que pode facilitar o pagamento. Contudo, você precisará pagar juros sobre o valor financiado, o que aumentará o custo total do veículo. 

O consórcio é uma alternativa a considerar, mas é importante estar ciente de alguns aspectos negativos. Você precisará ter o valor para oferecer como lance, além de assumir os custos da taxa de administração, do seguro e do fundo de reserva.

Finalmente, a assinatura de carros é uma opção interessante para quem deseja andar de carro zero km, costuma trocar de carro a cada 2 ou 3 anos, valoriza a flexibilidade e não quer ter dores de cabeça com o veículo. Ora, você só paga pelo uso do carro, o que pode ser mais econômico do que a compra ou o financiamento de um carro. 

Tabela comparativa: compra à visa, financiamento, carro por assinatura e consórcio

ModalidadeCompra à vistaFinanciamento de veículos Carro por assinatura Consórcio de veículos 
Valor inicial desembolsadopreço total do carro (150.990 reais) entrada (30.000 reais)primeira mensalidade(2899 reais) valor do lance (69.500 reais)
Valor total gasto (considerando período de 3 anos e os custos de um carro) 
 177.782 reais

213.996,74 reais 

104.364 reais 

237.253,78 reais 
Quais gastos você tem? Valor do carro, Emplacamento, IPVA, DPVAT, Licenciamento, Revisão, Seguro, Combustível 
Entrada, parcela do financiamento, Emplacamento,IPVA,DPVAT,Licenciamento, Revisão, Seguro, Combustível Valor da mensalidade e combustível Lance, parcela do consórcio , Emplacamento,IPVA,DPVAT,Licenciamento, Revisão, Seguro, Combustível 
Quais as principais vantagens? – Você não paga juros
– O carro é seu assim que você faz o pagamento 
– Você não precisa desembolsar tanto dinheiro de uma vez
– Pode escolher os prazos e o número de parcelas
– Assim que você quitar sua dívida, o carro é seu
– Inicialmente, os custos são bem menores
– Comodidade, já que você não precisa lidar com a burocracia de um carro novo nem com a revenda.
– Sem preocupação com seguro e manutenções. 
– Flexibilidade, para trocar de carro com mais facilidade
Depois da contemplação, o carro é seu 
Quais as principais desvantagens? – Alto custo de oportunidade
– Burocracia do carro novo
– Manutenção do veículo 
– Preocupação com a revenda
– Juros das parcelas financiadas
– Tem preocupação com a revenda depois 
– O carro não é seu assim que o contrato termina
– No longo prazo, os custos da assinatura podem ultrapassar o de um financiamento 
– Você precisa desembolsar um valor alto para dar o lance;
– Juros sobre o valor total da carta de crédito
– Lidar com a manutenção e revisão
– Preocupação com a revenda do veículo

Vai optar pelo carro próprio? Veja como economizar na manutenção 

Agora que você já sabe qual o custo de um carro, caso você opte pela compra à vista, pelo financiamento ou pelo consórcio, uma maneira de economizar na manutenção do seu carro é optar por um pacote de revisão preventiva. A Localiza oferece um destes serviços, é o Localiza Mais, o serviço de revisão e manutenção preventiva com oficinas parceiras em vários estados.

Com esse serviço você paga um plano anual que te dá direito a uma revisão com um checklist de mais de 30 itens de segurança do seu carro. Além disso, caso seja encontrado qualquer problema no veículo é você quem decide se este serviço vai ou não ser realizado, sem surpresas no final. 

Para conhecer mais sobre esse serviço e descobrir se ele vale a pena para você, confira nosso conteúdo sobre o assunto: 

Para conseguir desconto na manutenção e revisão preventiva da Loaliza Mais, clique no botão abaixo:

CONSEGUIR DESCONTO NO LOCALIZA MAIS

Conclusão: ainda vale a pena ter um carro? 

Finalmente, agora que você já entendeu quanto custa manter um carro e as diferentes modalidades de aquisição, podemos responder se ainda vale a pena ter um carro. Contudo, a resposta a essa pergunta depende de uma série de fatores, incluindo suas necessidades, orçamento e estilo de vida.

Então, faça um exercício e se pergunte: 

  • Quais são suas necessidades: Você precisa do carro para o trabalho? Para levar seus filhos na escola? Para fazer compras? 
  • Qual seu orçamento: Você tem dinheiro para comprar um carro à vista? E para arcar com a entrada de um financiamento ou o lance de um consórcio? 
  • Qual seu estilo de vida? Você mora em uma área urbana ou rural? Você gosta de viajar ou fazer atividades ao ar livre?

Se depois dessa avaliação você estiver certo de que precisa de um carro, é hora de pensar sobre as alternativas existentes e tentar encaixá-la da melhor maneira possível no seu orçamento.

Além disso, outra alternativa são os meios de transporte por aplicativo, como Uber e 99. Dependendo do seu estilo de vida, optar pelos apps pode te trazer uma economia no dia a dia.

Se você gostou do conteúdo, deixa seu comentário para a gente! Também achamos que você vai gostar: 

2 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *