O que você está procurando hoje?

Chegou a hora: Pare de esperar a energia solar baratear!

Unidas carro por assinatura
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Apple Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Spotify
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Google Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Castbox
Educando Seu Bolso
Educando Seu Bolso
Chegou a hora: Pare de esperar a energia solar baratear!
/

A conta de luz não está barata para ninguém, as bandeiras tarifárias estão salgadas, a inflação está alta e todo mundo está se perguntando, como sair dessa encruzilhada? Uma das saídas é a adoção da utilização da energia solar, que hoje já atende mais de 700 mil unidades consumidoras no Brasil, segundo dados da ABSOLAR.

Então, para falar sobre como anda a utilização da energia solar no Brasil, sobre as mudanças na regulamentação e descobrir se o preço está ficando mais acessível para a população, trouxemos, novamente, o Carlos Lessa, Diretor de Negócios na SolarTech Engenharia de Soluções!

A conversa está disponível em todos os players acima, o vídeo está no nosso canal do Youtube e, caso prefira, continue a leitura!

A utilização da energia solar no Brasil

Falamos pela primeira vez das vantagens desse sistema há 2,5 anos. Há um ano trouxemos o Carlos para esclarecer detalhes e dúvidas dos nossos ouvintes que se interessaram bastante pelo tema. Agora, com a bandeira vermelha e a conta de luz nas alturas, voltamos ao assunto para atualizar o panorama, então, vamos lá:

Existem 4 principais razões pela busca da energia solar pelos brasileiros, são elas:

  • o aumento do preço da energia;
  • a consolidação da tecnologia dos painéis solares;
  • a busca por soluções mais sustentáveis;
  • o aumento nas fontes de financiamento, para quem não tem dinheiro para investir, e a redução das taxas de juros.

Entretanto, embora tenha muita gente interessada na utilização da energia solar, também tem muita gente que continua esperando o preço cair para fazer a aquisição desse modelo. Então, vamos a pergunta que não quer calar:

Vale a pena continuar esperando o preço cair?

De agora em diante os preços dos sistemas de energia solar, provavelmente, não devem sofrer grandes quedas, pelo contrário, existe a possibilidade de uma tendência de alta, impulsionada pelos efeitos da pandemia da Covid 19 e outros fatores de mercado nacionais e internacionais.

Entenda o porquê

Em 2012, a resolução normativa abriu as portas para a energia solar no Brasil. Logo, como grande parte das coisas que são estritamente ligadas a tecnologia, os preços iniciais para a adoção dos sistemas de energia solar eram altos.

De maneira que, nos anos seguintes, o preço caiu bruscamente até alcançar uma faixa de equilíbrio. O que ocorreu em meados de 2019, de acordo com Carlos.

Assim como o preço de uma TV de 42’’

O preço de uma TV de 42’’ é praticamente o mesmo desde 2010. Porém, isso não quer dizer que a tecnologia empregada no aparelho continue sendo a mesma, pelo contrário, a cada ano inovações tecnológicas são implementadas nas TVs.

O mesmo ocorre com os sistemas de energia solar. A tecnologia implementada nos equipamentos está em constante evolução, porém os preços já alcançaram um patamar de estabilidade.

Ou seja, mesmo que os preços não continuem em queda, os equipamentos estão cada dia mais eficientes.

Quero fazer um orçamento!

 

Comprar de fazendas solares ou investir em um sistema próprio?

Primeiramente, o que são fazendas solares? Bom, de acordo com o Portal Solar, “uma fazenda de energia solar é uma grande área em um campo ou área rural com diversos painéis fotovoltaicos instalados, com a função de gerar energia a ser distribuída para outros locais, possibilitando que consumidores economizem energia sem precisar investir em um sistema próprio.”

Agora, vamos a principal diferença entre comprar a energia dessas fazendas solares ou de adquirir seu próprio sistema de captação de energia solar: a economia gerada quando se compra a energia das fazendas é de 10% a 20%, enquanto a economia de quem adquire seu sistema próprio chega a até 95%.

Ainda, ao investir na sua captação própria de energia solar, você acaba fugindo de qualquer alteração na inflação, pois você passa a ser seu próprio fornecedor de energia.

Mas eu não tenho dinheiro para investir no meu próprio sistema, e agora?

Hoje existem possibilidades de financiamento através de bancos, fintechs, instituições de crédito e cooperativas. Ou seja, as ofertas de financiamento estão cada vez mais acessíveis.

Nesse caso, quem quiser fazer o financiamento e adquirir seu próprio sistema de captação de energia solar acaba trocando os gastos da conta de luz pela parcela do financiamento por alguns anos. De maneira que, após quitadas todas as prestações, a economia permanece.

Quero fazer um orçamento!

 

Veja detalhes do financiamento

Bom, se você ficou curioso em relação às taxas cobradas para financiar seu próprio sistema de energia solar, seguem alguns exemplos:

  • Taxas praticadas para áreas rurais: variam em torno de 0,5% ao mês.
  • Taxas praticadas para casos comerciais ou residenciais: variam de 1% a 1,2% ao mês.

Ou seja, são taxas atrativas, pois estão bem abaixo da maioria das taxas cobradas no caso de empréstimo ou do financiamento de um veículo, por exemplo.

Em relação aos prazos do financiamento, o sistema foi pensado para que fosse possível que as pessoas trocassem a conta de luz pela parcela do financiamento. Sendo assim, hoje, se tem:

  • Prazos para áreas rurais: de 10 a 12 anos.
  • Prazos para casos comerciais ou residenciais: de 5 a 6 anos.

Energia solar: vale a pena investir?

 

Taxação da energia solar, vai acontecer?

Existe um projeto de lei, o PL 5829, que foi aprovado na Câmara, atualmente está no Senado e, caso seja aprovado, irá para sanção presidencial.

Em suma, o projeto de lei propõe que seja taxada a utilização do que se refere a infraestrutura da rede pública para a finalidade de transmissão e armazenamento da energia excedente.

Ou seja, hoje se o consumidor injetar na rede 100% da energia que ele consome, ele terá os 100% disponíveis para utilização. Com a aprovação do projeto de lei, o que vai mudar é que o consumidor terá um desconto nesse retorno da energia.

Mas não se preocupe, de acordo com Carlos, essa taxa não será expressiva o suficiente para que o investimento em energia solar deixe de valer a pena.

Caso seja aprovada, pra quem vai valer a nova regra?

Se você já adquiriu seu próprio sistema de captação de energia e está com medo de agora ser taxado, também pode ficar tranquilo! Quem já investiu no sistema de energia solar anteriormente às alterações, permanecerá na regra antiga, sem a taxação prevista.

A taxação só terá início 12 meses após a lei ser efetivamente sancionada. Ou seja, se você pretende investir em energia solar, a hora é agora, aproveite os próximos 12 à 15 meses, tendo em vista a perspectiva de aprovação final da lei ainda esse ano, para que você escape de ser taxado!

Facily: É possível economizar nas compras do mês com esse app? Descubra aqui!

 

Então vale a pena optar pela energia solar?

Sim! Se você não quer sofrer com as bandeiras tarifárias deixando sua conta de luz salgada todo ano na época de seca, talvez esteja na hora de você optar pela energia solar! 

Além de limpa, ou seja, o meio ambiente agradece, hoje em dia a energia solar está cada vez mais acessível, seja por meio do desconto de até 20% na sua conta de luz através das fazendas solares, seja fazendo um financiamento, trocando sua conta de luz pela parcela e investindo no seu próprio sistema de geração de energia solar!

Ainda, se você continua na dúvida se deve ou não fazer esse investimento, está na hora de tomar uma decisão! Em breve, provavelmente, a energia solar será taxada, ou seja, corra para adquirir seu próprio sistema e fugir da taxação enquanto há tempo!

Quero fazer um orçamento!

 

Por fim, ficou com alguma dúvida? Então deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *