O que você está procurando hoje?

Quinto Andar, testamos e descobrimos: como é alugar um imóvel por esse app?

curso-imobiliário

Se você está pensando em colocar seu apartamento para alugar ou precisa encontrar um para morar, temos uma notícia para te dar: imobiliárias tradicionais estão ficando ultrapassadas. Vamos te apresentar, portanto, o Quinto Andar.

Agora todo o processo de aluguel de imóveis, para o inquilino e para o locatário, pode estar no seu celular, em aplicativos que prometem facilitar a intermediação com corretores, ou mesmo substituir imobiliárias. O Quinto Andar é um dos mais famosos do país nessa área. E então, será que esse aplicativo tem mais vantagens que anunciar (ou procurar) seu imóvel na imobiliária?

quinto andar, aplicativo, corretor, imobiliária, quintoandar, aluguel, alugar imovel, anunciar imovel

Aluguel de imóveis: Quinto Andar tenta novo modelo de negócio.

Sobre o app Quinto Andar

Não é novidade que startups e fintechs estão revolucionando seus próprios mercados. É o caso do Nubank, por exemplo, que criou um novo segmento de contas digitais e cartões de crédito no Brasil. Ou o caso do Uber, que resolveu o problema das pessoas que achavam que andar de táxi era muito caro ou inseguro. O mesmo processo está acontecendo no mercado imobiliário.

É comum ouvir pessoas reclamando da dificuldade em alugar um apartamento atualmente. Em um universo onde todos querem conforto a custos baixos e, se possível, sem precisar sair do celular, o Quinto Andar parece ser uma boa alternativa.

O Quinto Andar é um app para intermediar – de forma rápida e simplificada – o aluguel de imóveis residenciais. Portanto, sua proposta é, sobre a plataforma criada, que todo o trabalho dos corretores imobiliários seja centralizado, desde a prospecção do negócio até a assinatura e eventual futura rescisão do contrato.

A plataforma atende tanto inquilinos (quem quer alugar o apartamento) como os proprietários (que querem anunciar seus imóveis). Para garantir que a experiência dos dois públicos seja otimizada, o Quinto Andar oferece 2 aplicativos diferentes, na verdade: 1 para o inquilino (azul) e 1 para o proprietário (branco). Vamos ver as diferenças entre os dois tipos de aplicativos?

Se estiver interessado apenas em comprar imóveis, veja o conteúdo completo que fizemos sobre a plataforma Loft Imóveis

 

Se você é inquilino (app azul)

Este app é para quem quer morar de aluguel. Aparentemente oferece algumas vantagens sobre as plataformas tradicionais:

  • Não é preciso fiador, seguro fiança ou depósito caução;
  • Aluguel rápido e sem depender de ninguém;
  • Agendamento online das visitas, negociação direta com o proprietário;
  • Contrato digital, sem filas ou cartório;
  • Sem custos inesperados no fim do mês.
quinto andar, aplicativo, corretor, imobiliária, quintoandar, aluguel, alugar imovel, anunciar imovel

Aplicativo Quinto Andar. Plataforma é considerada um dos “unicórnios brasileiros”. Ou seja, empresas de grande potencial.

 

Se você é proprietário (app branco)

A propaganda para o proprietário tem apelos diferentes como aluguel mais rápido, tranquilidade e compromisso com o pagamento. Caso você esteja atrás de alternativas para aumentar sua renda mensal, confira nosso artigo com 11 dicas de aplicativos que podem gerar renda extra.

CONHEÇA O QUINTO ANDAR

Prospecção

Disponível o apartamento para aluguel, totalmente desimpedido de quaisquer ônus, você procura o Quinto Andar por um de seus canais disponíveis (site, app ou telefone) e manifesta o interesse em alugá-lo através da plataforma. Assim, é feito cadastro do imóvel. Após fotografado, vistoriado, bem como tratadas pequenas burocracias, o imóvel fica à vista para possíveis interessados.

Além disso o proprietário só precisa estar fisicamente presente se desejar delegar aos corretores as demais etapas do processo, no momento das fotografias (e vistoria) que são feitas por profissional contratado pelo app. As fotografias são tradicionais e 360º, até a filmagem do imóvel também pode ser agendada. E o mais importante: tudo isto sem custos para o proprietário.

 

Visualizações, visitas e propostas

O imóvel que usamos no nosso cadastro recebeu mais de 700 visualizações, 3 visitas e 2 propostas em menos de 2 semanas. Avalio o número de visualizações como muito relevante, fato que contribuiu para o sucesso da negociação. Destaca-se que o imóvel esteve bloqueado pelo proprietário (eu) para visitas durante boa parte desse período, o que pode ter contribuído para a redução do número de visitas (e propostas).

O cliente (inquilino) é o responsável por escolher o melhor horário e data (dentre os autorizados pelo proprietário) considerando a disponibilidade definida pelo app (segunda a sexta-feira de 8h às 17h e sábado de 9h às 14h). Além disso, se o proprietário desejar, por qualquer motivo, suspender temporariamente as visitas, ele pode o fazer facilmente através da plataforma.

Os corretores não controlam o horário da visita: a autonomia é totalmente do cliente. Decidido o horário pelo cliente, o app escolhe (não me pergunte como) um corretor da listagem que o próprio aplicativo disponibiliza.

Caso o proprietário deseje, pode ser instalado um porta-chaves na porta de seu apartamento de modo que a qualquer hora um corretor possa levar um cliente. Isto é uma solução interessante para quem está locando um apartamento vazio.

CONHEÇA O QUINTO ANDAR

 

E como funciona o porta-chaves?

Caso o proprietário tenha optado por instalar o porta-chaves, deixa-se autorização na portaria do prédio com a relação dos corretores autorizados. O Quinto Andar disponibiliza no próprio aplicativo um modelo, bastando datar e assinar. Eventualmente o corretor faz contato com o proprietário para acertar detalhes da visita, especialmente para o caso de imóvel não tenha o porta-chaves instalado.

Em relação ao porta-chaves, trata-se de uma caixinha facilmente instalada na porta e que guarda a chave do imóvel com segurança. O porta-chaves é enviado pelos Correios ao proprietário, que providencia a instalação na porta do apartamento. No nosso caso, em que o imóvel está em Belo Horizonte, levou 5 dias úteis para chegar.

A cada visita agendada o proprietário é notificado da sua data e hora. Após a visita o proprietário também é notificado. Os dados do cliente, inclusive o nome, e do proprietário são preservados (o proprietário não recebe os dados do cliente).

 

Sobre a negociação das propostas

As negociações são simples e intermediadas pelo app. O cliente aceita a oferta ou faz contraproposta diretamente pelo aplicativo. O proprietário, então, recebe pelo WhatsApp e pelo e-mail a contraproposta e informações do cliente conforme informado em seu perfil: o próprio cliente se descreve, inclusive justificando porque deseja alugar, como será o uso, etc.

Na contraproposta são informados o novo valor (proposto), os custos de intermediação e o valor líquido a ser recebido. Diante da contraproposta, sempre no app, o proprietário pode aceitar, negar ou negociar a proposta fazendo nova contraproposta. As contrapropostas podem seguir até que alguma das partes aceite ou desista da negociação.

O prazo para resposta é sempre de até 3 dias. Decorrido este prazo a proposta perde a validade.

Quando uma das partes desiste do negócio, a outra também é comunicada por e-mail e WhatsApp. Acontece da mesma forma se uma das partes aceita.

 

Conclusão da negociação e acerto formal da locação

Após aceita a proposta pelas partes, o inquilino deve encaminhar a documentação e comprovante de renda para análise. Paralelamente, o app solicita ao proprietário que atualize seus dados, inclusive enviando cópia de documentos: frente e verso de documento de identificação com CPF, dados bancários para depósito do aluguel, endereço para contato e só! Vale ressaltar que a documentação deve ser remetida em até 3 dias úteis para que a negociação não malogre.

Após as documentações das duas partes estarem validadas, parte-se para a assinatura do contrato, que ocorre de forma totalmente online, sem envolvimento de cartórios ou outras burocracias.

Daí pra frente, segue o jogo de uma locação convencional, inclusive as obrigações e direitos de lado a lado.

CONHEÇA O QUINTO ANDAR

 

Área de atuação

De acordo com o site do Quinto Andar, a área de atuação já atende cerca de 26 (vinte e seis) cidades, mas, aparentemente, a ideia é expandir ainda mais essa atuação para outras localidades. Antes de apostar no aplicativo, é importante conferir se sua cidade está na lista das cidades atendidas. No caso, o teste está sendo feito em Belo Horizonte.

 

Jornada para o equilíbrio financeiro

Cuidar da sua saúde financeira é essencial para ter uma boa qualidade de vida! Pensando nisso, o Educando seu Bolso lançou um curso para você que quer ter controle das suas finanças e ainda aprender conceitos novos sobre dívidas, crédito e investimentos. Nosso curso é direto e ideal para quem busca pelo equilíbrio financeiro e conta com:

  • Professores capacitados;
  • Apoio de profissionais do ramo, com mais de 20 anos experiência no mercado para tirar todas as suas dúvidas;
  • Uma trilha de aprendizado completa, para que você siga passo a passo as etapas e tenha do conhecimento mais básico ao mais avançado;
  • Aplicações práticas, em situações reais do cotidiano;
  • O investimento no curso é uma pechincha! Com um valor baixíssimo, você investe em sua independência financeira e economiza milhares de Reais no futuro;
  • Certificado ao final do curso de finanças pessoais!

Não perca essa oportunidade, faça agora sua inscrição!

 

O Quinto Andar é seguro?

Bom, ainda somos calouros. Nosso contrato é muito recente e, até o momento, tudo está correndo bem tranquilamente. Entretanto, já notamos reclamações de algumas pessoas em sites como o Reclame Aqui.

Conta também a favor da credibilidade do Quinto Andar o fato de algumas renomadas imobiliárias estarem fechando acordos comerciais com eles. Pelo menos é o que temos visto acontecer aqui em Belo Horizonte…

 

Um pouco do que encontramos no Reclame Aqui

Tirando uma “fotografia” em 10 de maio às 17h52, pesquisando sobre o app neste site de reclamações, obtivemos dados dos últimos 6 meses (01/11/2018 a 30/04/2019).

Encontramos 491 reclamações (490 respondidas e 1 não respondida). Isto lhe confere a taxa de 99,8% das questões tratadas. O tempo médio de resposta é de 2 dias e 11 horas. Entre as questões tratadas, 77,7% são resolvidas. Esta taxa é classificada como “Boa” pelo sistema de avaliação do Reclame Aqui.

Destaca-se também que 258 pessoas avaliaram o atendimento. Destes, 69,2% dos reclamantes voltariam a fazer negócios com o Quinto Andar, e a nota média dos que expuseram seus problemas foi de 6,79 (em 10).

Este é o panorama geral encontrado nesta noite de sexta-feira… Apesar de ter lido algumas das reclamações, não bateu aquela insegurança que seria natural diante das manifestações dos insatisfeitos. Mesmo porque, por prudência, já havíamos feito a mesma pesquisa ANTES de iniciarmos as negociações. Recomendamos a todos que façam isto também, regularmente…

 

Prazo de vigência

Podemos apontar 2 prazos de vigência: de prospecção, antes de alugar, e de locação com o inquilino.

O prazo de vigência para a prospecção do negócio é indeterminado, a menos que você dê exclusividade ao Quinto Andar. Não testamos esta alternativa e, portanto, não temos propriedade para discorrer a respeito. A prospecção sem exclusividade, apesar de pagar comissão maior à plataforma, foi nossa opção, pois tínhamos o imóvel disponível em várias imobiliárias.

Já o prazo de vigência do contrato de locação é de 30 meses. Não questionamos se podemos ter prazo maior ou menor para o contrato. Ou seja, pode ser que seja possível estender ou diminuir este prazo.  Entretanto se essa é  uma dúvida sua, entre em contato com o suporte do app, ok?

 

O Quinto Andar fica com alguma comissão?

Sim. Aliás, claro! Quase evidente que sim. Afinal, a empresa precisa sobreviver. E a cobrança é feita do proprietário do imóvel.

O Quinto Andar fica com o primeiro aluguel cheio, além de 8% de comissão mensal de quem optou por prospectar sem exclusividade, ou 6,8% de comissão mensal para quem optou pela exclusividade. Beneficia, naturalmente, quem é mais fiel.

No nosso caso, exatamente por não dar exclusividade, serão descontados mensalmente 8% do valor do aluguel.

Vale observar que o ticket médio cobrado pelas imobiliárias tradicionais é de 10% do valor do aluguel. Nota-se, então, que o Quinto Andar também tem o diferencial de custo…

 

Nossa percepção do processo utilizando a plataforma do Quinto Andar

Inicialmente, destacamos tratar-se de app fácil de utilizar. O controle também parece ser bastante eficiente: são enviadas mensagens para quaisquer ocorrências por e-mail e WhatsApp. Além disso, a preocupação com segurança também fica clara para nós, pois o app exige um código de segurança semelhante a um token bancário a cada login.

A flexibilidade do Quinto Andar também merece destaque. Você pode alterar a proposta de aluguel em seus aspectos, como eventuais mobiliários incluídos ou excluídos, alterar o valor da proposta, ajustar os horários disponíveis para visitas, permitir que seja instalado um porta-chaves para que os corretores possam levar o cliente sem a presença do proprietário, dentre outras facilidades.

CONHEÇA O QUINTO ANDAR

Gostou? Você pode acessar o site clicando aqui. Se quiser partir direto para o cadastro do seu imóvel para alugá-lo pela plataforma, temos dois atalhos para a plataforma do proprietário e para a plataforma do inquilino.

Espero ter ajudado a formar opinião a respeito. Se você gostaria de entender melhor como algum outro aplicativo funciona, ou quer sugerir algum outro tema para ver por aqui no blog, é só deixar nos comentários. Sua sugestão pode estar no próximo post e pode ajudar a vida de muita gente…

Até a próxima!

95 comentários

  • “E a cobrança é feita do proprietário do imóvel.” Na verdade também cobram uma “taxa de serviço” mensal do inquilino no valor entre 2 e 2,5% do valor de aluguel e condomínio.

    Responder
  • Sou locadora e gostaria realmente de saber como eles podem garantir o aluguel ao proprietário sem cobrar nenhuma garantia do inquilino. Será que eles tem um fundo de caixa gigantesco ? Alguém saberia me explicar ? Alguém já passou essa situação de inadimplência do inquilino ?

    Responder
    • Boa noite Márcia e obrigado pela questão.

      Está aí aberta a dúvida da Márcia, para outros locadores que usam a plataforma compartilharem suas experiências conosco.

      Do ponto de vista técnico, o que existe é um modelo de crédito, como o de um banco ou financeira. Com base em análises cadastral, histórico financeiro, renda, etc.. Eles aceitam/compram o risco do inquilino perante o proprietário. Como você mesma disse, lastreados por um bom caixa. Com um portfólio de inquilinos diversificado, a chance de que grande parte deles dê problema ao mesmo tempo é pequena. Como falei, tal e qual um Banco, um paga pelo outro.

      Finalmente, parece que os problemas com a crise do Covid os fizeram recalibrar o modelo de crédito para aceitarem mais candidatos, aqueles que estavam quase… Finalmente, parece que passaram a trabalhar também com seguro-fiança, creio que para os candidatos de menor capacidade financeira (score mais baixo). Ou seja, onde não vale a pena assumir o risco, eles exigem o seguro.

      Espero ter ajudado e, se possível, não se esqueça de nos ranquear, indicar, compartilhar nosso conteúdo ou clicar nos nosso links sempre que possível. Como uma plataforma independente, nossa visibilidade depende disso!

      =]

      Responder
  • Vc recebeu para fazer propaganda do QuintoAndar!
    Esse QuintoAndar é uma porcaria para proprietarios e para inquilinos! Eles só sabem cobrar! Não prestam serviço nenhum, só ficam com o dinheiro do proprietario. Olha no RECLAME AQUI a quantidade de reclamações!
    FUJAM DESSA PORCARIA!
    Como inquilino vc corre o risco de ficar na rua e como proprietário vc vai perder dinheiro! Certeza!

    Responder
    • Bom dia Maria Antônia.

      Me desculpe, mas vou ter que discordar. Não recebemos não. O post é mera opinião de um dos coloboradores do EsB, baseado na experiência dele como usuário da plataforma. Como quase tudo que fazemos por aqui, usamos, testamos e registramos nossas impressões para tentar auxiliar àqueles que estão buscando informações sobre o assunto.

      Além disso, o texto ressalta não só os prós e mas também os contras, que no caso do autor, parece que não foram tão graves quanto os seus. Outra coisa que vale dizer é que ele já foi escrito há algum tempo e as coisas tem mudado rapidamente.

      Finalmente, a área de comentários está aberta, sem filtragem. Assim todos podem se expressar, inclusive com críticas veementes como a sua, a quem, aliás, agradeço pela participação.

      Abraço.

      Responder
    • Realmente Maria!
      Também tenho um contrato como Locadora e simplesmente vão autorizando reparos com descontos nos alugueis, prejudicando o Locador, sem prévia autorização do Locador. Não seguem a Lei do Inquilinato! Não são sérios e não retornam às reclamações do locador!
      Uma plataforma que não dá retornos, só traz aborrecimentos e prejuízos aos locatários! Péssima, não indico a ninguém!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *