Quinto Andar, testamos e descobrimos: como é alugar um imóvel por esse app?

Se você está pensando em colocar seu apartamento para alugar ou precisa encontrar um para morar, temos uma notícia para te dar: imobiliárias tradicionais estão ficando ultrapassadas. Agora todo o processo de aluguel de imóveis, para o inquilino e para o locatário, pode estar no seu celular, em aplicativos que prometem facilitar a intermediação com corretores, ou mesmo substituir imobiliárias. Para saber se esses aplicativos realmente valem a pena, resolvemos testar um dos mais famosos, o Quinto Andar. E então, será que esse aplicativo tem mais vantagens que anunciar (ou procurar) seu imóvel na imobiliária?

quinto andar, aplicativo, corretor, imobiliária, quintoandar, aluguel, alugar imovel, anunciar imovel

Sobre o app Quinto Andar

Não é novidade que startups e fintechs estão revolucionando seus próprios mercados. É o caso do Nubank, por exemplo, que criou um novo segmento de contas digitais e cartões de crédito no Brasil. Ou o caso do Uber, que resolveu o problema das pessoas que achavam que andar de táxi era muito caro ou inseguro. O mesmo processo está acontecendo no mercado imobiliário.

É comum ouvir pessoas reclamando da dificuldade em alugar um apartamento atualmente. Em um universo onde todos querem conforto a custos baixos e, se possível, sem precisar sair do celular, o Quinto Andar parece ser uma boa alternativa.

O Quinto Andar é um app para intermediar – de forma rápida e simplificada – o aluguel de imóveis residenciais. Portanto, sua proposta é, sobre a plataforma criada, que todo o trabalho dos corretores imobiliários seja centralizado, desde a prospecção do negócio até a assinatura e eventual futura rescisão do contrato.

A plataforma atende tanto inquilinos (quem quer alugar o apartamento) como os proprietários (que querem anunciar seus imóveis). Para garantir que a experiência dos dois públicos seja otimizada, o Quinto Andar oferece 2 aplicativos diferentes, na verdade: 1 para o inquilino (azul) e 1 para o proprietário (branco). Vamos ver as diferenças entre os dois tipos de aplicativos?

 

Se estiver interessado apenas em comprar imóveis, veja o conteúdo completo que fizemos sobre a plataforma Loft Imóveis

 

Se você é inquilino (app azul)

Este app é para quem quer morar de aluguel. Aparentemente oferece algumas vantagens sobre as plataformas tradicionais:

  • Não é preciso fiador, seguro fiança ou depósito caução;
  • Aluguel rápido e sem depender de ninguém;
  • Agendamento online das visitas, negociação direta com o proprietário;
  • Contrato digital, sem filas ou cartório;
  • Sem custos inesperados no fim do mês.

quinto andar, aplicativo, corretor, imobiliária, quintoandar, aluguel, alugar imovel, anunciar imovel

Se você é proprietário (app branco)

A propaganda para o proprietário tem apelos diferentes como aluguel mais rápido, tranquilidade e compromisso com o pagamento. Caso você esteja atrás de alternativas para aumentar sua renda mensal, confira nosso artigo com 11 dicas de aplicativos que podem gerar renda extra.

CONHEÇA O QUINTO ANDAR

Prospecção

Disponível o apartamento para aluguel, totalmente desimpedido de quaisquer ônus, você procura o Quinto Andar por um de seus canais disponíveis (site, app ou telefone) e manifesta o interesse em alugá-lo através da plataforma. Assim, é feito cadastro do imóvel. Após fotografado, vistoriado, bem como tratadas pequenas burocracias, o imóvel fica à vista para possíveis interessados.

Além disso o proprietário só precisa estar fisicamente presente se desejar delegar aos corretores as demais etapas do processo, no momento das fotografias (e vistoria) que são feitas por profissional contratado pelo app. As fotografias são tradicionais e 360º, até a filmagem do imóvel também pode ser agendada. E o mais importante: tudo isto sem custos para o proprietário.

Visualizações, visitas e propostas

O imóvel que usamos no nosso cadastro recebeu mais de 700 visualizações, 3 visitas e 2 propostas em menos de 2 semanas. Avalio o número de visualizações como muito relevante, fato que contribuiu para o sucesso da negociação. Destaca-se que o imóvel esteve bloqueado pelo proprietário (eu) para visitas durante boa parte desse período, o que pode ter contribuído para a redução do número de visitas (e propostas).

O cliente (inquilino) é o responsável por escolher o melhor horário e data (dentre os autorizados pelo proprietário) considerando a disponibilidade definida pelo app (segunda a sexta-feira de 8h às 17h e sábado de 9h às 14h). Além disso, se o proprietário desejar, por qualquer motivo, suspender temporariamente as visitas, ele pode fazer facilmente através da plataforma.

Os corretores não controlam o horário da visita: a autonomia é totalmente do cliente. Decidido o horário pelo cliente, o app escolhe (não me pergunte como) um corretor da listagem que o próprio aplicativo disponibiliza.

Caso o proprietário deseje, pode ser instalado um porta-chaves na porta de seu apartamento de modo que a qualquer hora um corretor possa levar um cliente. Isto é uma solução interessante para quem está locando um apartamento vazio.

E como funciona o porta-chaves?

Caso o proprietário tenha optado por instalar o porta-chaves, deixa-se autorização na portaria do prédio com a relação dos corretores autorizados. O Quinto Andar disponibiliza no próprio aplicativo um modelo, bastando datar e assinar. Eventualmente o corretor faz contato com o proprietário para acertar detalhes da visita, especialmente para o caso de imóvel não tenha o porta-chaves instalado.

Em relação ao porta-chaves, trata-se de uma caixinha facilmente instalada na porta e que guarda a chave do imóvel com segurança. O porta-chaves é enviado pelos Correios ao proprietário, que providencia a instalação na porta do apartamento. No nosso caso, em que o imóvel está em Belo Horizonte, levou 5 dias úteis para chegar.

A cada visita agendada o proprietário é notificado da sua data e hora. Após a visita o proprietário também é notificado. Os dados do cliente, inclusive o nome, e do proprietário são preservados (o proprietário não recebe os dados do cliente).

Sobre a negociação das propostas

As negociações são simples e intermediadas pelo app. O cliente aceita a oferta ou faz contraproposta diretamente pelo aplicativo. O proprietário, então, recebe pelo WhatsApp e pelo e-mail a contraproposta e informações do cliente conforme informado em seu perfil: o próprio cliente se descreve, inclusive justificando porque deseja alugar, como será o uso, etc.

Na contraproposta são informados o novo valor (proposto), os custos de intermediação e o valor líquido a ser recebido. Diante da contraproposta, sempre no app, o proprietário pode aceitar, negar ou negociar a proposta fazendo nova contraproposta. As contrapropostas podem seguir até que alguma das partes aceite ou desista da negociação.

O prazo para resposta é sempre de até 3 dias. Decorrido este prazo a proposta perde a validade.

Quando uma das partes desiste do negócio, a outra também é comunicada por e-mail e WhatsApp. Acontece da mesma forma se uma das partes aceita.

Conclusão da negociação e acerto formal da locação

Após aceita a proposta pelas partes, o inquilino deve encaminhar a documentação e comprovante de renda para análise. Paralelamente, o app solicita ao proprietário que atualize seus dados, inclusive enviando cópia de documentos: frente e verso de documento de identificação com CPF, dados bancários para depósito do aluguel, endereço para contato e só! Vale ressaltar que a documentação deve ser remetida em até 3 dias úteis para que a negociação não malogre.

Após as documentações das duas partes estarem validadas, parte-se para a assinatura do contrato, que ocorre de forma totalmente online, sem envolvimento de cartórios ou outras burocracias.

Daí pra frente, segue o jogo de uma locação convencional, inclusive as obrigações e direitos de lado a lado.

Área de atuação

De acordo com o site do Quinto Andar, a área de atuação já atende cerca de 26 (vinte e seis) cidades, mas, aparentemente, a ideia é expandir ainda mais essa atuação para outras localidades. Antes de apostar no aplicativo, é importante conferir se sua cidade está na lista das cidades atendidas. No caso, o teste está sendo feito em Belo Horizonte.

O Quinto Andar é seguro?

Bom, ainda somos calouros. Nosso contrato é muito recente e, até o momento, tudo está correndo bem tranquilamente. Entretanto, já notamos reclamações de algumas pessoas em sites como o Reclame Aqui.

Conta também a favor da credibilidade do QuintoAndar o fato de algumas renomadas imobiliárias estarem fechando acordos comerciais com eles. Pelo menos é o que temos visto acontecer aqui em Belo Horizonte…

Um pouco do que encontramos no Reclame Aqui

Tirando uma “fotografia” em 10 de maio às 17h52, pesquisando sobre o app neste site de reclamações, obtivemos dados dos últimos 6 meses (01/11/2018 a 30/04/2019).

Encontramos 491 reclamações (490 respondidas e 1 não respondida). Isto lhe confere a taxa de 99,8% das questões tratadas. O tempo médio de resposta é de 2 dias e 11 horas. Entre as questões tratadas, 77,7% são resolvidas. Esta taxa é classificada como “Boa” pelo sistema de avaliação do Reclame Aqui.

Destaca-se também que 258 pessoas avaliaram o atendimento. Destes, 69,2% dos reclamantes voltariam a fazer negócios com o Quinto Andar, e a nota média dos que expuseram seus problemas foi de 6,79 (em 10).

Este é o panorama geral encontrado nesta noite de sexta-feira… Apesar de ter lido algumas das reclamações, não bateu aquela insegurança que seria natural diante das manifestações dos insatisfeitos. Mesmo porque, por prudência, já havíamos feito a mesma pesquisa ANTES de iniciarmos as negociações. Recomendamos a todos que façam isto também, regularmente…

Prazo de vigência

Podemos apontar 2 prazos de vigência: de prospecção, antes de alugar, e de locação com o inquilino.

O prazo de vigência para a prospecção do negócio é indeterminado, a menos que você dê exclusividade ao Quinto Andar. Não testamos esta alternativa e, portanto, não temos propriedade para discorrer a respeito. A prospecção sem exclusividade, apesar de pagar comissão maior à plataforma, foi nossa opção, pois tínhamos o imóvel disponível em várias imobiliárias.

Já o prazo de vigência do contrato de locação é de 30 meses. Não questionamos se podemos ter prazo maior ou menor para o contrato. Ou seja, pode ser que seja possível estender ou diminuir este prazo.  Entretanto se essa é  uma dúvida sua, entre em contato com o suporte do app, ok?

O Quinto Andar fica com alguma comissão?

Sim. Aliás, claro! Quase evidente que sim. Afinal, o Quinto Andar precisa sobreviver. E a cobrança é feita do proprietário do imóvel.

O Quinto Andar fica com o primeiro aluguel cheio, além de 8% de comissão mensal de quem optou por prospectar sem exclusividade, ou 6,8% de comissão mensal para quem optou pela exclusividade. Beneficia, naturalmente, quem é mais fiel.

No nosso caso, exatamente por não dar exclusividade, serão descontados mensalmente 8% do valor do aluguel.

Vale observar que o ticket médio cobrado pelas imobiliárias tradicionais é de 10% do valor do aluguel. Nota-se, então, que o Quinto Andar também tem o diferencial de custo…

Nossa percepção do processo utilizando a plataforma do Quinto Andar

Inicialmente, destacamos tratar-se de app fácil de manusear. O controle também parece ser bastante eficiente: são enviadas mensagens para quaisquer ocorrências por e-mail e WhatsApp. Além disso, a preocupação com segurança também fica clara para nós, pois o app exige um código de segurança semelhante a um token bancário a cada login.

A flexibilidade do Quinto Andar também merece destaque. Você pode alterar a proposta de aluguel em seus aspectos, como eventuais mobiliários incluídos ou excluídos, alterar o valor da proposta, ajustar os horários disponíveis para visitas, permitir que seja instalado um porta-chaves para que os corretores possam levar o cliente sem a presença do proprietário, dentre outras facilidades.

Gostou? Você pode acessar o site clicando aqui. Se quiser partir direto para o cadastro do seu imóvel para alugá-lo pela plataforma, temos dois atalhos para a plataforma do proprietário e para a plataforma do inquilino.

Espero ter ajudado a formar opinião a respeito. Se você gostaria de entender melhor como algum outro aplicativo funciona, ou quer sugerir algum outro tema para ver por aqui no blog, é só deixar nos comentários. Sua sugestão pode estar no próximo post e pode ajudar a vida de muita gente…

Até a próxima!

71 comentários

  • O Quinto Andar também é péssimo para os locatários honestos. Tenho aval, fiança, patrimônio, ou seja, não preciso de seguro para poder locar, e não foi este o motivo de eu ter escolhido o Quinto Andar. No início, pareceu tudo ótimo com as assinaturas digitais (que hoje várias imobiliárias tradicionais ja utilizam). Entretanto, minha experiência com a entrega do imóvel foi horrível. O atendimento é despersonalizado, você não tem a quem recorrer. O proprietário fez diversas solicitações absurdas para revisão e não tiveram nem o mínimo esforço para me detalharem o que era, apenas ameaças de multas e da tal “Proteção Quinto Andar”. O próprio contrato é uma aberração. Sou honesto e tenho pra mim que prefiro entregar o imóvel melhor do que recebi, mas me senti ultrajado com a falta de respeito dos atendentes. Divergências quanto a vistoria sempre existem, mas nunca passei por ser ignorado pela imobiliária em detalhar o que deveria ser corrigido. Tudo é feito por e-mail com respostas prontas, nem analisam o que está escrito. Pessoalmente, hoje eu evitaria ter que locar pelo Quinto Andar, pois o processo de rescisão para o locatário é bastante desigual em face do proprietário.

    Responder
    • Frederico Torres

      Que desagradável Alexandre.

      Agradeço muito que tenha compartilhado conosco sua experiência. Ela é muito importante para nós e para os futuros leitores desse conteúdo. Serve para alertá-los quanto aos problemas da empresa.

      Finalmente, te desejo melhor sorte em futuras locações, seja diretamente com os proprietários, seja com os concorrentes do 5o andar, afinal, eles não estão mais sozinhos no mercado, né?

      Abraço.

      Responder
  • Pelo que entendi, o quinto andar é interessante para o inquilino, que não precisa de fiador e nem seguro_fiança (O que onera os gastos do locatário com o imovel). Mas, para o proprietário, o “contrato virtual” é desvantajoso pois em caso de inadimplência não se sabe quantas parcelas do aluguel são cobertas pelo Quinto Andar. Além disso, se houver processo judicial de despejo, o Quinto Andar não intermedia o processo e não se sabe quantas parcelas de aluguel serão repassadas pela startup. Se sempre tivemos elevando número de.inadimplentes no Brasil, com certeza em.epoca de pandemia e calamidade pública, a situação ficará ainda pior.

    Responder
    • Frederico Torres

      Bom dia Vivi e obrigado por compartilhar conosco sua percepção.

      Acho que é mais ou menos por aí. Na minha opinião (pfv discorde quem quiser), a vantagem para o inquilino é mais clara. Já para o proprietário, é necessário um pouco mais de avaliação. Note que aqui nessa seção de comentários, há tanto os proprietários satisfeitos quanto o contrário.

      Além disso, seja aqui seja em outros sites, você encontra todo tipo de reclamação, inclusive aquelas dos que estão tendo seus negócios chacoalhados por empresas que estão tentando inovar, mexer no processo…

      Abraço e obrigado mais uma vez.

      =]

      Responder
  • Olá, meu contrato foi entrada 20/04 no dia 25/04 mandaram um boleto ref de 20/04 a 30/04. No dia 07/05 me enviaram boleto ref 01/05 a 31/05. Entendi isso como aluguel adiantado. Isso pode acontecer? Cobrarem o período antecipado? Como eu devo observar isso no final do contrato? Pq disseram q qd eu sair pago proporcional de dias, mas eu não estou antecipando o valor? Obrigada!

    Responder
    • Frederico Torres

      Oi Nani.

      Infelizmente, não consigo te falar mais sobre a praxe do 5o Andar, pois o autor desse post não colabora mais com o Educando Seu Bolso.

      Agora, como opinião genérica, a minha interpretação é parecida com a sua. Parece sim que você está pagando aluguel adiantado, o que não costuma ser a prática.

      =/

      Responder
    • No meu contrato comolou subsequente e me passo desapercebido.o meu primeiro aluguel vou receber no ultimo aluguel.eles trabalham com o dinheiro do proprietario.o primeiro aluguel e da imobiliaria .o segundo do proprietario depois de um mes. Se o inquilino paga no dia 7, o propietario so recebera no dia 12 do outeo mes. Me sinto enganada.

      Responder
      • Frederico Torres

        Bom dia Elzira.

        Entendemos sua situação. Muitas vezes os contratos não são fáceis de ler. Agora, se como você mesma disse, isso está previsto em contrato, talvez o melhor a fazer seja procurar um concorrente né?

        Outra coisa a se fazer é compartilhar essa informação com outros potenciais clientes, como você está fazendo aqui. Muito obrigado!

        Ah e, se puder, peço que nos curta nas redes sociais, avalie nosso podcasts e ferramentas ou compartilhe nosso conteúdo. Como somos independentes, vivemos de boca a boca, ok?

        Abração.

        =]

        Responder
  • Essa empresa é um terror no término do contrato, a vistoria é super mal feita, as atendentes péssimas para ler os e-mails, respostas padrões as quais não resolvem o problema. é impossivel falar com eles ao telefone. Tratam o proprietário com tanta falta de respeito, não dando assistência.
    Perderam a chave do meu apartamento depois da vistoria. Eu que fiz um contrato de exclusividade com eles para não ter dor de cabeça com inquilino, estou tendo tantas que era melhor não te-los contratado!

    Responder
    • Estou passando por esta mesma situação! Perderam minhas chaves e não finalizam o processo de vistoria de saída. No princípio achei que eram só incompetentes, hoje atesto que são criminosos. Enganam através de suas publicidades, são pagos para trabalhar e não trabalham. Péssima experiência… minha vida foi muito afetada pela enganação da Quinto Andar.

      Responder
  • Em que lugar as imobiliárias cobram apenas 50% do primeiro aluguel. Alugo na Zona Sul de São Paulo e aqui o padrão é 100% do primeiro aluguel e 7% mensalmente.

    Responder
    • O texto é claro ao informar que a QuintoAndar cobra 100% do primeiro aluguel, mais 6,9% ao mês para contratos com exclusividade ou 8% ao mês para contratos se exclusividade!

      Responder
  • No caso de algum problema no apt, o Quinto andar fica a frente da solução do problema ou o proprietário tem que lidar diretamente com a situação ?

    Responder
    • Frederico Torres

      Boa tarde Augusto e me desculpe a demora em respondê-lo.

      É que o responsável pelo teste do 5o Andar e autor desse post não colabora mais conosco.

      Em pesquisa ao site e ao app deles não consegui localizar garantia de que eles se interporão entre o proprietário e o inquilino no caso de problemas. Outra questão que tem nos deixado meio cabreiros, apesar da boa experiência relatada no nosso texto, é a quantidade de reclamações registradas aqui na nossa seção de comentários, grande parte delas em relação à falta de transparência ou descumprimento de obrigações.

      Ou seja, mesmo se tivéssemos encontrado tal garantia contratual, pelo que estamos recebendo de feedback, acho que seria o caso de desconfiar…

      Abc e me desculpe mais uma vez. Ah, e finalmente, se nesse interim você tiver descoberto algo que possa compartilhar conosco, por favor fique à vontade.

      =I

      Responder
  • Sou locatário do 5º andar e estou ha 1 ano utilizando o serviço. O resumo em uma palavra: Fantástico! Já tive que acionar o proprietário do imóvel para tratar de problemas com azulejos e fui imediatamente atendido e o problema sanado em poucos dias. O boleto vêm sempre 20 dias antes, as taxas não pertencentes à mim são removidas automaticamente, o aplicativo possibilita o contato direto com o proprietário sempre supervisionado pela quinto andar. Devemos lembrar que existe uma análise prévia da empresa em formato de modelo de risco de crédito e para tanto permitem apenas que parte da renda seja empenhada nos aluguéis. Até o momento a minha única preocupação com o aplicativo é o de procurar um apartamento maior para 2020, que com certeza também será alugado junto à empresa. Recomendo o serviço.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *