Com o aumento da gasolina, vale a pena ter carro?

Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Apple Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Spotify
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Google Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Castbox

O assunto do podcast de hoje ainda é o aumento da gasolina. Conversei com o Pedro Vieira, do programa Em Boa Companhia, da Rádio Inconfidência.

“Ah, mas esse assunto já é velho”, alguém pode pensar. De fato, no Brasil de hoje, cada semana traz um susto novo. Só que o assunto da conversa não foi o aumento da gasolina em si. Foi mais uma reflexão que podemos e devemos fazer a partir desse aumento: como está nossa relação com nossos carros?

Como você sabe, recentemente o governo aumentou os impostos sobre os combustíveis. Isso acaba provocando aumento em praticamente tudo o que se compra. Afinal, quase todo o transporte de mercadorias usa derivados de petróleo. Mas o maior para os cidadãos em geral é mesmo o aumento da gasolina e do etanol.

.

O que podemos fazer?

Primeiro, parar um pouco e pensar na forma como temos usado automóveis. O próprio Pedro deu uma aula de cidadania, ao falar de uma recente mudança de atitude dele. Deixou o carro em casa e passou a ir trabalhar de ônibus. Ele conta como está sendo a experiência.

Quem tem carro flex pode, também, procurar saber o desempenho de seu veículo com cada combustível. Quer ajuda para saber isso? Já publicamos um texto que ensina a descobrir quanto o carro roda com cada combustível.

Podemos pensar em usar táxi, em vez de carro próprio.

E podemos adotar a carona compartilhada, ou carona solidária. Já ouviu falar? Basicamente, é alguém colocar seu carro disponível para outras pessoas que vão percorrer o mesmo trajeto. Isso pode ser feitos por meio de aplicativos próprios, ou a partir de uma iniciativa das pessoas, na sua vizinhança ou no ambiente de trabalho.

Quer saber como adotar cada uma dessas opções? Já sabe: ouça o podcast.

.

Queda da Selic

Ao final do programa, ainda falamos um pouco sobre a queda da Selic. Pela primeira vez em alguns anos, ela ficou abaixo dos 10%. Mas o que isso significa na prática, para o cidadão?

 

 

Um comentário

  • Graças ao transporte publico péssimo e a grande risco de andar de motocicletas todos querem ter um carro,pobres andando ne carros que a gasolina vale mais do que o carro, mesma assim não deixam de rodar e se cada um tem um “carro” o transito fica cada dia pior, e com mais conjestionamento o consumo aumenta a paciência esgota e vira esse transito que vivemos e quanto mais o preço do combustivel sobe mais a frota crece, isso não vai mudar nunca, e brasileiro não protestam e não gostam de quem protestam então esse é o brasil que merecemos mesmo!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *