Como a escolha do endereço e da escola pode afetar as crianças?

Como a escolha do endereço e da escola pode afetar as crianças?

Frequentemente, ouve-se em discussões sobre evolução humana a ideia de que somos produtos de nosso meio, da sociedade em que nos inserimos. Como a escolha da residência de um casal e da escola das crianças pode influenciar na educação financeira e no desenvolvimento das crianças?

Há pouco mais de três anos, efetuei a compra de meu imóvel e, como um disciplinado planejador, pesquisei os mais diversos indicadores para auxiliar o processo de escolha do imóvel. Entre eles figuravam o índice de criminalidade, proximidade do trabalho, de boas escolas, de hospitais, opções de acesso, verticalização, tamanho do imóvel, opções de lazer, entre outros.

Ao fim da análise, fiquei entre dois bairros que são próximos de ótimas escolas, bons hospitais, acessíveis, entre outros. Como penso que este imóvel será o local onde meus futuros filhos e esposa vão residir e envelhecer, escolhi com muita tranquilidade uma opção que tende a me levar a uma vida mais simples e pacata que, acredito, vai proporcionar escolas ótimas e grande qualidade de vida para a família.

Alguns indivíduos preferem morar em bairros luxuosos em que pessoas abastadas vivem, no entanto, há consequências atreladas a essa escolha. Por exemplo, ao morar em um edifício mais sofisticado, há a possibilidade de maior gasto com condomínio e serviços, além de reformas mais frequentes e onerosas para a evidenciação de um glamour que pode afetar sua saúde financeira.

Além disso, seus filhos tendem a fazer amiguinhos no prédio e no bairro, que podem desfrutar de itens como roupas, calçados, brinquedos, eletrônicos e hábitos de viagem mais caros. Como os indivíduos e, especialmente, as crianças têm necessidade de pertencer a um grupo e sentirem-se aceitas, tendem a pedir aos pais esses itens, o que nem sempre será possível. A tarefa dos pais de estabelecer limites e dizer “não” vai se tornar mais desafiadora, considerando que os mais novos não entendem todos os argumentos, e isso pode gerar um sentimento de decepção e inferioridade nos filhos, o que pode ser complicado.

A mesma coisa aplica-se à opção do clube de esportes e da escola. Esses ambientes serão fundamentais para o desenvolvimento e a socialização das crianças e, evidentemente, deve-se buscar sempre o melhor para nossos pimpolhos. Quando falo melhor, penso na experiência educativa e socializadora.

Uma famosa marca de motos divulga que aqueles que a compram não estão comprando apenas um veículo e, sim, um estilo de vida, uma filosofia. Da mesma forma, a escolha do local da residência, da escola e dos hábitos vai influenciar sua vida e também sua saúde financeira, caso não estejam alinhados às suas possibilidades.

Como diria Jorge Ben Jor: “Prudência e dinheiro no bolso, canja de galinha não faz mal a ninguém…”

Autor

João Luís Resende
João Luís Resende é mestre em Economia pela Universidade Federal de Minas Gerais e atua na área econômica há 13 anos, com experiência na indústria bancária, energética e financeira. Neste espaço, vai apresentar estratégias de uso eficiente do dinheiro para satisfazer necessidades e desejos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *