O que você está procurando hoje?

Saiba o que é segurança digital e veja como se proteger!

Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Apple Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Spotify
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Google Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Castbox

O ano de 2021 iniciou-se com a assustadora notícia do vazamento de dados de 220 milhões de brasileiros. Nesse contexto, a busca por formas de aumentar a segurança digital teve grande crescimento.

Para entender como se proteger no meio digital e evitar fraudes financeiras, conversamos com Leonardo Rebitte, CEO da empresa Combate à Fraude.

Neste artigo, vamos abordar temas como:

  • segurança digital;
  • fraudes e golpes online;
  • privacidade e cuidados com armazenamento de dados.

Principalmente, porque a pandemia fez aumentar a digitalização da população. Consequentemente, o risco de fraudes online também.

Portanto, confira o que você pode fazer para se proteger e ter muito mais tranquilidade na internet. Ah! E se preferir, você consegue também ouvir nosso podcast, que consiste na entrevista com Leonardo e aborda o mesmo tema do texto. Ele está disponível nos players acima deste texto.

O que é segurança digital?

A segurança digital é a não violação da integridade e confidencialidade de um usuário da internet. Hoje, nossos computadores e celulares já tiveram acesso a basicamente todas as nossas informações.

Sendo assim, é essencial que alguns cuidados sejam tomados em prol da segurança da informação.

 

Por que o assunto está em alta?

vazamento de dados e segurança digital

Segurança digital e o vazamento de dados.

A segurança digital está cada vez mais sendo comentada em função do vazamento de dados que ocorreu no início de 2021.

Ainda não se sabe de onde os dados foram vazados, mas, o que se sabe é que foram encontrados dados completos de mais de 220 milhões de brasileiros, vivos e mortos.

Alguns dos dados vazados foram:

  • dados relativos ao CPF (nomes completos, datas de nascimento, sexo…);
  • CNPJs;
  • dados de veículos;
  • informações sobre escolaridade;
  • informações sobre benefícios do INSS e programas sociais;
  • endereços;
  • fotos do rosto;
  • Score de Crédito, renda, cheques sem fundo e outras informações financeiras;
  • dados cadastrais de serviços de telefonia;
  • dados relativos a servidores públicos.

Ao longo do texto abordaremos o que você deve ou não fazer quanto à sua segurança digital e ao vazamento dos dados.

Se preocupar com os seus dados é essencial. Mas você tem a mesma preocupação com a sua saúde financeira? Conheça nosso curso “Jornada Para o Equilíbrio Financeiro“!

Conhecer o curso agora

 

O que pode acontecer com meus dados vazados?

Algumas das consequências de ter os seus dados vazados podem ser a contratação de empréstimos no seu nome, compras na internet, retirada de benefícios do governo, entre outras.

Além disso, outro golpe comum é que os criminosos enviem faturas falsificadas, de telefone, por exemplo, por e-mail. Como todos os seus dados estão corretos na fatura, pode ser que você acredite que ela é real e efetue o pagamento.

Sendo assim, é essencial se proteger, na medida do possível, para evitar esse tipo de dor de cabeça.

 

O que as pessoas podem fazer para aumentar sua segurança digital?

Para o entrevistado, infelizmente o que a população pode fazer é pouco. Porém, esse pouco é essencial. Algumas sugestões são:

 

Senhas

É muito comum que as pessoas tenham apenas uma senha para todas as redes sociais e sites nos quais se cadastram. Em alguns, que têm exigências específicas de caracteres na senha, a pessoa cadastra uma variação da sua senha padrão.

Leonardo sugere que, no momento em que estamos vivendo, com o vazamento de dados, todos façam uma troca emergencial das senhas que utilizam.

No entanto, em períodos normais, é interessante trocar as senhas a cada 3 meses.

Ah! E tente sempre utilizar senhas difíceis, que misturem letras (maiúsculas e minúsculas), números, caracteres especiais, como “_!?”…

 

Trocar o e-mail

Uma medida que não te ajuda a evitar fraudes, mas ajuda a evitar o recebimento de spam, é a troca do endereço de e-mail.

Se você usa o mesmo e-mail há muitos anos, provavelmente sua caixa de entrada recebe e-mails indesejados. Isso ocorre porque seu e-mail já foi muito vazado, e, portanto, está presente em diversas páginas na internet das quais você nem mesmo tem conhecimento.

Provavelmente, não será feito nada que possa te prejudicar com o seu e-mail, já que, para isso, os fraudadores precisariam da senha, e não apenas do endereço. A medida de trocar o endereço tem o objetivo de apenas parar de receber os indesejados spams.

 

Quais são as consequências de trocar o e-mail?

Ao trocar de endereço de e-mail você precisa avisar as pessoas com as quais os troca. O processo é semelhante ao da troca de número de telefone.

É importante, também, avisar às instituições com as quais você se relaciona sobre a troca.

Seu banco, por exemplo, tem seu endereço de e-mail. Além disso, aplicativos de transporte, de delivery, entre outros, também têm o seu e-mail.

>> Você sabia que avisar instituições de trocas cadastrais é bom para seu score de crédito?

 

Trancar as redes sociais

Muitos dos cadastros em empresas hoje são feitos de maneira online. Sendo assim, uma etapa comum é a da biometria facial, onde a empresa, depois de analisar seus dados, precisa saber se é realmente você quem busca se cadastrar nela.

Sendo assim, caso você tenha seus dados vazados, é possível que fraudadores tentem se passar por você se relacionando com uma empresa. E é aí que vem a parte da biometria facial: como o sistema de segurança de algumas instituições não é tão avançado, é possível burlar, também, esse passo.

Muitos fraudadores, então, utilizam fotos postadas nas suas redes sociais na etapa de biometria facial de um cadastro. Sendo assim, é interessante manter suas redes sociais trancadas, e permitir que te siga apenas quem você deseja.

Um dos tipos de empresa que utilizam sistemas de reconhecimento facial são os bancos digitais, com tecnologia avançada e segurança. Quer conhecer o melhor banco digital? Confira nosso Simulador de Contas Digitais!

 

Tomar cuidado com seus dados

Além disso, alguns cuidados com os seus dados são importantíssimos:

  • não informe os números dos seus documentos em sorteios e promoções de empresas que você não conhece;
  • não se cadastre em sites que não conhece;
  • desconfie de promoções muito boas, ou produtos com preço muito abaixo do mercado;
  • não compartilhe seus dados em redes sociais, nem fotos de documentos.

 

Considere trocar o CPF

Essa última dica é bem radical, e deve ser seguida apenas em alguns casos mais graves. Um exemplo é se seus dados já tiverem sido vazados e tenham tomado um empréstimo no seu nome.

Nesse caso, saiba que é possível trocar o número do seu CPF, caso deseje.

Isso traz enormes dores de cabeça, porque é preciso alterar todos os seus documentos e cadastros já realizados. Porém, é uma opção.

 

O que fazer após a fraude?

Se você for fraudado, não pense duas vezes. Procure a empresa ou instituição que alega que você tem uma dívida ou relação, peça o ressarcimento, e abra um boletim de ocorrência.

Suponhamos que alguém consiga se passar por você e peça um empréstimo em seu nome. Se a empresa não o ressarcir do estrago, entre com um processo judicial. A responsável pelo acesso indevido é a empresa, e não você.

 

Empresas têm papel fundamental para a segurança digital

As medidas que os cidadãos podem tomar são poucas e já foram citadas nesse texto. Quem deve cumprir um papel maior na proteção dos dados das pessoas são as empresas.

Segundo legislação vigente no Brasil (Lei 9.613/98), as empresas precisam ter conhecimento sobre seus clientes, e a responsabilidade sobre crimes com seus dados recai sobre elas.

Sendo assim, uma empresa que se permite sofrer fraudes, com sistemas de segurança fracos, pode sofrer processos judiciais e perder muito dinheiro. Se você tem uma empresa, portanto, fique atento às dicas presentes ao final do texto!

Ranking melhores maquininhas segundo Educando seu Bolso

Posição Maquininha Saiba Mais
1 Moderninha ProFit
Moderninha ProFit 76% OFF
76% OFF
2 SumUp ON
SumUp ON 25% OFF
25% OFF
3 Minizinha Chip 2
Minizinha Chip 2 60% OFF
60% OFF
4 Cielo Flash | Compra
Cielo Flash | Compra Cupom de desconto:
43768
43768
5 InfinitePay
InfinitePay 8% OFF
8% OFF
6 C6 Pay Essencial
C6 Pay Essencial 100% OFF
100% OFF
7 AQPay Mega
AQPay Mega Cupom de desconto:
EDUCANDOSEUBOLSO
EDUCANDOSEUBOLSO
8 SumUp TOTAL
SumUp TOTAL 25% OFF
25% OFF
9 Point Pro
Point Pro 58% OFF
58% OFF
10 Zettle Máquina de Cartão
Zettle Máquina de Cartão 34% OFF
34% OFF

 

Cookies e a segurança digital

Você certamente leu nos últimos tempos, ao entrar em um site, que deveria “permitir cookies”.

A LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), a partir de maio de 2020, obrigou que os sites mostrassem um aviso aos seus visitantes com a política de cookies adotada, e é por isso que eles estão sendo mais vistos ultimamente. Mas o que são eles?

Os cookies são arquivos que armazenam temporariamente o que o usuário está visitando na rede. Sendo assim, quando o usuário visita um mesmo site novamente, o navegador é capaz de identificar suas atividades prévias.

Ou seja: sempre que você entra em um site, graças aos cookies, o site sabe que você é você.

Quanto à confiança que se deve depositar no sistema, Leonardo, nosso entrevistado, afirma que depende do site visitado. Se você entrar em um site do qual desconfia, vale a pena limpar aquele cookie em específico.

Para fazê-lo no Google Chrome você deve:

  1. clicar nas reticências no canto superior direito da tela;
  2. clicar em configurações;
  3. escolher a opção “Privacidade e segurança”;
  4. clicar em “cookies e outros dados do site”;
  5. procurar pelo site que deseja excluir, e clicar sobre o desenho de lixeira ao seu lado.

E pronto!

Quanto aos cookies de outros sites, conhecidos por você e confiáveis, Leonardo afirma que não há necessidade de limpar. Ele ajuda o usuário, traz conveniência, facilidade, e permite que seu login fique salvo em diversos locais.

Conhecer curso de educação financeira

 

Vazamento de dados: o que devo fazer?

Depois do ocorrido citado no início deste texto, no qual muitas pessoas tiveram seus dados vazados, ficaram cada vez mais famosos sites de consulta a CPF. Os usuários entram neles para saberem se estão inclusos no vazamento, ou se seus dados ainda estão seguros.

No entanto, nós sugerimos que você não o faça! Você estará entrando em um site que não conhece, e, para fazer a consulta do seu CPF, precisará fornecer seu CPF. Ou seja: você pode estar dando informações suas que nem mesmo foram vazadas.

Também, você estará relacionando o seu computador à sua pessoa. Sendo assim, caso você aceite os cookies do site, por exemplo, os fraudadores terão cada vez mais acesso a informações sobre você.

 

Como descobrir fraude antes de ter um prejuízo maior?

Uma atitude possível de ser tomada é a consulta em sites confiáveis para saber se seus dados já foram utilizados em alguma fraude.

Você descobrirá que foi fraudado apenas depois do ato, mas pelo menos poderá tomar alguma atitude antes que se passe muito tempo, e o problema se agrave.

É possível consultar se você foi fraudado no Registrato do site do Banco Central.

>> Temos um conteúdo completo sobre como utililizar o registrato!

 

Senhas sugeridas são recomendadas?

Em alguns sites, no momento de criação do seu cadastro, você encontra senhas sugeridas. Muitos optam por utilizar aquela senha, por ser considerada forte.

Segundo Leonardo, optar por uma dessas sugestões não é tão necessário. Basta escolher uma senha e utilizá-la. Ela não precisa ser longa ou extremamente difícil.

No entanto, se a senha for sugerida por um site da sua confiança, por exemplo o Google, você pode, sim, acatar a sugestão.

 

A segurança digital é essencial!

Sendo assim, podemos concluir que a segurança digital é algo essencial. Uma das empresas que oferecem esse tipo de serviço é a Combate à Fraude, do nosso entrevistado Leonardo.

O serviço é oferecido a empresas, que, como vimos no texto, são as maiores responsáveis no combate à fraude. Sendo assim, as empresas necessitam se munir de uma plataforma que impeça o fraudador de se passar por outra pessoa.

Conhecer curso de educação financeira

Independente do tamanho da empresa, o prejuízo de se deixar ser fraudado é grande. Perder um processo judicial em função de fraude de um dos seus clientes pode gerar uma multa entre R$10 mil e R$20 mil reais.

Sendo assim, os serviços de autenticação facial (R$0,27 cada) e prova de vida completa do cliente (R$4,50 cada), podem trazer uma grande economia às empresas, ao impedir que um fraudador passe por todas as etapas de um cadastro.

E por falar em economia, outra ação que pode trazer muita economia para sua empresa é escolher a maquininha de cartões ideal! Confira nosso Simulador de Máquina de Cartão, e encontre as melhores taxas e condições para você.

Por fim, caso você ainda tenha alguma dúvida ou sugestão, basta deixar um comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *