Search

Financiamento Estudantil: FIES, Pravaler, Alume ou Bancos: como decidir?

banner-afiliados-468×90-bpc
Educando Seu Bolso
Educando Seu Bolso
Financiamento Estudantil: FIES, Pravaler, Alume ou Bancos: como decidir?
/

Você já deve ter ouvido falar que, muitas vezes, é mais difícil pagar uma faculdade do que passar em uma federal, não é mesmo?! Bem, arcar com esses custos é um problema na vida de muitos brasileiros e o financiamento estudantil acaba sendo a saída para quem quer concluir o ensino superior… 

Mas, afinal, qual a melhor opção de financiamento estudantil? Para te ajudar a tomar essa decisão, fizemos um review completo do FIES, do Pravaler, Alume e do financiamento dos bancos. 

Nossa conversa foi com o Lucas Furtado, médico, pós-graduado em finanças e um dos fundadores da Alume, uma fintech especializada no financiamento de cursos de medicina em faculdades particulares.

Então, se você está pensando em começar uma graduação confira nosso papo no player acima e também no youtube.

Ah e se achar melhor, continue a leitura!

Aqui você vai encontrar:

O que é financiamento estudantil?

Você gostaria de fazer faculdade, mas precisa conciliar os estudos com trabalho? Ou ainda, já prestou o vestibular várias vezes e não conseguiu a nota para passar em uma faculdade pública no seu curso? Ou então na sua região a única faculdade que tem é particular

Bem, estes são exemplos de situações em que a faculdade particular pode ser uma boa saída com relação aos cursos de uma universidade pública… Mas, e se você não conseguir pagar as mensalidades de uma faculdade particular? 

Nesse caso, uma alternativa pode ser o financiamento estudantil. 

O financiamento estudantil é um empréstimo voltado para pagar as mensalidades de uma faculdade ou instituição de ensino. Nesse tipo de financiamento, você toma o empréstimo de um banco ou instituição financeira e pode pagar as prestações durante a faculdade ou, em alguns casos, depois de se formar. 

Então, o financiamento estudantil permite que um número maior de pessoas acessem o ensino superior. Afinal, muitos estudantes não teriam a oportunidade de frequentar uma faculdade ou universidade sem algum tipo de ajuda financeira. 

 

Quem tem direito ao financiamento estudantil?

Existem vários tipos de financiamento estudantil, então, os critérios de quem tem direito ao financiamento podem variar de acordo com o país, o programa específico de financiamento e a instituição de ensino. 

No geral, são elegíveis: 

  • Estudantes de Graduação e Pós-Graduação;
  • Pessoas com algum tipo de necessidade financeira; 
  • Estudantes com mérito e/ou destaque acadêmico
  • Pessoas que conciliam trabalho e estudo
  • Estudantes em Situações Especiais, como refugiados

Quais são os tipos de financiamentos estudantis?

Se você está procurando financiamento estudantil, é provável que enfrente desafios financeiros, como mensalidades caras, custos de moradia, alimentação e transporte, emprego instável ou dependência financeira dos seus pais. 

Então, as principais opções para você, que quer fazer um financiamento estudantil são: FIES, o financiamento interno de faculdades, o Pra Valer, o Alume e Bancos tradicionais. 

Acreditando que o financiamento pode ser uma saída para quem quer cursar o ensino superior, organizamos o seguinte ranking com as melhores opções para financiar a faculdade:

1º Lugar: Fundo de Financiamento Estudantil (FIES)

2º Lugar: Financiamento Interno das Faculdades

3° Lugar: PraValer 

4º Lugar: Alume

5º Lugar: Bancos

1. Fundo de Financiamento Estudantil (FIES)

Vantagens: 

  • Sem taxa de juros para pessoas com renda per capita de até 3 salários mínimos;
  • Prazo máximo para quitar as dívidas de 14 anos; 
  • Possuo uma ampla cobertura de cursos, em faculdades de todo o país; 

Desvantagens: 

  • Nem todos podem participar, é preciso se enquadrar no critério de renda e de desempenho acadêmico, além de ter feito o ENEM a partir de 2010; 
  • Há uma limitação de vagas; 

O que é o FIES?

O FIES é o financiamento estudantil oferecido pelo Governo Brasileiro. Com ele, estudantes fazem um empréstimo para arcar com as mensalidades de uma faculdade particular e só começam a pagar a dívida depois de se formar. 

As pessoas podem se candidatar duas vezes ao ano, no início e no meio do ano. De forma geral, podem contratar o FIES candidatos que preencham todos os requisitos a seguir:

  • renda média familiar abaixo de até 5 salários mínimos;
  • ter participado de qualquer ENEM a partir de 2010, sem que tenha sido treineiro;
  • média geral mínima de 450 pontos no ENEM;
  • não ter zerado a redação;
  • ter terminado o ensino médio mas nunca concluído um curso superior;
  • não ter nenhuma dívida ativa com o FIES; 

Porém, essas são as regras vigentes hoje, dia 14/09/2023, mas as regras mudam de edição em edição, então confira também o edital do programa. 

Como o FIES funciona?

Para participar do FIES, é preciso que você: 

  1. Realize sua inscrição, durante uma das janelas disponíveis, no início ou final do ano;
  2. Escolha o seu curso, a região e a faculdade de sua preferência; 
  3. Tenha uma nota maior do que a nota de corte para conseguir ingressar no curso escolhido. 

Pensando nisso, é importante ter em mente que a nota de corte do curso depende da nota de outros estudantes e do número de vagas disponíveis. Então se for um curso muito concorrido, como medicina, é provável que a nota de corte seja mais alta.

O FIES ainda tem as seguintes características: 

  • A dívida pode ser paga em até 14 anos, com possibilidade de renegociação;
  • Juros zero para pessoas com renda de até 3 salários; 
  • Cobertura de até 8 mil reais da mensalidade.

Quando eu começo a pagar minha dívida no FIES?

No FIES, você só é obrigado a quitar sua dívida depois que terminar o curso. As parcelas serão descontadas automaticamente do seu salário, tendo um limite de até 10% do valor da sua renda.

Qual a taxa de juros do FIES?

Existem duas modalidades do FIES:

  • FIES → Atende pessoas com renda per capita de até 3 salários mínimos, não tem taxa de juros; 
  • P – Fies → Atende pessoas com renda per capita de até 5 salários mínimos, tem taxa de juros ajustada com a inflação. Valor máximo de taxa: 6.5% ao ano;

Se você contratar o P-Fies terá que pagar juros, que são reajustados anualmente conforme a inflação. Mas, se de um ano para o outro a inflação aumentar mais do que 6.5% ao ano não se preocupe, pois a taxa máxima de juros no FIES é de 6.5% ao ano. 

Porém, a taxa varia conforme cada situação e só tem como você ter certeza de quanto você pagará quando tiver o contrato em mãos.

Resumindo: 

modalidades fies

Para exemplificar, veja quanto você gastaria em uma faculdade de medicina de duração de 6 anos com mensalidade de 8 mil reais/mês, pensando em uma dívida a ser paga em 14 anos e uma simulação com a taxa de juros de 6.5% ao ano: 

fies simulação

2. Financiamento Estudantil Interno das faculdades

Vantagens 

  • As taxas de juros podem ser mais baixas do que dos bancos e de programas como Alume e PraValer; 

Desvantagens 

  • Poucas faculdades oferecem essa opção;
  • Não é uma alternativa muito divulgada; 
  • Pode ser mais difícil de conseguir; 

Em seguida, temos a opção de financiamento interno das faculdades, porém poucas faculdades a oferecem. Geralmente as condições de juros e pagamentos delas tem valores competitivos em relação aos bancos.

Além disso, outro problema com esse tipo de financiamento é que ele não é muito divulgado. Então é sempre importante pesquisar no site e nas plataformas de comunicação das faculdades sobre esse tipo de informação.

Ainda assim, uma dica pode ser procurar o corpo docente daquela faculdade, isto é, os professores que dão aula lá. 

Mas caso você não encontre nada sobre, você pode: 

  1. Ir nas faculdades, conversar com a diretoria e explicar sua situação;
  2. Conversar com pessoas que já estudam ou estudaram no lugar.

3. Financiamento Pravaler

Vantagens 

  • Taxas de juros competitivas, menores do que as cobradas em bancos e na Alume; 
  • Não depende do desempenho acadêmico do estudante; 

Desvantagens 

  • Renda precisa ser, no mínimo, o dobro do valor da mensalidade do curso;
  • Taxa de juros maiores do que do FIES; 
  • Contratos anuais, então todo ano o aluno precisa renovar;

O financiamento Pravaler é uma opção de crédito que pode ser usado para bancar faculdades privadas em todo o país. Ou seja, o Pravaler é uma alternativa ao Fies. 

Então, se você não foi aprovado pelo Fies e quer cursar sua faculdade, o Pravaler pode te ajudar. 

Como o financiamento estudantil Pravaler funciona?

No crédito do Pravaler você tem o dobro do tempo para pagar o valor das mensalidades da faculdade.

Ou seja,  se a mensalidade da faculdade de medicina é originalmente 8.000 reais por mês e dura 6 anos, usando o Pravaler você paga 4.000 reais por mês, durante 12 anos, em média (sem contar com os juros). 

Quem pode participar do Pravaler?

Ao contrário do FIES, a participação no Pravaler não depende da sua nota no ENEM. 

Assim como em outras modalidades de empréstimo, no PraValer haverá uma análise de crédito que definirá se você pode ou não fazer o financiamento estudantil. 

Além da análise de crédito, para que você participe do Pravaler, é preciso que você: 

  1. Saiba quais as faculdades que aceitam o Pravaler;
  2. Comprove sua renda, que deverá ser de, no mínimo, duas vezes o valor da mensalidade do curso; 
  3. Não tenha o nome sujo;

Quais faculdades aceitam o financiamento estudantil Pravaler?

Para saber qual faculdade tem convênio com o Pravaler você pode acessar o site e conferir a lista completa de universidades que possuem convênio com o programa. 

Porém, algumas faculdades que aceitam o Pravaler são: Estácio, Unip, FGV, Unicid e Mackenzie, Uni Bh, Una, Dom Helder, Nilton Paiva, Ibmec, Unisuam, UniJorge, FGN

Posso antecipar as parcelas do Pravaler?

Sim! Quando você antecipa as parcelas de um financiamento, dizemos que você está amortizando sua dívida. 

Então, no caso do Pravaler é super possível (e recomendado) que você antecipe suas parcelas, com isso você diminui o valor das parcelas ou a quantidade de parcelas a serem pagas. 

No caso, você pode amortizar qualquer tipo de dívida e, inclusive, nós recomendamos fortemente que se faça isso. Se quer entender mais sobre o assunto, confira também: 

É possível simular o valor da prestação do Pravaler?

Sim, é possível fazer essa simulação. Porém, é preciso que você se cadastre no site do Pravaler, com informações como e-mail, nome e CPF.

Em seguida, eles fazem uma breve análise de crédito e estimam o valor das taxas praticadas, considerando seu caso específico. 

Confira a simulação que fizemos:

Simulando o financiamento estudantil Pravaler

Para simular as taxas do Pravaler, consideramos o perfil de alguém que quer saber o preço da mensalidade de uma faculdade de medicina, em Belo Horizonte. Ao fazer a simulação o resultado encontrado foi para o curso de medicina na UniBH: 

financiamento estudantil pravaler

Ou seja, no primeiro ano de contrato do PraValer você paga um valor de R$5.673,79 por mês, referente ao financiamento do primeiro ano da faculdade. Vale lembrar que se você financia o equivalente a um ano de mensalidade, você pagará as parcelas do empréstimo no dobro do tempo, em 2 anos. 

Dessa forma, o valor total desembolsado será de:

5.673,79 (valor da prestação do financiamento) x 24 (tempo, em meses, que você pagará as parcelas) = 136.170,96 reais 

Caso você não fizesse o financiamento, para pagar as mensalidades da faculdade durante um ano você gastaria: 

10.649 (valor da mensalidade sem financiamento)  x  12 (tempo, em meses, que você pagará as mensalidades) = 127.788 reais

 

Quais as taxas do Pravaler?

Conforme o site do Pravaler, as taxas de juros do programa podem chegar até 0,99% ao mês. 

Fazendo a simulação para financiar a faculdade de medicina, as taxas iniciais praticadas são de 0.99% ao mês. Porém, a taxa de juros diminui a cada ano e é reajustada pela taxa de inflação (IPCA). Veja a informação retirada do site: 

taxas pravaler

Para ficar mais claro, veja quanto você pagaria de juros, no caso do Pravaler, considerando os gastos com uma faculdade de medicina de 6 anos, cuja mensalidade é de R$10.649 reais/mês: 

comparativo financiamento estudantil pravaler

** valor total referente ao financiamento do Pravaler considera somente a taxa de juros sem o  reajuste com o IPCA

Ou seja, ao fazer o financiamento do Pravaler você pagaria cerca de R$138.385,11 referente a juros, pensando em um financiamento de toda a faculdade (6 anos). 

4. Financiamento estudantil Alume

Vantagens

  • Os recursos do financiamento são liberados rapidamente; 
  • Os estudantes podem escolher entre pagar o financiamento em parcelas mensais ou anuais.
  • Possibilidade de financiamento com imóvel em garantia;

 Desvantagens 

  • Taxas de juros, no geral, mais altas do que do FIES e PraValer; 
  • Atende somente estudantes de medicina; 
  • Há limitação no período do curso em que que o aluno pode pedir o financiamento; 

A Alume apresenta uma solução de crédito especializada em financiar estudantes de faculdades de medicina. Essa opção é mais fácil de conseguir do que as já citadas, porém suas taxas são geralmente mais altas.

duas modalidades da Alume, uma com imóvel de garantia e a segunda que necessita de um avalista/fiador. 

Opção 1: Financiamento com imóvel de garantia

Esta opção te permite financiar a partir do terceiro período do curso. Nessa modalidade, as taxas são a partir de 0,99% + IPCA. Quanto ao tempo para pagar o financiamento, seus pagamentos mensais podem ser estendidos até 15 anos após a formatura.

Opção 2: Financiamento estudantil com avalista

Na opção de financiar com avalista, disponível para alunos que vão começar o nono período, os juros são mais altos e o prazo de pagamento mais curto. Porém, não é necessário ter um imóvel como garantia.

Assim, para garantir este financiamento estudantil é necessário avalistas/fiadores, podendo ser um ou dois que tenham uma renda mensal somada de no mínimo o triplo do valor da mensalidade. Dessa forma, a condição de renda do avalista restringe muito o público do financiamento.

Nesta opção a taxa será de a partir de 1,99% + IPCA e terá um prazo de 5 anos após a formatura para concluir o pagamento.

 

ModalidadeInícioPrazo de pagamento após a formaturaTaxa
Financiamento com imóvel de garantia3° período15 anos0,99% + IPCA a.m.
Financiamento com avalista9° período5 anos1,99% + IPCA a.m.

 

Com a Alume, como fica o pagamento das mensalidade

Ao contratar o financiamento estudantil da Alume, você receberá no início do semestre o valor necessário para pagar todo o semestre.

A partir disso você vai pagar mensalmente uma quantia à Alume referente ao que foi pago à faculdade, juntamente aos juros sobre o montante. Posteriormente, após o fim da faculdade, essa quantia mensal irá aumentar de valor.

Portanto, os pagamentos para a Alume podem variar de 4 a 6 mil reais por mês, dependendo do valor da mensalidade do curso e da modalidade do financiamento.

Portanto, com a Alume, ainda será necessário desembolsar uma parcela mensal significativa para cobrir parte dos custos da faculdade de medicina, enquanto ainda cursa a faculdade. Isso torna a Alume um programa restrito a quem tem condições financeiras de arcar com parte da mensalidade.

Ainda, a Alume permite fechar o financiamento sem que você precise ir presencialmente na empresa, e também fazer simulações sem precisar dos documentos da faculdade.

 

Usando o simulador da Alume

Simulamos como seria o pagamento financiando a partir do terceiro período, considerando uma mensalidade de 10 mil reais e utilizando um imóvel avaliado em 1 milhão de reais como garantia. O resultado, tendo em vista a menor taxa com que eles trabalham, foi o seguinte:

simulador alume

Ainda assim, para realizar a simulação é necessário se cadastrar no site com os dados pessoais, os dados do imóvel a ser colocado como garantia ou a renda do avalista, dependendo da modalidade escolhida. Há vários passos para fazer o cadastro, incluindo criar login com e-mail e senha, no entanto não é algo que demore mais de 10 minutos.

Em suma, além do valor mensal pago durante a faculdade, o estudante terá que desembolsar aproximadamente 792 mil reais pelos próximos 10 anos após a formatura.

Abaixo, trouxemos quanto você pagaria, no total, com a Alume, pensando em uma faculdade no mesmo valor (10.000 reais por mês): 

financiamento alume

Ou seja, ao fazer o financiamento da Alume você pagaria cerca de R$521.307,94 referente a juros.

5. Financiar em bancos

Por fim, temos os bancos, que, de forma geral, apresentam as taxas mais altas do mercado e variam conforme três fatores:

  1. A sua condição financeira;
  2. O seu relacionamento com o banco;
  3. Seu histórico de créditos e pagamentos.

Mas, caso você tenha um bom histórico com o banco vale a pena tentar, pois você pode conseguir taxas mais baixas.

Bancos de abrangência nacional

Para falar sobre os famosos “bancões”, trouxemos aqui o exemplo do Santander e Bradesco. 

Santander

Segundo Lucas Furtado, diretor da Alume, as taxas do Santander são bem interessantes, pois variam a partir de 1,82% ao mês.

Quanto ao prazo de pagamento, ele pode se estender até o dobro do período do curso.

Para ficar mais claro, testamos o simulador de financiamento estudantil do Santander. O prazo máximo que o Santander permite o financiamento é de 1 ano. Então, para a simulação consideramos o financiamento estudantil de medicina, em uma faculdade com mensalidade de 10 mil reais, e um prazo de 12 meses. Veja:

financiamento estudantil santander

Assim, considerando em uma mensalidade de 10 mil reais e curso com duração de 6 anos e a taxa de 1.82% ao mês temos:

comparativo santander

Bradesco

Logo depois do Santander, o próximo colocado neste ranking é o Bradesco. As taxas desse banco são a partir de 2,17% ao mês.

Assim como no Santander, o prazo de pagamento pode se estender até o dobro do período do curso.

Pensando em uma mensalidade de 10 mil reais e curso com duração de 6 anos, temos:

bradesco

Bancos regionais

Dependendo de onde você reside, ainda pode encontrar a opção de bancos da sua região. Ou seja, é possível fazer o financiamento da sua faculdade de medicina com bancos regionais, como o Banrisul, Sicoob e o Banco do Nordeste.

Para ficar mais claro, vamos usar como exemplo o Sicoob, que é de Minas Gerais. Nele, você é sujeito a análise de crédito, o financiamento tem imóvel como garantia e você só pode financiar a partir do 5º período da faculdade. Já sobre a taxa de juros, não há o que possamos antecipar, já que ela dependerá da análise de crédito.

Simulando as taxas nos bancos regionais

Para exemplificar qual a média de taxa cobrada em bancos regionais, fizemos uma simulação no Sicoob

Depois de informar o CPF, é preciso que você selecione o tipo de curso, podendo ser graduação presencial, técnico ou pós presencial, por exemplo. A partir disso, são direcionadas as cidades que você pode escolher e os cursos disponíveis.

No caso do Sicoob, é possível que você financie até 6 mensalidades. Então, simulamos um financiamento de uma faculdade de medicina, em Juiz de Fora (MG) que tem o valor da mensalidade de R$9.158,40.

Nesse caso, o resultado foi de uma taxa de juros de 0,81% ao mês. com um custo efetivo total (CET) de 14,56% ao ano. Veja:

sicoob

Abaixo, trouxemos um comparativo do valor total gasto com o financiamento do SICOOB: 

sicoob

Comparando as opções de financiamento

Enfim, deu para entender que cada alternativa tem suas vantagens e desvantagens. Mas que, apesar disso, o FIES é definitivamente a melhor opção. 

Para ficar mais claro, organizamos a seguinte comparação:

comparação financiamento estudantil

Se você não quiser financiar, se planeje!

Bem, se você pode evitar financiar o caminho para isso é o planejamento. Faça uma poupança prévia, pois quanto mais dívidas puderem ser evitadas, melhor. 

Se possível, tire um tempo a mais antes de começar os estudos para trabalhar e juntar dinheiro para reduzir a quantidade a ser financiada.

Um caminho para você que quer poupar para arcar com os custos da educação é investir no Educa Mais, um título do Tesouro Direto que é uma opção de investimento seguro voltado para os estudos. 

Se você quer saber o que é o Tesouro Direto Educa +, como ele funciona, quanto seu dinheiro rende, quais as vantagens e desvantagens, confira nosso conteúdo sobre o assunto

Resumindo: financiar o curso ou não?

Antes de financiar, busque universidades públicas, bolsas acadêmicas e o Prouni. Mas, se precisar financiar a faculdade, o FIES é a melhor opção. 

Quanto aos outros financiamentos, tome cuidado com os juros altos. Pense bem, é uma dívida duradoura, e você terá que pagar mesmo depois da formatura. 

Considere financiamentos internos da faculdade e confira se o Pravaler tem convênio com a faculdade que você quer cursar, já que ele tem juros baixos.

Ainda assim, a Alume também pode ser uma alternativa para quem quer cursar medicina, apesar de ter critérios mais rigorosos, que podem não se encaixar na realidade da maior parte dos brasileiros. 

Já o Santander e o Bradesco têm taxas altas, então não deixe de checar bancos regionais ou bancos que você tenha um bom relacionamento, pois pode ser que você consiga condições melhores!

Ainda assim ficou com alguma dúvida? Conta para a gente! Estamos aqui para te ajudar.

Também achamos que você vai gostar: 

15 comentários em “Financiamento Estudantil: FIES, Pravaler, Alume ou Bancos: como decidir?”

  1. Alume não resolve a vida de quem não tem condições. Primeiro NÃO ACEITAM GARANTIA DE IMÓVEL na região norte e nordeste, sem justificativas (usam desculpas esfarrapadas), depois usam taxas de 2% ao mês (1,99%), mas o/os fiadores devem ganhar o dobro do valor da mensalidade. Mas de qlq forma você vai pagar ao Alume quedé metade da mensalidade. O PRAVALER funciona da mesma forma que o Alume, exatamente da mesma forma, quanto ao fiador, e a TAXA É DE 0,99%, ou seja, muito mas baixa. Infelizmente estão fazendo a propaganda do Alume e não podem citar o PRAVALER. Cuidado, nem tudo que brilho é ouro, e não é o único.

  2. Ada Beatriz luz silva

    Olá, gostaria de fazer um orçamento de 30% da mensalidade, já estou no 7` período de medicina na uniceuma, na cidade de Imperatriz -MA, o valor atual da mensalidade 10.850,00, por favor entra em contato pelo whatsapp 99 991128266

    1. Boa tarde, Mariana, tudo bem?

      Bom, para o caso que você descreveu, não vejo nenhum motivo que te impeça de recorrer ao FIES para fazer uma nova graduação, mesmo já tendo feito uma em 2004 em uma faculdade particular! De acordo com o MEC, não poderão se candidatar ao processo seletivo do Fies os alunos:
      – cuja matrícula acadêmica esteja em situação de trancamento geral de disciplinas no momento da inscrição;
      – que já tenham sido beneficiados pelo Fies;
      – que sejam responsáveis por inadimplência junto ao Programa de Crédito Educativo (PCE/CREDUC);
      – beneficiários de bolsa integral do Programa Universidade para Todos (ProUni);
      – beneficiários de bolsa parcial do Programa Universidade para Todos, em curso/habilitação/turno diferente daquele vinculado à bolsa ProUni; e
      cuja renda bruta total mensal familiar seja inferior ao valor da mensalidade do curso a ser financiado. Essa restrição não se aplica aos bolsistas parciais de 50% do ProUni e aos bolsistas complementares de 25%, pois esse grupo não passa por processo seletivo para obter o Fies – já tem assegurado o financiamento desde que observadas algumas condições.

      Sendo assim, se você não se enquadra em nenhum desses pontos e está de acordo com os pré-requisitos para se candidatar ao FIES, você pode tentar o financiamento!

      Espero ter ajudado! Muito obrigado pelo seu comentário! Se quiser nos ajudar, gostaríamos de pedir um testemunho sobre o nosso trabalho no linkedin, que assine nossas mídias sociais em youtube, instagram, twitter ou facebook e que compartilhe nosso conteúdo ou clique nos nossos links sempre que possível. Isso não custa nada pra você e nos auxilia a continuar ajudando um montão de gente.

      1. Alan Mendes Teodoro

        Olá Eduarda. Me formei em farmácia em 2002, agora passei em Medicina, mas infelizmente não consigo arcar com os custos. Fui procurar o FIES e PROUNI, mas como não fiz ENEM, parece que não tenho direito, isso procede?

        1. Bom dia, Alan!

          Sim, para utilizar o FIES ou o PROUNI é preciso ter feito ENEM, ter tido uma média de pelo menos 450 pontos e não ter zerado a redação. Como você não fez o ENEM, sugiro que procure outras alternativas, como as que trouxemos nesse post!

          Espero ter ajudado! Muito obrigado pelo seu comentário! Se quiser nos ajudar, gostaríamos de pedir um testemunho sobre o nosso trabalho no linkedin, que assine nossas mídias sociais em youtube, instagram, twitter ou facebook e que compartilhe nosso conteúdo ou clique nos nossos links sempre que possível. Isso não custa nada pra você e nos auxilia a continuar ajudando um montão de gente.

  3. Eu acho que esse comércio enganador estudantil deveria responder processo indenizatório. Todos sem exceção. Brasil vive somente para enganar os jovens com esses financiamentos absurdos desses bancos ladrões . Bradesco, santander e varios.

  4. Rucardo de souza

    Eu acho que esse comércio enganador estudantil deveria responder processo indenizatório. Todos sem exceção. Brasil vive somente para enganar os jovens com esses financiamentos absurdos desses bancos ladrões . Bradesco, santander e varios.

  5. Anhanguera do MS está entre uma das mais caras do Brasil e vcs colocam como indicação de entidade sem fins lucrativos???? (Quase 14 mil por mês ) e algumas indicações ai dessa lista tem curso que não foi aprovado pelo MEC, ou seja , a pessoa fica endividada e ainda tem um diploma não reconhecido. Façam o favor de pesquisar antes de publicar

    1. Bárbara Marçolla Lafetá

      Boa tarde, Francielle!
      Primeiramente, gostaríamos de agradecer pelo seu comentário e, inclusive, por causa do ponto que você trouxe fizemos atualizações no nosso texto! Sentimos muito pelo erro e esperamos que você tenha gostado do restante do conteúdo.
      Espero ter te ajudado! Se também quiser nos ajudar, gostaríamos de pedir um testemunho sobre o nosso trabalho no linkedin, que assine nossas mídias sociais em youtube, instagram, twitter ou facebook e que compartilhe nosso conteúdo ou clique nos nossos links sempre que possível. Isso não custa nada pra você e nos auxilia a continuar ajudando um montão de gente.

    1. Bom dia, Suzanete!

      Para você contratar o financiamento estudantil da Alume entre no site deles: https://alume.com/

      Depois conta pra gente como foi sua experiência!

      Esperamos ter ajudado. Se também quiser nos ajudar, gostaríamos de pedir um testemunho sobre o nosso trabalho no linkedin, que assine nossas mídias sociais em youtube, instagram, twitter ou facebook e que compartilhe nosso conteúdo ou clique nos nossos links sempre que possível. Isso não custa nada pra você e nos auxilia a continuar ajudando um montão de gente.

  6. BOM DIA.
    TENHO DOIS FILHOS QUE FAZEM MEDICINA UMA TA NO TERCEIRO ANO NA FIMCA A OUTRA TA NO NONO ANO PERIODO NA SÃO LUCAS NUNCA ATRASEI NENHUMA MENSALIDADE POIS ALEM DE APOSENTADO SOU EMPRESÁRIO NO RAMO DE CONSTRUÇÃO DE REDE E SUBESTAÇÃO DE ENERGIA TENTEI VI SEGUIR O FINANCIAMENTO PELA ALUME PARA O 9 PERIODO DA MINHA FILHA MAIS FOI NEGADO.
    POR ISSO ACHO 1UE ESSA ALUME É FRAUDE.

    1. Obrigado pelo seu relato João e parabéns por duas filhas estudiosas, futuras médicas.
      Se me permite, gostaria de encaminhar seu relato à Alume, para tentar entender melhor o que houve. Se não quiser expor aqui, me passe dados de identificação do caso no nosso email – [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima