Algar, Claro, Nextel, Oi, Tim ou Vivo – Soluções em telefonia móvel

Oi? Agora é telefonia móvel?

Sim, é hora da telefonia móvel! Em ordem alfabética, as 6 principais empresas brasileiras do setor (Algar, Claro, Nextel, Oi, Tim e Vivo) na berlinda para você.

Já havíamos feito uma série com 5 textos falando do calvário para contratação de serviços de telefonia residencial. No caso, foram serviços de telecomunicações fixos.

Contratar telecomunicações para residência: um show de horrores – Parte I

Contratar telecomunicações para residência: um show de horrores – Parte II

Contratar telecomunicações para residência: um show de horrores – Parte III

Contratar telecomunicações para residência: um show de horrores – Parte IV

Contratar telecomunicações para residência: um show de horrores – Parte V

Falamos em outro post sobre a troca de operadora de telefonia celular. O foco neste último foi a portabilidade, também para pessoas físicas. O mercado corporativo, até agora, não foi nosso foco. Reconhecendo sua importância, comprometemo-nos em breve a falar sobre telefonia móvel para empresas. Apesar dos processos serem parecidos, há nuances que os diferenciam. Há planos que são preparados para pessoas jurídicas, outros exclusivos para pessoas físicas. Isto tem mais a ver com estratégia comercial das empresas do que de tecnologia propriamente.

Não se cansam de falar sobre telefonia?

Não se cansam de falar sobre isto? Talvez valha a pena escrever 2 parágrafos para esclarecer nossa filosofia. Na verdade, não nos cansamos de falar para você sobre assuntos que podem representar redução de custos sem contrapartida significativa em perda de qualidade de vida. Nós estamos sempre buscando oferecer soluções aliadas à educação financeira. Muitas vezes a coisa requer raciocínio. Outras, conseguimos deixar bem mastigada. De qualquer forma, sempre que se exige raciocínio dá-se a oportunidade de maior aprendizado. E no frigir dos ovos isto é mais importante.

Temos tentado esgotar este assunto, bem como buscamos discutir questões como energia solar, maquininhas de cartões, dentre outros. Na verdade, não temos a pretensão de esgotar assuntos tão amplos. Mas tentamos reunir o máximo de dados, informações e conhecimentos que podemos. Apresentamos também, sempre que possível, nossas experiências. Tudo isto para facilitar seu trabalho. Esta é a nossa filosofia: oferecer facilidades a nossos leitores e usuários. E, sempre que possível, gratuitas. Claro que nem sempre é possível, principalmente quando envolvem custos para nós. Mas, no máximo, a um valor justo.

Claro: o tema pode ser o mesmo, mas o teor tem diferenças

Retornando ao tema, como dito acima, pode até não parecer, mas as contratações tem detalhes diversos. Por exemplo, quando você contrata banda larga para sua casa (banda larga fixa) você não precisa se preocupar com a franquia mensal. Pelo menos por enquanto. Já quando falamos de banda larga móvel, a quantidade de dados que você consome passa a ser relevante. Os planos de telefonia móvel apresentam limites de volume de dados por unidades de tempo. Desconheço a existência de serviço de telefonia móvel de qualidade sem franquia de tráfego. Ou seja, se falarem que é de uso ilimitado, desconfie: a velocidade pode ser baixa…

Da mesma forma, é diferente contratar telefonia móvel pessoal e empresarial. Sua tolerância a menor qualidade do serviço costuma ser maior para o serviço pessoal. Por outro lado, o preço deixa de ser tão importante. Claro: desde que a operadora não cobre nenhum absurdo, ou seja, os valores estejam em linha com o praticado pelas outras operadoras. Que empresa com boa governança está disposta a pagar por determinado serviço cinco, dez vezes mais se não tiver um diferencial significativo? A menos que o valor agregado seja realmente fantástico – e aí são produtos distintos – acredito que nenhuma.

O que agrega valor a um produto?

Que empresa que, para uma necessidade satisfeita por um VW Gol, se dispõe a comprar uma BMW? A menos que você precise de uma BMW, não pagará mais do que um VW Gol. Depois a Volkswagen e a BMW acertam comigo o merchandising até agora gratuito. Se outra montadora reclamar, por questão de isonomia, poderemos fazer propaganda para Ferrari, Lamborghini…

Voltando a falar sério depois dessa brincadeira com duas montadoras, com telefonia móvel para empresas não é diferente. Espera-se ter serviços similares por preços similares. Para cobrar um pouco mais a operadora deve agregar mais valor. Lembrete: quem determina que diferencial agrega valor não é a operadora. É você quem deve saber o que é melhor para atender às suas necessidades de comunicação. Portanto, não caia na lábia de vendedores bem treinados.

Olho vivo! Onde estão os diferenciais atualmente?

Partindo do pressuposto em que você tem à sua disposição cinco ou seis operadoras, ou seja, você está em um grande centro urbano, você deve buscar alguns aspectos como:

  • Cobertura: Quanto mais localidades cobertas, melhor. Mas a estatística pura não resolve pontualmente. Você precisa pesquisar para as localidades que você tem necessidade como é a cobertura da operadora desejada. Por exemplo, na rua em que moro tem uma grande operadora que não tem sinal minimamente razoável. No bairro ela funciona bem, inclusive com alta velocidade e disponibilidade. Mas na minha rua, em minha casa, infelizmente não posso contar com ela.
  • Velocidade de Conexão (2G, 3G, 4G, 4,5G, em breve 5G, etc.): Quanto mais localidades atendidas por 4,5G e 4G, melhor. Se não tem necessidade de velocidade, considere também velocidade 3G. Ou até 2G, ciente que uma conexão 2G é bastante limitada para os padrões atuais.

Franquias como diferenciais

  • Franquia de dados: Quanto mais gigabytes por usuário por mês, melhor. Isto é quase óbvio e é uma matemática linear, praticamente.
  • Franquia de voz: Apesar de cada vez usarmos menos a telefonia propriamente dita, quanto mais minutos disponíveis, melhor. Destaco a existência de vários planos comercializados que oferecem tráfego de voz ilimitado para fixo e móvel, seja local ou interurbano.
  • Franquia de SMS: SMS é aquele serviço de texto que praticamente caiu em desuso. Considerando que o WhatsApp, Viber e afins às vezes falham, o serviço de SMS pode salvar em alguns momentos. A maioria dos planos hoje comercializados oferecem SMS ilimitados. Abuse e use. Lembramos que SMS não consome nem requer plano de dados: basta a conexão com a rede da operadora.
  • Custo: Naturalmente, se os demais itens foram atendidos, quanto menores, melhor.

Itens que também podem ser considerados

  • Outros itens que sugiro considerar são a opinião de usuários e os índices de reclamação. Sites como Reclame Aqui, Anatel, etc. são boas fontes de pesquisa.

Extras, bônus e afins

Temos que acompanhar também a oferta de pequenos mimos que elas costumam oferecer. Por exemplo, durante a Copa do Mundo deste ano, temos algumas promoções. Tem operadora que disponibiliza gratuitamente para quem cumpra determinados requisitos os jogos da Copa sem consumo de seu plano de dados. Alguns requisitos são:

  • Possuir serviço pós pago contratado junto com o plano de TV por assinatura (em um combo).
  • Que tenha determinados canais (bem específicos) no plano de TV por assinatura.

Enquanto esta é uma promoção (interessante para quem quer acompanhar a Copa do Mundo) temporária, há outras permanentes. Por exemplo, aparelhos móveis subsidiados. Se você está pensando em trocar seu aparelho, atenção às ofertas que as operadoras colocam à disposição.

Fizemos pesquisa preliminar em seis grandes operadoras de telefonia móvel: Algar Telecom, Claro, Nextel, Oi, Tim e Vivo. Cito-as em ordem alfabética para não me deixar ser tendencioso. Naturalmente, é complicado ser taxativo ao afirmar que uma empresa é melhor que outra.

Houvesse uma resposta definitiva a esta pergunta e as demais operadoras estariam naturalmente excluídas do jogo. Felizmente não é assim que funciona, e a concorrência (ainda que pequena) está aí. Ao fazer este trabalho você perceberá que terá que comparar cebolas com cenouras. Caberá a você decidir se na sua receita você precisa de cebola, cenoura, ambas ou nenhuma delas.

Desçam do muro!

Descemos! Sem problemas! Aliás, ficar em cima do muro ao tomar decisões geralmente é a pior decisão. Mas não podemos decidir por você. Para trazer subsídios para sua decisão, visitamos na Internet as páginas de algumas operadoras de telefonia móvel. Como o leitor poderá perceber, a tarefa não é muito agradável nem simples. Às vezes a mim parece que as operadoras estão escondendo as informações. Talvez seja estratégia comercial para que os concorrentes não consigam acompanhar. Talvez, uma estratégia para dificultar a documentação pelo consumidor. Ou talvez apenas temos sites mal feitos. Não acredito nessa última opção, mas é uma alternativa e, como tal, não pode ser previamente descartada.

A Algar Telecom tem atuação mais restrita à região do Triângulo Mineiro, além de outras cidades em Minas Gerais, Goiás e no estado de São Paulo. A Nextel está mais presente nos grandes centros. Já Claro, Oi, TIM e Vivo tem maior capilaridade e, portanto, são mais conhecidas. Essas últimas detém mais de 95% do market share brasileiro de telefonia móvel. Além disso, a cobertura das quatro é bem maior do que das outras duas.

Analisando estes parâmetros apontados acima, destacamos duas operadoras que sobressaíram: Tim e Vivo, por razões diferentes. A Vivo destaca-se pela qualidade de voz e cobertura, a Tim pelo preço e velocidades de conexão. O comparativo de franquias foi agregado ao custo, pois é possível contratar uma franquia um pouco maior pagando-se um pouco mais. Observe, entretanto, o que já falamos acima: a análise da cobertura deve ser feita individualmente, caso a caso. Uma cobertura que é boa para 99% da população brasileira não é boa para 1%. E você pode estar, por alguma ironia do destino, justamente neste 1% neste caso.

Observação interessante

Um fator interessante é que a Vivo, por questões diversas, inclusive de investimentos, é a que possui maior mercado. Isto quando analisamos o país inteiro. Em algumas regiões, estados, ou até cidades, esta situação pode ser diferente. Em determinados locais o market share da Vivo é realmente o maior. Em outros, a Claro. Também a Oi e a Tim tem seus lugares de destaque em outros estados. Apenas para exemplificar, segue uma tabelinha com o market share em abril de 2018 das principais operadoras. Os dados são nacionais e extraídos de uma planilha (com dados brutos) disponibilizada pela Anatel em neste link.

OperadoraMarket share (percentuais aproximados)
Vivo31,8%
Claro25,0%
TIM24,4%
Oi16,5%
Nextel1,3%
Algar0,6%
Outras0,4%

Destaco que este mercado, em abril, representava mais de 235 milhões de chips de telefones móveis celulares ativos. Isto representa mais de um chip por habitante! A Vivo lidera, como pode ser visto. Claro e Tim disputam palmo a palmo, ou cliente a cliente, o segundo lugar. Mas enquanto a Claro está com leve crescimento na base, a Tim está perdendo clientes. A Oi, ainda em recuperação judicial, que vinha perdendo mercado dia após dia, parece que conseguiu estabilizar. As outras, somadas, mal superam a casa dos 2% de mercado. Tim e Vivo foram as duas únicas a perder quantidade de clientes, diga-se de passagem. Todas as demais conseguiram ativar mais chips do que desativar em abril de 2018.

Nem sempre a melhor solução teórica é a melhor pra você

Reforço o meu caso para que sirva de exemplo, algo bem vivo. Pelo menos uma das cinco grandes que atuam em Belo Horizonte, com boa cobertura de sinal na cidade não me atende. Não me atende porque se na maior parte da Região Metropolitana de Belo Horizonte ela é muito boa, no meu endereço não funciona. E se não funciona no meu endereço, não me atende. Afinal, parte não desprezível do dia estou em casa. E gostaria de contar com o serviço contratado.

Garimpando as informações nos sites das operadoras

Visitando os sites você perceberá que nem todas as informações estão disponíveis, ou não estão em local de fácil acesso. Algumas estão escondidas ou, talvez, nem estejam disponíveis no site. Muitas vezes é necessário obter informações por telefone, o que dá um trabalhinho adicional. Mas, creio, vale a pena. Afinal, ninguém costuma trocar de operadora a cada 6 meses (ou menos). É muito chato este processo para ser seguido com tamanha frequência. Ainda que com a portabilidade, que permite a manutenção do número, é algo que poucos tem prazer em fazer.

Portanto, sugerimos que faça a pesquisa bem feita para só ter este trabalho uma vez até que o cenário realmente se altere. O mercado de telefonia móvel é dinâmico mas nem tanto. Pelo que vislumbramos, a próxima grande transformação deve acontecer quando chegar a tecnologia 5G. O 5G, que deve ser 300 (sem exagero) vezes mais rápida que o 4G, está prevista para chegar ao Brasil em 2 anos (2020). Falaremos dela daqui a algumas semanas. Adianto um conselho: fique vivo para não fechar um contrato de fidelidade de muito longo prazo agora.

Dica final

Nem sempre a melhor solução para você é pós paga. Às vezes um serviço de telefonia móvel pré pago te atende melhor. Sugerimos considerar também os planos pré pagos quando for fazer a sua análise. Espero que esta dica não tenha chegado tarde demais, ou seja, que você tenha seguido seu roteiro enquanto lia.

Às vezes, especialmente para quem não consome muito serviço de dados ou voz, pode ser mais interessante um plano pré. Ou para quem usa muito serviço de dados, mas é disciplinado para utilizar principalmente quando tem WiFi disponível. E haja disciplina, é verdade. Uma coisa que consome muito de seu plano de dados é vídeo. Um jogo de futebol sem transmissão durante o intervalo consome em torno de 2 GB. É isto mesmo! Aproximadamente 90 minutos de streaming em qualidade baixa consomem 2GB. Aproximadamente 1,3 GB por hora. Isto na operadora que uso, com o meu telefone. Há diferenças (maiores ou menores) entre aparelhos, qualidade de vídeo, etc. Este número serve como referência. Se falarmos em transmissão em HD, então, este valor é muito maior. Transmissões ao vivo também podem ocupar larguras de banda diferentes e, portanto, influenciar este consumo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *