Icatu Seguros
Fundos de Investimento: Não basta ver a rentabilidade passada, tem que ficar de olho no Gestor!

Fundos de Investimento: Não basta ver a rentabilidade passada, tem que ficar de olho no Gestor!

Em tempos de queda nas taxas de juros, muitos investidores buscam alternativas para aumentar a rentabilidade na renda fixa e com isso aumenta a procura por fundos de investimento, especialmente dos chamados fundos multimercados, que apresentaram rentabilidades excelentes em 2016. Surgiram nos últimos anos diversos comparadores de fundos que têm ajudado bastante o investidor, dos quais merecem destaque os dois abaixo:

COMPARADORES DE FUNDOS:

Comparador de Fundos da Magnetis

Comparador de Fundos da Vérios

Por meio destes comparadores é possível acompanhar a rentabilidade, comparar com o benchmark desejado (CDI, Ibovespa, etc) e analisar outras diversas informações sobre o fundo de investimento no qual tem interesse. Ao gerar o comparativo, muitas vezes ficamos muito animados, considerando em especial o excelente desempenho que um determinado fundo “vinha” registrando.

A propósito, conforme destacado entre aspas, dei propositalmente uma ênfase na palavra “vinha”. Qual o motivo? Simples, foi por causa daquela famosa frase que nunca falta nos prospectos com informações dos fundos de investimento: “Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura”.

Por esse motivo, além da rentabilidade passada, é preciso estar bem atento quem é o gestor e se ele continuará no comando  do fundo.  É o gestor o responsável pela compra e venda dos ativos do fundo, buscando seguir, é claro, os objetivos e política de investimento estabelecidos no regulamento. Ou seja, é a figura principal quando se fala em rentabilidade, já que é ele quem decide onde investir os recursos dos cotistas do fundo.

Para se ter uma ideia da importância do gestor,  recentemente  José  Alberto Tovar deixou o comando da ARX Investimentos e levou parte da equipe para fundar sua própria gestora, a Truxt Investimentos. Na ARX geria fundos multimercados bastante reconhecidos pelos investidores em razão do excelente desempenho, a exemplo do ARX EXTRA, cuja rentabilidade apresentamos abaixo:

.

.

.

Em razão da sua saída, alguns investidores da ARX pediram resgate de suas cotas e já foram atrás de Tovar para aplicar nos fundos disponibilizados pela sua nova gestora. Para ter uma ideia de como o gestor faz diferença, em apenas 3 dias, os fundos da gestora Truxt Investimentos captaram R$ 1,2 bilhão!

Tal como ele, há diversos outros gestores que são capazes de levar montanhas de dinheiro para onde vão, a exemplo de Márcio Appel (Adam Capital) e Luis Stuhlberger (Verde Asset), que estão entre os mais reconhecidos e respeitados gestores de fundos de investimentos do país.

A questão que fica é: Será que o ARX EXTRA e outros fundos da gestora que o Tovar comandava continuarão tendo o excelente desempenho de antes? Provavelmente não, e é por isso que, antes de ver a rentabilidade passada, primeiro é preciso estar sempre de olho no Gestor!

Boa semana e bons investimentos a todos!

 

Autor

Fabrício Ferreira
Fabrício S. Ferreira é mestre em Administração (Ênfase em Finanças) pelo Instituto COPPEAD - UFRJ e especialista em Finanças Bancárias pela PUC-MG. Possui experiência de mais de 15 anos no mercado financeiro, especialmente no mercado de capitais. Neste espaço, pretende esclarecer dúvidas e apresentar diferentes alternativas de investimento para que o leitor possa avaliar a mais adequada às suas necessidades.

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *