Palestra: Como gerir uma franquia e fazê-la um sucesso?

Como gerenciar a sua franquia

Qual a importância de gerenciar bem uma franquia? Um franquia de sucesso depende de uma boa escolha e de uma boa gestão, não é mesmo? Já até falamos sobre franquia em outro post, leia aqui! Esses temas e outros foram abordados em mais uma palestra ministrada pelo Educando seu Bolso.

A palestra

O Educando seu Bolso foi convidado e realizou uma palestra no Congresso Nacional Uptime 2018, no dia 04/01/2018, acerca da Gestão Financeira dos franqueados. Foi uma ótima experiência, com o auditório repleto e com uma ótima receptividade dos participantes!

Temas abordados

Falamos sobre temas ligados à gestão das franquias, ou seja, do pequeno negócio do franqueado. Os participantes foram provocados a refletirem sobre como estão atuando na gestão financeira da franquia, tais, como se encontrar nos relatórios, se sabem o lucro no fim do mês, a necessidade de medir para poder gerenciar e de ter o controle de todas as movimentações.

Para um franqueado, a importância de não negligenciar uma tarefa tão importante como a gestão financeira da franquia foi abordada, trazendo à tona que não fazê-la impede que se sabia exatamente quanto a empresa fatura e quais os investimentos devem e poder ser feitos.

Separação de Contas

Um dos aspectos que gerou mais interesse foi a abordagem acerca de ser fundamental separar as contas pessoais das contas da empresa! Alguns passos foram explicados para evitar este problema:

  • Manter as contas separadas para pessoa física e pessoa jurídica
  • Definir um pró-labore (dono também tem salário!)
  • Estabelecer a melhor data para a retirada do sócios, de acordo com o fluxo de caixa.

E, para estabelecer o pró-labore, é necessário controlar o orçamento doméstico e saber quais são as despesas pessoais. É, também, fundamental determinar qual função será desempenhada por cada sócio na empresa, pesquisar a remuneração que o mercado paga para essa função.

A gestão financeira dos franqueados

Quanto de dinheiro é necessário para os próximos meses? Onde vou conseguir este dinheiro? Como eu posso utilizar o dinheiro da melhor forma? Essas foram algumas provocações feitas aos participantes! Toda gestão financeira passa por três momentos: Passado, Presente e Futuro.

  • Passado – Monitoramento: registro de informações, preparação e análise de relatórios e reporte financeiro
  • Presente – Controle: definição da política de gastos, fixação de atribuições e do responsável financeiro
  • Futuro – Planejamento: análise dos objetivos e prever a necessidade de recursos

Lucro!

As receitas explodiram e sobrou dinheiro! O que fazer? Viajar? Comprar um carro importado? Talvez não! Existe um regra geral para a retirada do lucro! Chama-se regra do UM TERÇO!

Ferramentas de Gestão

Para ter a informação das Receitas e dos Custos, é necessário ter uma visão ampla de toda a movimentação financeira! É o Raio-X da empresa! Ou seja, analise sem moderação! Outra ferramenta fundamental é o Fluxo de Caixa. Ele ajuda a ter uma visão geral, antecipa problemas e a evitar decisões erradas.

Há, também, ferramentas complementares como o contas à receber, contas à pagar e os bancos. Nas ferramentas de gestão, é, também muito importante controlar os custos! Economizar sempre é interessante. Os nossos simuladores de Contas Digitais e Máquinas de Cartão podem ajudar muito a reduzir as tarifas de instituições financeiras e administradores das máquinas, adequando assim, à necessidade de cada franqueado. Se você é franqueado e a franqueadora não oferece um sistema de gestão, conheça a Conta Azul, a conta.MOBI, o SuperAgendador e o Cobre Fácil! Afinal, gerir os custos é aumentar o caixa disponível, poder investir e gerar mais LUCRO!

Será que o olho do dono que engorda o gado? Não!!! É o trabalho do dono que engorda o gado! Assim, fundamental é gerenciar tudo de perto, utilizar das ferramentas de gestão e ter agilidade e confiança nos dados (que foram lançados diariamente).

Cenários da franquia e da economia

Já pensou em cenários financeiros para o seu negócio? Não? Então, não deixe de simulá-los!

  • Pessimista: faturamento 50% menor que o esperado
  • Realista: faturamento entre -20% e + 20% que o esperado
  • Otimista: faturamento 20% maior que o esperado

E a economia do nosso país, como estão as expectativas para 2018?

  • PIB: +2,50%
  • IPCA: 4,02%
  • IGP-M: 4,39%
  • SELIC: 6,5% a 7% ao ano
  • Dólar: R$ 3,30

Empresário X Empreendedor

Finalizamos nossa participação no Congresso Nacional do Uptime trazendo mais uma provocação que começou com uma fábula de Alberto Ajzental. O autor é graduado em Engenharia Civil, mestre e doutor em Administração de Empresas. Ele milita na área de negócios, estratégia, marketing e economia. Enfim, em tudo aquilo de que o Educando Seu Bolso trata.

A fábula inicia-se com uma pergunta que é uma provocação. “Seu lucro é real no final do mês, ou mal dá para pagar o seu trabalho?”

A história é sobre a personagem fictícia Lúcia. Ela saiu do seu emprego e passou a fazer marmitas em sua comunidade. Cada quentinha, saborosa e honesta, sai por R$ 7,50. Ela costuma vender 50 marmitas por dia, faturando, assim, R$ 375,00. O custo dos ingredientes, do gás e da diária de sua ajudante ficam em torno de R$ 266,00. Sobram para ela, portanto, R$ 109,00 todos os dias. Não é muita coisa: é apenas a remuneração do seu trabalho. Não dá para investir na ampliação do negócio, nem para melhorar sua qualidade de vida.

E, finalizamos com uma pergunta: DE QUE LADO VOCÊ QUER ESTAR?

Agradecemos muito à Uptime pelo convite! Foi dignificante e muito engradecedor para o Educando seu Bolso participar de um evento tão importante e relevante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *