Se você quer saber a melhor opção entre amortizar no prazo, na parcela ou investir seu dinheiro, descubra a melhor opção no nosso Relatório de Amortização

O Gerente Testou: Amazon Kindle

Falaremos hoje sobre o Amazon Kindle!

Isto é quase evidente pelo título do texto: hoje falaremos do Amazon Kindle, suas variantes e alternativas de planos. Mas tudo baseado em nossa experiência com o produto. Portanto, não tome este texto como verdade absoluta: apenas como parâmetro.

Pretendo que você termine este texto sabendo se quer comprar um, o modelo, e talvez até assinar o Unlimited, plano de assinatura de livros para os leitores mais exigentes em termos de quantidade e qualidade.

Escolhi este e-reader por ser o mais vendido no mundo. Você perceberá, entretanto, que muito do que falarei sobre o Amazon Kindle servirá para outros e-readers.

O que é o Amazon Kindle?

Amazon Kindle é o nome comercial do leitor eletrônico de livros, também conhecidos como e-reader, da Amazon. Mas o que é um leitor de livros, ou e-reader? Para quem nunca viu, o Amazon Kindle é muito parecido com um tablet, mas é um produto específico para leitura de livros de forma eletrônica. Inclusive você pode adquirir o livro do Educando seu Bolso em sua versão digital (ou física) pela loja da Amazon.

Através dele você consegue comprar, fazer o download, ler e pesquisar em mídias digitais diversas, como livros, jornais, revistas, etc. utilizando redes sem fio, como WiFi.

Ele está no mercado há mais de 10 anos e, neste período, já foram lançadas 8 gerações de dispositivos. Sim: dispositivos. São vários atualmente, na mesma geração, atendendo a perfis diferenciados. Mas no lançamento em 2007, a Amazon havia apresentado apenas um modelo de aparelho. Neste período, entretanto, a Amazon percebeu que precisava ampliar a gama de produtos ofertados ao mercado.

 

Como funciona o Amazon Kindle?

O funcionamento do Amazon Kindle não é difícil de ser compreendido.

Vale lembrar que na primeira vez que for utilizá-lo, ele atualizará o software. Mas não se assuste com essa demora inicial: costuma ser só no primeiro uso mesmo. Atualizado o software, é hora do cadastro. Você tem que se cadastrar para poder trocar informações, comprar e baixar livros. Ao fazer o registro, você cria uma conta na Amazon.

Para as versões com WiFi, sugiro que configure uma rede para poupar seu plano de dados. Mas não custa dar uma sugestãozinha para fazer sua bateria durar mais: quando não precisar se comunicar com a loja, deixe no Modo Avião. Assim, o WiFi será desligado automaticamente, e será menos coisa tentando consumir a energia de sua bateria. Mas se você não gostou da sugestão, não tem problema: sua bateria deverá durar “só” umas 2 semanas…

Outra dica: lembre-se de cancelar o registro caso venda seu aparelho. Caso contrário, seu nome (e seus dados) continuarão associados ao dispositivo. Cancelar o registro pode evitar muito aborrecimento, principalmente em futuras compras na Amazon que não forem suas. Inclusive, se você gosta de fazer compras online, uma boa é criar uma conta digital. Para a escolher a que te atenda melhor, consulte nosso simulador de contas digitais.

Tudo configurado: quero ler!

Terminou de configurar tudo? Ótimo! Agora você já pode escolher na loja (que fica na página inicial) o título desejado e comprá-lo. Ao comprar, o download inicia-se instantaneamente. Destaco que toda a loja fica em nuvem na Internet, assegurando maior agilidade na “entrega” do produto. Ah, você também pode comprar pelo site da Amazon em seu computador e receber no seu Amazon Kindle. Uma boa sugestão de ebook para você estrear seu Kindle é o livro do Educando seu Bolso, disponível também na versão física. As duas versões estão disponíveis lá na loja da Amazon.

 

Meu Amazon Kindle não tem opção de WiFi. E agora?

Calma! Você pode transferir para seu dispositivo livros comprados no site da Amazon pelo computador. Para tanto, você necessitará de um cabo USB. Não é complicado fazer isto. Você precisa selecionar o livro e direcioná-lo para uma pasta específica em seu computador. Em seguida, você conecta o cabo e faz um copy-and-paste (copia e cola) do computador para seu equipamento. Não creio que terá dificuldades nesta operação partindo-se do pressuposto que você tenha certo domínio de ferramentas do MS Windows (ou equivalente). Mas, se você tiver dificuldades, pode por a culpa em mim: minha didática não é muito boa…

Posso baixar PDF no Amazon Kindle? Como faço?

Yes, you can! Desde que sejam livros legalmente adquiridos. Não é tão simples, mas é possível, sim. Primeiro, você precisa cadastrar um e-mail no seu aparelho. É neste e-mail que os documentos e livros em PDF serão anexados. Em seguida, envie os documentos para seu e-mail do Amazon Kindle. Esta informação está em Personalizar Configurações, dentro de Configurações, que fica dentro do Menu principal.

Pulo do Gato: ao enviar o e-mail, lembre-se de colocar no campo “assunto” a palavra “Convert”. Isto fará com que seu documento já chegue convertido.

Quais os modelos de Amazon Kindle disponíveis?

A oitava geração apresenta uma gama interessante de produtos. Na própria loja da Amazon encontramos alguns disponíveis (e os respectivos preços entre parênteses). As URL abaixo foram criadas no site da Amazon e permitem acesso mais fácil para você. As descrições também foram buscadas lá. Os preços são do dia da publicação deste post, 04 de fevereiro de 2019:

Kindle branco com tela sensível ao toque e Wi-Fi, 8a. Geração (R$299,00);

Kindle preto com tela sensível ao toque e Wi-Fi, 8a. Geração (R$299,00);

Kindle Paperwhite Wi-Fi, iluminação embutida, tela de 6” sensível ao toque de alta definição (R$479,00);

Novo Kindle Oasis, tela de 7” sensível ao toque de alta resolução, à prova d’água, iluminação embutida, Wi-Fi (R$1.149,00).

Há outros modelos que não estavam disponíveis quando fiz a pesquisa, mas não custa colocar o link deles também. Vai que a Amazon resolva oferecê-los novamente…

Kindle Paperwhite Wi-Fi (Branco), iluminação embutida, tela de 6″ sensível ao toque de alta definição;

Kindle Paperwhite com 3G grátis + Wi-Fi, iluminação embutida, tela de 6” sensível ao toque de alta definição;

Kindle Voyage Wi-Fi, iluminação embutida, tela de 6” sensível ao toque de alta resolução;

O Amazon Kindle vale a pena?

Esta é uma pergunta natural, concorda? Um leitor eletrônico de textos vale a pena? Vamos tentar relacionar algumas vantagens e desvantagens do leitor de textos de que estamos falando hoje, sobre o qual temos maior conhecimento. Vale observar que esta comparação fica um pouco prejudicada pelo desconhecimento de funcionamento de concorrentes.

Vantagens:

  • Compacto: você tem vários livros, ou algumas milhares de páginas, concentradas em um único dispositivo;
  • Forma de manuseio: ele é bem leve (ainda mais se comparado a determinados livros), de bom tamanho… Para quem passa muito tempo lendo, perceberá que é menos cansativo ler através de um e-reader do que de um livro físico;
  • A tela é interessante: projetada para não cansar a vista! Há modelos que permitem ajustar a luminosidade conforme o ambiente. Assim, você tem conforto em um quarto escuro ou em um claro ambiente externo. Ainda em relação à tela, você perceberá que precisa de um pouco mais de força para tocá-la. Talvez para evitar que você mude de página inadvertidamente. Não sei, sinceramente, mas esta é uma explicação que considero plausível;
  • Dicionário integrado. Ah… Isto eu achei fantástico! Quando você está com WiFi conectado, ao clicar em uma palavra cujo significado você não sabe, o dicionário abre-se automaticamente. Mas só funciona conectado à Internet (ou eu não soube usar).

Outros pontos a favor do Amazon Kindle:

  • Marcar textos: sabe aquelas canetas marca-texto coloridaças? Pois é. Ele tem. Só não são coloridaças… rs
  • Escolha de tamanho e de fonte de letras: esta opção o livro físico não te oferece, não é verdade? Já o Amazon Kindle lhe permite escolher a forma mais confortável de fazer a leitura;
  • Loja virtual: compre rápido, de forma simples e desburocratizada. E tenha o livro em instantes;
  • Estimativa de tempo: se você se preocupa se vai dar tempo (ou não) de terminar a leitura, o dispositivo estima o tempo que falta para você ler determinado capítulo. Achei fantástico isso. Ideal para livros de História (hehehehehehehe);
  • Ele marca o ponto onde você parou a leitura e, ao religar, estará no mesmo ponto;
  • Você pode ler na vertical ou na horizontal;
  • À prova d’água: tem modelo que resiste a água. Grande diferencial para quem gosta de ler à beira da piscina, por exemplo. Imagine você lendo tranquilamente seu livro em formato tradicional à beira da piscina do condomínio. De repente, o remelento do filho daquela vizinha chata do apartamento 403 pula “de bomba” na piscina. Você (e seu livro) tomam verdadeiro banho. Você se enxuga e está tudo bem. Já seu livro…

Desvantagens:

  • As versões mais sofisticadas têm preços um pouco “salgados”. Claro: agregam mais valor, custam mais;
  • A leitura de arquivos em PDF não é lá grandes coisas. Aliás, bem ruinzinha;
  • Cores: preto, branco e tons de cinza. Prejudica algumas leituras;
  • Formato proprietário: até aceita PDF convertido, mas perde muito em qualidade.

E por que não outro e-reader ou app de livros?

Bom, como dissemos no início, o Amazon Kindle é o e-reader mais vendido no mundo. Mas, para dizer a verdade, não testamos outro dispositivo. Caso você tenha experiência – boa ou ruim – com algum concorrente, por favor, teça seus comentários neste post. Ficaria muito agradecido com sua manifestação, seja ela positiva ou negativa. Independentemente deste viés, sem dúvidas ela enriquecerá nosso conhecimento.

O que é o programa “Ilimitado” (Unlimited)?

Para quem conhece o Spotify ou o Netflix é quase intuitivo entender o que é o Unlimited e como ele funciona. Você paga uma assinatura mensal e tem acesso a milhões de e-books disponíveis na Amazon. Mas atenção: nem todos os e-books comercializados pela Amazon estão contemplados. Não fique triste, entretanto: a diversidade é muito grande. Você tem muitas opções de títulos em vários idiomas, e sem limite de acesso. Para os devoradores de livros esta pode ser uma boa opção.

Vale lembrar que este programa independe do leitor possuir um Amazon Kindle. A Amazon oferece emuladores de Kindle para iOS e Android. Não é a mesma coisa, mas quebra o galho.

Destaco que a assinatura do Unlimited não é tão cara: para quem lê muito costuma valer a pena.

E se eu não quiser o plano Unlimited?

Não tem problema: você pode comprar e-book por e-book, conforme seu interesse. Mas sugiro que avalie seu consumo de livros em determinado período, visite o site da Amazon e simule. Para simular, papel, caneta e calculadora à mão. Some o custo, divida pelo prazo e compare com o valor do plano. Deixar de assinar o plano, para quem lê muito, pode significar jogar dinheiro fora.

 OK. Me convenceu. Como faço para comprar um Amazon Kindle?

Não sei se cabe aqui uma sugestão, mas lá vai: compre um dispositivo com WiFi. Facilita muito a vida! Os novos modelos (que vi) possuem WiFi. Graças a Deus!!!

Naturalmente existem várias formas de adquirir um e-reader da Amazon. Se quiser comprar direto da Amazon, com garantia direta do fabricante, além de outras vantagens, já facilitei sua vida. Basta voltar ali em cima e escolher o modelo. 🙂

Espero ter ajudado. Até a próxima.

 

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *