IGP-M ou IPCA. Qual é melhor para nossos investimentos?

Caro (a) leitor (a), você já deve ter visto em várias corretoras independentes títulos privados como CDBs, LCIs, LCAs, LCs e, também, no Tesouro Direto, títulos públicos atrelados ao IPCA, os famosos Tesouro IPCA+. Nos títulos privados, além do IPCA, é muito comum que vários títulos paguem uma taxa pré-fixada mais a variação do IGP-M. Mas, então, qual das duas opções é melhor?

IPCA

O IPCA é o índice oficial de inflação no Brasil, significa Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo. Ele é calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O objetivo deste índice é medir a inflação das famílias com renda entre 1 e 40 salários mínimos de algumas regiões metropolitanas. A composição do IPCA é:

Item

Peso

Alimentação e Bebidas

23,12%

Transportes

20,54%

Habitação

14,62%

Saúde e Cuidados Pessoais

11,09%

Vestuário

6,67%

Comunicação

4,96%

Artigos de Residência

4,69%

Educação

4,37%

Fonte: Portal Brasil

IGP-M

O IGP-M, por sua vez, significa Índice Geral de Preços de Mercado. Diferentemente do IPCA, busca medir a inflação em todos os níveis de renda. Ele é composto por três outros índices, o IPA (Índice de Preços no Atacado e, posteriormente, Índice de Preços ao Produtor Amplo), o IPC (Índice de Preços Consumidor) e o INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) com os seguintes pesos:

Item

Peso

IPA

60%
IPC

30%

INCC

10%

Fonte: Portal Brasil

Ou seja, pela análise das tabelas, há uma prevalência no IGP-M nos preços do setor agropecuário e industrial (antes do consumidor final) e um peso relativo importante da inflação ao consumidor final, entretanto, com renda de até 20 salários mínimos na cidade de São Paulo. E, a inflação de uma cidade apenas, não reflete a situação nacional, mesmo a capital paulista sendo a que tem o maior desenvolvimento econômico do país. Outro ponto a se ressaltar é que o IGP-M sofre um impacto mais significativo da variação cambial que o IPCA devido ao peso o IPA, ou seja, em cenários de alta do dólar, o IGP-M tende a ter alta e momentos de baixa, ele tende a registrar deflação.

Em atualização a este post lançamos o ranking de investimentos em renda fixa (abaixo) para ficar mais fácil você ver se seu dinheiro está rendendo mesmo tudo o que poderia. Confira:

Prazo: 3 Meses.
Título/
Emissor
Taxa
(CDI)
Taxa Eq CDB MínimoInstituiçãoQuer aplicar?
LCI  
SOFISA DIRETO
102%131.61%R$ 1Sofisa Direto
LCI  
BANCO BTG PACTUAL
99%127.74%R$ 1.000Ativa Investimentos
CDB 
LECCA FINANCEIRA
116%116%R$ 1.000modalmais
CDB 
MAXINVEST-RNX
116%116%R$ 1.000modalmais
CDB 
BANCO OURINVEST S.A.
110%110%R$ 1.000BTG Pactual digital
CDB 
BANCO BTG PACTUAL
110%110%R$ 1.000BTG Pactual digital
CDB 
LECCA FINANCEIRA
109%109%R$ 1.000modalmais
CDB 
BANCO LUSO BRASILEIRO
100%100%R$ 100Monetus
Prazo: 12 Meses.
Título/
Emissor
Taxa
(CDI)
Taxa Eq CDB MínimoInstituiçãoQuer aplicar?
CDB 
AVISTA FINANCEIRA
155%155%R$ 998Easynvest
CDB 
AVISTA FINANCEIRA
145%145%R$ 1.000modalmais
CDB 
AVISTA FINANCEIRA
145%145%R$ 1.000Avista Financeira
LCI  
BANCO MÁXIMA
115%143.75%R$ 500Nova Futura
LCI  
BANCO MÁXIMA
115%143.75%R$ 1.000Easynvest
LCI  
BANCO MÁXIMA
115%143.75%R$ 1.000Órama
CDB 
BANCO MÁXIMA
140%140%R$ 1.000Easynvest
LCI  
BANCO MÁXIMA
115%139.39%R$ 500Nova Futura
LCI  
BANCO MÁXIMA
115%139.39%R$ 1.000Easynvest
CDB 
BANCO MÁXIMA
137%137%R$ 1.000modalmais
Prazo: 24 Meses.
Título/
Emissor
Taxa
(CDI)
Taxa Eq CDB MínimoInstituiçãoQuer aplicar?
CDB 
BANCO MÁXIMA
160%160%R$ 816Easynvest
CDB 
BANCO MÁXIMA
160%160%R$ 510Easynvest
CDB 
AVISTA FINANCEIRA
155%155%R$ 991Easynvest
CDB 
BANCO BMG
155%155%R$ 999Easynvest
LCI  
BANCO MÁXIMA
117%141.82%R$ 500Nova Futura
LCI  
BANCO MÁXIMA
120%141.18%R$ 500Nova Futura
LCI  
BANCO MÁXIMA
120%141.18%R$ 1.000Easynvest
LCI  
BANCO MÁXIMA
120%141.18%R$ 1.000Órama
LCI  
BANCO MÁXIMA
118%138.82%R$ 1.000modalmais
CDB 
BANCO MÁXIMA
2.25%2.25%R$ 1.000Órama
Prazo: 36 Meses.
Título/
Emissor
Taxa
(CDI)
Taxa Eq CDB MínimoInstituiçãoQuer aplicar?
CDB 
BANCO MÁXIMA
160%160%R$ 816Easynvest
CDB 
BANCO MÁXIMA
160%160%R$ 510Easynvest
CDB 
AVISTA FINANCEIRA
155%155%R$ 993Easynvest
LCI  
BANCO MÁXIMA
117%141.82%R$ 500Nova Futura
LCI  
BANCO MÁXIMA
120%141.18%R$ 500Nova Futura
LCI  
BANCO MÁXIMA
120%141.18%R$ 1.000Easynvest
LCI  
BANCO MÁXIMA
120%141.18%R$ 1.000Órama
LCI  
BANCO MÁXIMA
118%138.82%R$ 1.000modalmais
CDB 
BANCO PINE
117%117%R$ 5.000Monetus
CDB 
BANCO MÁXIMA
2.5%2.5%R$ 1.000Órama
CDB 
BANCO MÁXIMA
2.25%2.25%R$ 1.000Órama
Dados fornecidos por App Renda Fixa. App Renda Fixa

Comparativo

Vamos ao impacto de ambos os índices nos nossos investimentos. Antes, vamos comparar a variação mês a mês das taxas em um único gráfico:

Comparativo entre IPCA e IGP-M

Assim, caro (a) leitor (a), se você estiver em dúvida quando for investir em títulos de renda fixa que pagam um taxa prefixada mais IGPM ou IPCA, tenha em mente as seguintes situações:

  • Para investimentos em longo prazo o título atrelado ao IGP-M tem um histórico de maior rentabilidade.
  • Pensando em curto prazo, os atrelados ao IPCA tem menor volatilidade e perdas são menos comuns (no gráfico percebe-se apenas em 2 momentos, sendo um com queda próxima a 0,5%).

Por isso, se você for investir em longo prazo, prefira títulos atrelados ao IGP-M; ou ao IPCA com taxa fixa superior ao do IGP-M com o mesmo prazo. E a situação para investimento em curto prazo é o oposto: prefira títulos atrelados ao IPCA para não correr de, exatamente, no período do título ocorrem baixas consecutivas no IGP-M. Imagine se você investisse em um título atrelado ao IGP-M em julho de 2008 e o vencimento do mesmo fosse em janeiro de 2010?! Portanto, busque casar o prazo do seu investimento com o vencimento do título analisando sempre a melhor opção, sempre pensando na dilação do seu investimento.

Quer entender mais como a inflação influencia nos seus investimentos? Ouça a participação do Educando seu Bolso no Geeknomics Podcast!

77 comentários

  • Boa noite. Se eu investir em algo atrelado ao IPCA (por ex. LCI) com vencimento em 3 anos (out/2022),o capital que foi aplicado será remunerado pelo IPCA acumulado entre a data de aplicação e data de resgaste (ou seja, o valor é atualizado só no memento do vencimento do título)? ou o capital vai se atualizando ano a ano (juros compostos)?Grata.

    Responder
    • Frederico Torres

      Bom dia Emi.

      A correção pelo IPCA é feita de forma que a inflação daquele ano corrija, além do principal, também a atualização monetária do ano anterior. Em resumo e nas suas palavras, é como se fosse juros sobre juros.

      =]

      Responder
  • Boa noite!
    Se voce fosse fechar um contrato corrigido por algum indice qual seria mais barato (em termos de correcao do contrato), inpc ou igpm?
    Gratidao!

    Responder
    • Frederico Torres

      Bom dia Elizabeth.
      Veja, sua pergunta é impossível de responder com certeza. Mas, pelo histórico que vimos no post do Quintiliano, acho que há uma leve chance do IGPM dar uma variação acumulada um pouco mais alta do que o INPC em períodos de tempo mais longos.
      =I

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *