O que você está procurando hoje?

Faculdade de Medicina: É mais difícil passar ou pagar?

banner da Creditas
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Apple Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Spotify
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Google Podcasts
Assinar Podcast Educando Seu Bolso no Castbox
Educando Seu Bolso
Educando Seu Bolso
Faculdade de Medicina: É mais difícil passar ou pagar?







/

Você sabia que a mensalidade média de uma faculdade de medicina particular é de R$9.000,00? E que a média salarial do Brasil gira em torno de R$2.500,00? Visto que o curso de medicina é um dos mais concorridos do país em universidades públicas, acaba que, nessas condições, as dificuldades de se tornar um médico vão muito além das na sala de aula.

Então, como é possível arcar com esses custos? Bom, os financiamentos são uma maneira de contornar, por hora, os obstáculos financeiros que uma faculdade de medicina particular traz. 

Trouxemos então, para ajudar você que está pensando em financiar os estudos, uma conversa com Lucas Furtado. Ele é médico, pós-graduado em finanças e um dos fundadores da Alume, uma fintech especializada no financiamento de cursos de medicina em faculdades particulares.

Logo, se você está pensando em começar uma graduação em medicina, ou já está na faculdade de medicina e gostaria de conhecer maneiras de financiar o resto do seus estudos, você pode conferir nosso bate papo em qualquer um dos players acima e também no nosso canal do YouTube! Mas, se achar melhor, continue a leitura!

 

Faculdade de medicina vs Outros cursos: Por que é tão diferente?

As faculdades de medicina têm a média mais alta de mensalidade, por volta de 9 mil reais por mês.  Além disso, diferente da maioria dos cursos superiores, sua duração é de 6 anos. Ou seja, para bancar um curso de medicina do início ao fim, lá se vão, em média, bons 648 mil reais.

Ainda, é muito comum, em outros cursos, que os alunos consigam conciliar os estudos com um trabalho, o que já ajuda com as despesas da graduação. Porém, no caso de alunos de medicina, na maior parte das vezes isso não é possível, já que o curso tem carga horária integral. Então, até adquirir uma renda extra para ajudar a cobrir parte dos custos é mais complicado.

Pensando nisso, temos o questionamento: como bancar uma faculdade de medicina? Bom, se sua última opção é cursar uma faculdade particular e você e sua família não tem condições de arcar com todo esse custo, existem algumas formas de financiamento. Vamos à elas.

 

Opções para financiar a faculdade de medicina

Acreditando que o financiamento pode ser uma saída para esse dilema, nosso convidado fez o seguinte ranking com as melhores opções para financiar a faculdade de medicina: 

1º Lugar: Fundo de Financiamento Estudantil (FIES)

2º Lugar: Financiamento Interno das Faculdades

3º Lugar: Alume

4º Lugar: Bancos

 

1. Fundo de Financiamento Estudantil (FIES)

Definitivamente, o FIES é a melhor escolha de financiamento e possui de longe as melhores taxas!

Porém, não é todo mundo que se qualifica para poder usufruir deste financiamento estudantil, ele é voltado para candidatos que preencham todos os requisitos a seguir:

  • renda média familiar abaixo de 3 salários mínimos por pessoa;
  • média geral mínima de 450 pontos no ENEM;
  • não ter zerado a redação;
  • ter terminado o ensino médio mas nunca concluído um curso superior.

Atualmente, o FIES tem as seguintes regras:

  • A dívida pode ser paga em até 14 anos, com possibilidade de renegociação;
  • Juros zero com correção apenas da inflação;
  • Cobertura de até 8 mil reais da mensalidade.

Nesta modalidade, a maior parte do pagamento é feita ao final do curso, as parcelas serão descontadas automaticamente do seu salário, tendo um limite de até 10% do valor da sua renda.

Porém, durante os estudos o aluno deverá pagar um valor referente aos juros do financiamento, que devem ser pagos mensalmente. Esse valor vem fixado em contrato e possui um teto que vai variar de cada edição do FIES.

Da mesma forma, em caso de desemprego do aluno, a taxa nesse período irá se reduzir a mesma paga durante seus estudos.

 

2. Financiamento Interno das Faculdades de Medicina

Em seguida, temos a opção de financiamento interno das faculdade, porém poucas faculdades a oferecem. Geralmente as condições de juros e pagamentos delas tem valores competitivos em relação aos bancos.

Além disso, outro problema com esse tipo de financiamento é que ele não é muito divulgado. Então é sempre importante pesquisar no site e plataformas de comunicação das faculdades sobre esse tipo de informação.

Mas caso você não encontre nada sobre, o Lucas apresentou sugestões de como buscar esta opção:

  1. Ir nas faculdades, conversar com a diretoria e explicar sua situação;
  2. Conversar com pessoas que já estudam no lugar.

 

3. Alume

A Alume apresenta uma solução de crédito especializada em financiar estudantes de faculdades de medicina. Essa opção é mais fácil de conseguir do que as já citadas, porém suas taxas são geralmente mais altas.

duas modalidades da Alume, uma com imóvel de garantia e segunda que necessita de um avalista.

Financiamento com imóvel de garantia

Esta opção te permite financiar a partir do terceiro período. Nessa modalidade as taxas são a partir de 0,99% + IPCA. E quanto ao tempo para pagar o financiamento, seus pagamentos, que são feitos mensalmente após o início do financiamento, podem ser estendidos a até 15 anos após a formatura.

Financiamento com avalista

Na opção de financiar com avalista, disponível para alunos indo começar o nono período, os juros são mais altos e o prazo de pagamento mais curto, porém não é necessário ter um imóvel como garantia.

Assim, para garantir este financiamento é necessário avalistas, os famosos fiadores, podendo ser um ou dois que tenham uma renda mensal somada de no mínimo o triplo do valor da mensalidade. Dessa forma, a condição de renda do avalista restringe muito o público do financiamento.

Nesta opção a taxa será de a partir de 1,99% + IPCA e terá um prazo de 5 anos após a formatura para concluir o pagamento.

Modalidade Início Prazo de pagamento após a formatura Taxa
Financiamento com imóvel de garantia 3° período 15 anos 0,99% + IPCA a.m.
Financiamento com avalista 9° período 5 anos 1,99% + IPCA a.m.

 

Com a Alume, como fica o pagamento das mensalidades?

Então, ao contratar o financiamento da Alume, você receberá no início do semestre o valor necessário para pagar todo o semestre.

A partir disso você irá pagar mensalmente uma quantia à Alume referente ao que foi pago á faculdade, juntamente aos juros sobre o montante. Posteriormente, após o fim da faculdade, essa quantia mensal irá aumentar de valor.

Sendo assim, dependendo do valor da mensalidade do curso e da modalidade em que foi feito o financiamento, os valores dos pagamentos para a Alume podem variar entre 4 e 6 mil reais por mês durante o curso.

Portanto, com a Alume, ainda será necessário desembolsar uma parcela significativa mensalmente para cobrir os custos da faculdade de medicina, enquanto ainda cursa a faculdade. O que torna a Alume um programa para um público restrito que tenha condições financeiras de atender a isso.

Ainda, na questão burocrática, a Alume tenta simplificar ao máximo para quem pensa em contratar seus serviços. Com isso em vista, eles permitem fechar o financiamento sem precisar ir presencialmente na empresa, e também fazer simulações sem ter os documentos da faculdade.

 

4. Financiar em bancos

Primeiramente, as taxas dos bancos, de uma forma geral, tendem a ser as mais altas do mercado, e variam conforme três fatores:

  1. A sua condição financeira;
  2. O seu relacionamento com o banco;
  3. Histórico de créditos e pagamentos.

Mas, caso você tenha um bom histórico com o banco vale a pena tentar, pois você pode conseguir taxas mais baixas. 

Bancos de abrangência nacional

Santander

O que o nosso convidado falou foi que, considerando a pesquisa que ele fez, as taxas do Santander são bem interessantes, pois variam a partir de 1,82% ao mês.

Por fim, quanto ao prazo de pagamento, ele pode se estender até o dobro do período do curso.

Bradesco

Logo depois do Santander, o próximo colocado deste ranking é o Bradesco. As taxas desse banco variam a partir de 2,17% ao mês.

Assim como o Santander o prazo de pagamento pode se estender até o dobro do período do curso.

Bancos regionais

Dependendo de onde você reside, ainda pode encontrar a opção de bancos dessa região. Pois é possível fazer o financiamento da sua faculdade de medicina com bancos regionais, como o Banrisul, Sicoob e o Banco do Nordeste.

Para ser mais claro, vamos usar como exemplo o Sicoob, que é de Minas Gerais. Nele, você é sujeito a análise de crédito, o financiamento tem imóvel como garantia e você só pode financiar a partir do 5º período da faculdade. Já sobre a taxa de juros, não há o que possamos antecipar, já que ela dependerá da análise de crédito.

 

Usando o simulador da Alume

Simulamos como seria o pagamento financiando a partir do terceiro período, considerando uma mensalidade de 10 mil reais e utilizando um imóvel avaliado em 1 milhão de reais como garantia. O resultado, tendo em vista a menor taxa com que eles trabalham, foi o seguinte:

Simulador da Alume para financiar a faculdade de medicina

Simulador Alume

Assim, fora a quantidade que já estaria sendo paga mensalmente durante a faculdade, o estudante ainda terá um montante de aproximadamente 792 mil reais a serem pagos ao longo dos 10 anos seguintes da formatura.

Ainda assim, para realizar a simulação é necessário cadastrar no site com seus dados pessoais e os dados do imóvel que seria colocado como garantia, ou renda do avalista, dependendo da modalidade escolhida. Há vários passos para fazer o cadastro, incluindo criar login com e-mail e senha, no entanto não é algo que deveria gastar mais de 10 minutos.

 

3 Dicas para evitar financiar

1. Planeje com antecedência

Faça uma poupança prévia, pois quanto mais dívidas possam ser evitadas melhor. Dependendo da situação, tirar um tempo a mais antes de começar os estudos para trabalhar e juntar dinheiro para reduzir a quantidade a ser financiada pode ser uma boa opção.

2. Busque por opções mais em conta

Muitas instituições de ensino não possuem fins lucrativos. Essas faculdades costumam ter mensalidades mais baratas e em alguns casos até auxílios sócio econômicos.

Assim, segue uma lista com as principais faculdades do país que oferecem curso de medicina sem fins lucrativos são:

  • Faculdade de Medicina do ABC – SP;
  • Universidade Positivo – PR;
  • Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo – SP;
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – RS;
  • Faculdades Integradas Padre Albino – SP;
  • Universidade de Caixias do Sul – RS;
  • Centro Universitário de Anápolis – GO;
  • Faculdade Brasileira – ES;
  • Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH) – MG;
  • Faculdade Anhanguera – UNIDERP – MS;
  • Universidade do Vale do Sapucaí – MG;
  • Centro Universitário de Volta Redonda – RJ;
  • Universidade Nove de Julho – SP.

3. Peça ajuda a familiares

Taxas de empréstimos de bancos são muito altas, mas talvez você pode conseguir pegar um dinheiro emprestado com amigos ou familiares que no final podem sair mais em conta.

 

Resumindo: financiar o curso ou não?

Criar dívidas nunca é algo bom, portanto antes de financiar devemos lembrar das universidades públicas, que são gratuitas, das faculdades que oferecem bolsas, por mérito acadêmico ou por auxílio socioeconômico para pessoas de baixa renda, além do Prouni que oferece bolsas subsidiadas pelo governo.

Desse modo, essas opções deveriam ser as primeiras para evitar as dívidas! Agora, quando a necessidade de um financiamento já é realidade, o FIES é claramente a melhor opção para aqueles que se qualificam a recebê-lo, porém suas vagas são bem restritas.

Já os que não se enquadram no perfil do FIES, tomem muito cuidado. As outras formas de financiamento apresentadas tem juros compostos altos, e caso essas dividas não sejam sanadas, elas podem virar uma bola de neve e complicar muito seu planejamento financeiro.

Contudo, financiamento é um assunto delicado. Então, isso deve ser pensado com calma, porque é uma dívida duradoura, que vai te acompanhar mesmo depois de você ter formado.

Mas, se você já considerou tudo isso e sua decisão é financiar, explore as sugestão que demos no texto de procurar os financiamentos internos da faculdade

Por outro lado, a Alume possui taxas de juros competitivas que são interessantes, apesar das condições não serem para todos por causa das taxas, de não cobrir toda a graduação, e de pedir garantia de imóvel ou fiadores com uma renda muito acima da média dos brasileiros.

o Santander e o Bradesco tem taxas altas, então não deixe de checar bancos regionais ou bancos que você tenha um relacionamento bom, pode ser que você consiga condições melhores!

Enfim, caso queira saber mais sobre este assunto confira nosso outro artigo sobre financiamentos de cursos de medicina!

Ainda assim ficou com alguma dúvida? Conta para a gente! Estamos aqui para te ajudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *