Quando a vida te der limões, faça uma limonada!

Quando a vida te der limões, faça uma limonada!

Caro (a) leitor (a), que estamos em crise não é novidade para ninguém. Estamos sentindo na pele (e no bolso!) esse momento deveras complicado da economia e da política. Muitos atritos no Congresso Nacional, Impeachment da Presidente da República, operações policiais de combate à corrupção, cenário externo com turbulências e, é claro, o reflexo de tudo isso nos indicadores econômicos (PIB, inflação, desemprego, taxas de juros, além dos ratings que avaliam e classificam o risco). Alguns analistas classificam esta crise como a maior da história. Veja no gráfico abaixo 100 anos de crescimento no PIB brasileiro em que poucos foram os anos que tivemos duas quedas consecutivas:

Fonte: GAIA, Paulo. 100 anos de PIB no Brasil. https://www.paulogala.com.br/100-anos-de-pib-no-brasil/

Apesar da situação ruim de já termos chegado ao fundo do poço ou se o pior momento ainda está por vir, acomodar-se e colocar culpa no contexto não ajuda em nada caso as contas não estejam fechando ou o desemprego tenha batido à sua porta.

Como temos o objetivo de ajudar na educação do seu bolso, sugeriremos algumas ações para que, apesar do cenário complicado, a sua situação financeira não se complique tanto e que “o dinheiro não pare de cair na sua conta corrente”. Claro que a angústia no momento de desemprego, por exemplo, é muito grande. Contudo, focar em pensamentos ruins só faz com que tudo piore ainda mais, afinal, a energia e a vontade do reerguimento vão se esmorecendo.

Para poder ter a energia para buscar uma nova oportunidade profissional, além de contatar colegas, ex-colegas de trabalho e professores e enviar currículos, é muito importante não ficar parado(a)! Algumas dicas podem ser úteis e alguma delas, e, talvez você não tenha pensado nelas ainda. Veja:

  • Dirigir para serviços de transporte privado

Dirigir para a Uber, para o Cabify ou para o MUP é certeza de uma renda imediata, pois os pagamentos são semanais, e mesmo que você não tenha um carro próprio (as empresas tem parcerias com locadoras de carro), é possível trabalhar. Basta ter uma CNH válida e que conste a opção de que exerce atividade remunerada. E, mesmo que você esteja empregado, nos momentos de folga e nos finais de semana, você pode trabalhar!

  • Cliente Misterioso

Ser cliente misterioso, atuar como um cliente normal, avaliar o estabelecimento ou serviço prestado e ganhar por isso. Muito bom, certo? Neste post você encontra todos os detalhes.

  • Consultoria de Beleza

Quase uma certeza de que você já viu algum(a) consultor(a) de empresas como Natura, Avon, Jequiti ou MaryKay, certo? Por que não fazer uma renda extra revendendo os produtos? Normalmente, é necessário um valor inicial destinado à compra de um kit para demonstrar os produtos. A margem de lucro é, percentualmente, interessante.

  • Consultoria de Bem-Estar e Saúde

Com o mesmo estilo de negócio da Consultoria de Beleza, você pode revender produtos de empresas como Herbalife e Hinode (suplementos, shakes, emagrecedores, chás) e ser comissionado (a) pela revenda.

  • Alimentos

Já ouviu falar de casos de empresários que começaram vendendo brigadeiros de porta em porta ou de pessoas que pagam o curso universitário fazendo “quentinhas” na faculdade? Uma ótima oportunidade para uma renda extra! Alimentos e, principalmente, doces caseiros são uma ideia. A margem de lucro é bem próxima de 100%.

 

Formas de não deixar o abatimento tomar conta de você, pela crise e desemprego, existem! O importante é sair da inércia! E, mesmo para quem está empregado, pode ser uma alternativa de renda extra, pois, de nada atrapalham a rotina do dia-a-dia e do rendimento no trabalho. QUANDO A VIDA TE DER LIMÕES, FAÇA UMA LIMONADA!

Autor

Quintiliano Campomori
Quintiliano Campomori é profissional na área econômico-financeira e professor há 12 anos. Já atuou em bancos, empresas privadas e, atualmente, atua no setor público. Pretende trazer ao(à) leitor(a) e ouvinte esclarecimentos nas suas finanças pessoais, na luta pelos seus direitos, em buscar uma renda extra e em pensar o dinheiro como um meio e não um fim.

2 comments

  • Boas ideias você apresentou aqui e diferente, nunca visto em outros blogs.As vezes as oportunidades batem na porta mas deixamos o comodismo tomar conta de nos e não nos esforçamos para sair do desemprego.

    Responder
    • Quintiliano Campomori

      Micileide, obrigado pela sua mensagem.

      Agradecemos pelas suas palavras. Nosso objetivo é trazer ideias que podem fazer as pessoas não se acomodarem.

      Atenciosamente,
      Quintiliano Campomori
      Educando seu Bolso

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *