Quer receber mais pelo seu dinheiro? – Parte I

Quer receber mais pelo seu dinheiro? – Parte I

Claro que quer! Que pergunta estúpida! Quem não quer ser mais bem remunerado em seus investimentos? Só louco para dispensar uma alternativa claramente melhor, assim! Se você concordou com as frases anteriores, responda esta: porque você ainda investe em banco grande? Claro: salvo raras exceções, bancos grandes podem apresentar alguma vantagem competitiva ao seu cliente. Entretanto, a regra geral é que os bancos grandes pagam pouco pelo seu dinheiro investido quando comparamos com bancos pequenos e médios.

Vou dar alguns exemplos: dados extraídos do app Renda Fixa em 29/07/2016 às 11h40 (comparador disponível também clicando aqui) mostravam algumas taxas (brutas, deve-se descontar o Imposto de Renda para calcular a taxa líquida) de CDB indexadas ao CDI (que tem relação direta com a taxa Selic e dela se aproxima substantivamente) ofertadas por diferentes instituições financeiras, todas com prazo de 1 ano aproximadamente. Só relacionei abaixo bancos que pagassem pelo menos 95% do CDI, pois a listagem ficaria longa demais:

Banco BNP Paribas: investimento mínimo de R$60.000,00, pagando 95,5% do CDI
Caixa Econômica Federal: investimento mínimo de R$1.000.000,00, pagando 96% do CDI
Caixa Geral: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 98% do CDI
Banco Daycoval: investimento mínimo de R$20.000,00, pagando 101% do CDI
Banco Indusval: investimento mínimo de R$5.000,00, pagando 102% do CDI
Banco ABC Brasil: investimento mínimo de R$100.000,00, pagando 103% do CDI
Banco Bonsucesso: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 103% do CDI
Banco BI&P: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 103% do CDI
Banco Votorantim: investimento mínimo de R$30.000,00, pagando 103% do CDI
Banco Fidis: investimento mínimo de R$50.000,00, pagando 104% do CDI
Banco Intermedium: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 104% do CDI
Banco Tricury: investimento mínimo de R$100.000,00, pagando 105% do CDI
Banco Renner: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 105% do CDI
Banco Plural S.A: investimento mínimo de R$100.000,00, pagando 106% do CDI
Banco Luso Brasileiro: investimento mínimo de R$30.000,00, pagando 107% do CDI
Sofisa Direto: investimento mínimo de R$1,00, pagando 107% do CDI
Banco Original do AGR: investimento mínimo de R$100.000,00, pagando 108% do CDI
Banco Intermedium: investimento mínimo de R$50.000,00, pagando 108% do CDI
Banco BR Partners: investimento mínimo de R$30.000,00, pagando 108% do CDI
Banco Paulista: investimento mínimo de R$30.000,00, pagando 108% do CDI
Banco Daycoval: investimento mínimo de R$20.000,00, pagando 108% do CDI
Banco Pine: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 108% do CDI
Banco Fator: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 108% do CDI
Banco Fibra: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 108% do CDI
Paraná Banco: investimento mínimo de R$5.000,00, pagando 108% do CDI
Banco Haitong: investimento mínimo de R$20.000,00, pagando 108,5% do CDI
Caixa Geral: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 108,5% do CDI
Banco BMG: investimento mínimo de R$50.000,00, pagando 109% do CDI
Banco Luso Brasileiro: investimento mínimo de R$50.000,00, pagando 109% do CDI
Banco Bonsucesso: investimento mínimo de R$30.000,00, pagando 109% do CDI
Banco Paulista: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 110% do CDI
Banco Indusval: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 110% do CDI
Paraná Banco: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 110% do CDI
Banco Semear: investimento mínimo de R$5.000,00, pagando 110% do CDI
Banco Intermedium: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 111% do CDI
Banco Modal: investimento mínimo de R$1.000,00, pagando 111% do CDI
Banco Original: investimento mínimo de R$5.000,00, pagando 111,5% do CDI
Banco BMG: investimento mínimo de R$30.000,00, pagando 112% do CDI
Banco Pine: investimento mínimo de R$10.000,00, pagando 112% do CDI
Banco Máxima: investimento mínimo de R$5.000,00, pagando 113% do CDI

Note que, dos grandes bancos, só a Caixa aparece. Mesmo assim, no início da lista e com aporte mínimo de R$1.000.000,00. Aparece pagando 96% do CDI, quando tem banco pagando 113% para capital muito menor. Imagine se você se dispuser a capitalizar um pouco mais.

Você poderia estar pensando no risco de quebra de um banco menor. Lembra do que já falamos sobre o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) garantir até R$250.000,00 por CPF por instituição financeira? Pois é. O risco é o mesmo, tanto para grandes bancos quanto para pequenos e médios (desde que você observe os limites do FGC).

Lembrando que 113% do CDI representam, com a Selic atual, 13,23% líquidos ao ano enquanto 96% do CDI (note: só a Caixa oferece este patamar, os demais bancos grandes estão abaixo disto, pelo menos segundo o app Renda Fixa) significam 11,16% líquidos ao ano. Para um capital de R$1.000,00, por exemplo, é uma diferença anual de R$20,70. Para R$10.000,00, R$207,00 por ano. Para R$100.000,00, R$2.070,00 no período. E para o capital exigido pela Caixa (que extrapola o limite do FGC para conseguir a taxa) são “apenas” R$20.700,00 a cada ano.

Vou deixar você pensando sobre isso, pois este texto está ficando grande demais. Se já quiser, no próprio comparador disponível no Educando Seu Bolso já existe a possibilidade de te encaminhar para o investimento desejado. Senão, depois eu volto para falar como investir nestes bancos menores com menos burocracia, surfando nas melhores oportunidades e garantindo todo o seu capital, mesmo se for algo acima do FGC.

Até a próxima.

Autor

Daniel Meinberg
Autor do livro “O Melhor Investimento pra Você – Princípios de Educação Financeira”, editora AR, 2015, que trata de forma clara para o leigo sobre diversos produtos focados em investimentos. Ministrou palestras sobre educação financeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *