Seguros e rastreadores para motos

Seguros e rastreadores para motos

Comprei minha moto. E agora, contrato um seguro ou não? Com que tipo de cobertura? E a instalação de um rastreador? Vale a pena?

Calma! Essas são as dúvidas de 90% dos clientes que acabaram de adquirir sua moto. Inclusive eu mesmo, que acabo de trocar a minha Suzuki Boulevard 2008 por uma Indian Scout 0Km.

Sou motociclista há mais tempo do que posso dizer e sou do tempo em que não era fácil fazer um seguro de moto, tanto pelas burocracias exigidas quanto pelo alto custo financeiro. Por isto, muitos optam apenas pelo rastreador de moto. Mas aí você se pergunta: será que vale a pena?

Como comentei no podcast há algumas semanas, em geral, veículos e motos de maior cilindrada pagam relativamente menos – um percentual menor do valor da motocicleta – na mensalidade do seguro.

Assim como os seguros, os rastreadores também têm os seus custos e regras. Segundo a corretora de seguros online TôGarantido, o grande diferencial entre rastreadores de moto e seguros é que poucas seguradoras têm um produto bom para motos, e quando têm o valor é alto. Além disso, eles ainda listaram algumas diferenças entre seguros e rastreadores para motos na tabela abaixo.

 

quadro_motocicleta

 

Você, que nos conhece há mais tempo, sabe que aqui a gente gosta de comparar preços e fazer as contas. Pois bem, foi isto que fizemos mais uma vez antes de decidir por contratar o seguro da minha nova motoca:

Solicitei uma cotação inicial à Wegman Seguros, corretora oficial da concessionária Indian, na qual estava adquirindo minha moto: Quase R$ 1700 para uma moto de R$54mil. Baraaaato não é, mas também não achei um preço absurdo, como antes havia imaginado que seria. Passei a cotação para o meu corretor de costume – aquele que faz o seguro do meu Honda Fit 2005, que deve valer uns 20mil, hehe… Foi quando começou o leilão. Oferta pra cá, contraproposta pra lá, peraí, deixa que eu melhoro, etc… e o preço chegou em R$ 1300. Como bom mineiro, achei bom demais da conta, sô! Por isto, resolvi deixar este registro pros nossos leitores aqui. Compare preços, pechinche, faça leilão, lute pelo seu dindim. Veja o meu caso, um desconto de mais de 20% sem mudar nada na condição original e sem sair de casa.

Fosse contratar o seguro completo (Danos materiais, pessoais, APP) o fornecedor já estava escolhido. Mas ainda estava curioso em relação a um seguro com cobertura apenas de furto ou roubo. Cotei então com o pessoal da TôGarantido o seguro simplificado deles da Suhai Seguradora – R$ 900 apenas para furto e roubo, com cobertura nas regiões sul e sudeste. Resultado. Achei que valia a pena pagar os R$ 400 a mais para poder acionar o seguro em caso de batidas ou acidentes. Ah e faltou falar que isto é com franquia reduzida (50%) – aproximadamente R$ 2 mil.

Finalmente, acho que vale a comparação do seguro apenas contra roubo (R$900) com o rastreador (R$ 768 ano = 12 x R$ 64 – cotei também com a TôGarantido o produto da Siggo). Entre os dois ficaria com o seguro. Pra minha moto, achei que valeria a pena pagar os quase R$ 150 a mais por ano pela garantia maior de ter o reembolso e não depender apenas do sucesso do rastreamento.

Em suma: Os três produtos (Seguro Completo x Seguro Roubo/Furto x Rastreador) são diferentes. Defina a real finalidade do seguro para você, escolha qual se encaixa melhor nas suas finanças, pesquise o fornecedor através do cadastro na Susep e das reclamações, para tentar antecipar qual irá prestar o melhor serviço em caso de sinistro.

Abraços.

Autor

Frederico Torres
Profissional do mercado financeiro há 20 anos e interessado em como fazer o $$$ parte de nossa vida de forma mais saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *