Em tempos de crise: motivação, cadê você?

Em tempos de crise: motivação, cadê você?

O ano mal começou e, após o carnaval, a realidade bate à nossa porta. 2016 não será um ano fácil, a expectativa é de baixo crescimento do PIB e isso reflete em poucos investimentos e resultados menores. A pressão aumenta e os profissionais muito qualificados vão perdendo seu espaço, um clima ruim se instala nos ambientes de trabalho e nos locais que frequentamos. Decisões duras começam a ser tomadas e as demissões parecem se multiplicar. Então, como enfrentar 2016 e os anos que estão por vir?

Podemos caminhar para o pessimismo ou enfrentar sem nos abatermos. Este post é para quem escolheu a segunda opção. Não podemos nem devemos assumir uma postura conformista, deixando-nos levar pelo clima que está se instalando em nosso país. Não queremos afirmar aqui que devemos fugir da realidade, como se ela não existisse, e agir de forma ingênua. Não. Mas queremos propor mudar o ponto de análise, ver por outro ângulo, buscar descobrir habilidades que este momento exige de todos nós, como coragem, reflexão, criatividade e improviso. Agir desta forma nos mantém mais próximos de nosso objetivo, possibilita continuar a desenvolver nossas capacidades e superar nossas fraquezas. Quando tudo vai bem, é mais fácil se manter motivado. Quando enfrentamos um desafio, a dificuldade nos faz crescer e amadurecer. De toda dificuldade podemos extrair algo bom, sempre, pois enfrentar diariamente as más notícias cansa.

Agir de forma inteligente neste caso é buscar e focar na transformação, sem cair na estagnação. Os problemas não deixarão de existir, mas a forma como se encara os problemas é que muda e fortalece o indivíduo. Manter as bases estruturais da vida em equilíbrio também é um fator muito importante: amigos, família, vida espiritual, vida afetiva, cuidado com o corpo e com a mente, ter claro quais são as suas metas e ideais, são pontos importantíssimos para caminhar lado a lado com você neste tempo de desafios.

Listamos para você algumas ações “DETOX” no sentido de fortalecer sua motivação sem perder de vista seus objetivos para este ano:

Fortaleça seus talentos:

Quais são os seus pontos fortes? O que você faz de melhor? É um momento muito oportuno de contribuir no seu ambiente de trabalho, na sua família, realizando o que você faz de melhor e aprimorando suas qualidades. Improvise e crie.

Busque conhecimento:

É muito interessante conhecer a realidade de outros países que passaram por crises e como as pessoas superaram estes momentos. Conhecer é uma forma de aprender e se inspirar. Aproxime-se daqueles que realizam algo que você ainda não sabe e aproveite a oportunidade para aprender.

Saúde mental e física:

Mantenha-se firme quando o desânimo geral contaminar o ambiente em que você está. Não é se alienar, mas não se deixar abater e evitar comentários negativos que reforcem este sentimento. Ler, praticar esportes, ter uma boa noite de sono, alimentar-se adequadamente, pode parecer clichê, mas fortalece a mente, o corpo, melhora o humor e evita doenças.

Ver por outro prisma:

Pense diferente, tudo passa. Somos feitos para nos adaptarmos e quem se adapta melhor, sobrevive melhor a qualquer mudança. Quanto antes pensar em soluções ao invés de focar somente nos problemas, menos difícil será a adaptação a este novo cenário do nosso país.

Nossa equipe tem consciência de que adaptar e manter-se motivado é um processo para a vida toda e não só para os “tempos de crise”. Estamos propondo reflexões para nos fortalecer nesta corrente de bem, levar até você um pouco do que todos nós enfrentamos em nosso dia a dia.

Autor

Lívia Senna
Lívia Senna é mestre em Gestão e Administração Educacional pela Universidade de Coimbra, em Portugal, e pedagoga graduada pela UFMG. Atua na área de Educação Básica e Ensino Fundamental há 12 anos. Educadora também na área de graduação, concentra seus estudos e pesquisas na área de Educação Financeira para Educação Infantil e Formação de Professores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *