Em tempos de WhatsApp bloqueado…

Em tempos de WhatsApp bloqueado…

Entre os dias 17 e 18 de dezembro, por determinação da justiça (salvo engano, processo que tramita em São José dos Campos com sigilo), o aplicativo para telefones móveis WhatsApp foi bloqueado.

Para quem não o conhece, o WhatsApp é um serviço gratuito de comunicação através de mensagens e voz que utiliza a Internet para trafegar os dados, muito popular no Brasil (estima-se que 93% dos usuários de Internet móvel no Brasil utilizam o WhatsApp).

Uma ferramenta utilizada por mais de 90% dos usuários de smartphones no Brasil é algo bastante relevante, ainda mais por ser gratuita. O bloqueio repentino, então, pegou muita gente de surpresa e gerou transtornos de toda ordem: crianças deixaram de ir à escola por falta de comunicação entre o motorista do escolar e o pai da criança (que só estava com o WiFi em casa, sem créditos para ligações pelo celular ou envio de SMS – Short Message Service), consultas médicas deixaram de ser desmarcadas, almoços não foram encomendados, enfim, outros contatos importantes foram inviabilizados, inclusive para uso corporativo.

Algumas alternativas foram encontradas. Citaremos apenas 3 delas, mas existem outras mais.

A primeira, e mais similar, é utilizar o aplicativo Viber. O Viber é muito semelhante ao WhatsApp, mas não tem a mesma penetração. Para quem adquire créditos, o Viber oferece inclusive o Viber Out, que permite gerar chamadas para telefones fixos e celulares que não usam o serviço. Possui também uma plataforma para computadores.

Outra alternativa utilizada é o aplicativo Telegram. Apesar de não permitir o recurso de comunicação por voz como o WhatsApp, permite maior grau de segurança nas comunicações, pois permite que algumas conversas trafeguem de forma criptografada.

Talvez uma combinação do Viber com o Telegram seja uma boa alternativa para substituir o WhatsApp. Entretanto, como conseguir que todos os seus contatos que possuem o WhatsApp (é, sem sombra de dúvidas, o aplicativo líder em penetração entre os usuários de Internet móvel) saibam que você está usando o Viber, o Telegram ou outro serviço? Talvez não seja viável, correto? Neste caso, existe a alternativa, para que seu WhatsApp volte a funcionar – com limitações – antes mesmo do desbloqueio determinado pela justiça: criar uma VPN (virtual private network). Com uma VPN, você se conecta à Internet como se estivesse em outro país e, portanto, sua conexão ao WhatsApp é liberada, pois a restrição imposta pela justiça aplica-se apenas ao Brasil (parece óbvio, correto?).

Para se criar uma VPN, existem também aplicativos, como o Betternet. Através dele, seu WhatsApp volta a funcionar. Mas não se esqueça de 2 pontos:

1)      Você estará virtualmente em outro país, sujeito às regras e políticas desse país. Isso requer alguns cuidados adicionais, especialmente relativos à segurança da informação.

2)      Nem todos os seus contatos terão acesso ao WhatsApp, pois poucos se conectarão ao aplicativo por VPN.

Acreditamos, desta forma, ajudar nossos leitores a ter alguma comunicação com seus contatos, deixando a cada um o juízo de qual a melhor alternativa.

Até a próxima.

Autor

Daniel Meinberg
Autor do livro “O Melhor Investimento pra Você – Princípios de Educação Financeira”, editora AR, 2015, que trata de forma clara para o leigo sobre diversos produtos focados em investimentos. Ministrou palestras sobre educação financeira.

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *