O bolso da família brasileira está com um furo… Tem dinheiro saindo por aí… – Conclusão

O bolso da família brasileira está com um furo… Tem dinheiro saindo por aí… – Conclusão

Dando continuidade ao nosso último post, hoje vamos abordar dicas simples e práticas que você pode começar a incluir em sua rotina dentro do princípio consciente de melhorar o mundo em que vivemos e colaborar com o seu bolso, gerando uma economia no orçamento ao final do mês! Como falamos, sabemos que precisamos planejar melhor o cardápio, só comprar o necessário, não nos deixar levar pelas ofertas, cozinhar integralmente os alimentos e assim ter uma nutrição mais adequada. Como dizem os nossos adolescentes: “Ai sim!”

Gostaríamos, então, de tratar primeiro sobre o comportamento do consumidor consciente que, normalmente:

•          Faz uma comparação entre preço, qualidade e comportamento social e ambiental ao adquirir os produtos.

•          Valoriza e difunde as empresas que têm ações socialmente responsáveis.

•          Preocupa-se com o impacto do que consome no meio ambiente.

•          Possui ações construtivas em sintonia com a empresa e o meio ambiente.

•          Leva este princípio consciente a todos com os quais convive.

Você acredita que o ser humano tem poder de tornar o planeta mais sustentável se transformar seu comportamento? Vamos nos unir a esta corrente de bem?

Fique atento às nossas dicas!

DE FRENTE COM O DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS

1.         Na cozinha: prefira produtos próximos da data de validade. Sugestão: Faça uma listinha dos que irão vencer primeiro e deixe à vista, para utilizá-los primeiro.

2.         Verifique sua despensa e geladeira antes de sair para o supermercado. Do que você realmente precisa? Evite guardar muitas coisas.

3.         Tente comprar mais vezes ao longo da semana, seguindo a lista de necessidades, ao invés de fazer compra mensal.

4.         Olho vivo nas promoções. Às vezes são grandes armadilhas para o seu bolso e compramos além do necessário, que acaba passando da validade.

5.         Higienize todos os alimentos antes de guardá-los, seque-os, tire qualquer umidade e guarde em vasilhames com tampa e adequados a conservar sua maior durabilidade.

6.         Planejamento! Lista. Foco. Disciplina. Otimização do tempo.

7.         Aproveite TUDO de cada alimento, cada pedacinho, do início ao fim! Cascas, sobras de frutas, talos, etc.

8.         Verifique bem seus alimentos, às vezes um pedacinho estragou, mas não foi o alimento inteiro.

Os alimentos que precisam de maior atenção em sua geladeira e despensa:

•          Frutas, verduras e legumes

Podem durar até cinco dias se forem higienizados e secos corretamente antes de irem para a geladeira. Dessa forma, esses alimentos duram cinco dias.

•          Comida pronta

A sua comida pronta vai durar três dias, mais ou menos, se for guardada em recipientes fechados, com tampa, previamente higienizados.

•          Carnes

As carnes possuem grande quantidade de água em sua composição, para ser produzida. Assim, após a compra, se não for ser utilizada no dia, o ideal é congelar.

•          Queijos

De cinco dias a um mês eles permanecem sem estragar, estando bem conservados na geladeira. Você não deve consumir o queijo quando ele apresentar pontos esverdeados em sua superfície e sua cor for alterada;

•          Vinhos

O ideal é consumir em um dia, pois, depois de aberto, ocorre a oxidação (o oxigênio entra na garrafa e reage com a bebida, alterando seu sabor e aroma).

•          Ketchup, maionese e mostarda

Possuem muitos componentes que não são benéficos para a saúde, dessa forma o consumo deve ser ponderado e eles duram de um mês a um ano.

•          Enlatados

Estes deveriam sumir da sua despensa. A comida enlatada faz mal à saúde, quem a consome está sujeito a compostos como bisfenol-A e ftalatos, sem contar a grande quantidade de conservantes. Mas, apenas para conhecimento, eles duram de quatro a cinco dias e devem ser consumidos logo ao abrir.

•          Leite

Deve ser consumido preferencialmente no mesmo dia, mas sendo pausterizado, na geladeira, dura de 3 a 4 dias.

Vamos praticar? Um ótimo final de semana para você!

Autor

Lívia Senna
Lívia Senna é mestre em Gestão e Administração Educacional pela Universidade de Coimbra, em Portugal, e pedagoga graduada pela UFMG. Atua na área de Educação Básica e Ensino Fundamental há 12 anos. Educadora também na área de graduação, concentra seus estudos e pesquisas na área de Educação Financeira para Educação Infantil e Formação de Professores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *