Como é fácil ser milionário!

Como é fácil ser milionário!

Outro dia me deparei com uma pergunta: o que preciso fazer para conseguir um milhão de reais? Poderia ter respondido algo meio óbvio, do tipo “trabalhe muito, ganhe mais do que gasta, invista a diferença com inteligência” mas me pegaram em um dia que eu estava, digamos, criativo. Preferi responder, então, perguntando se ele queria um milhão de reais em investimentos ou em dívidas.

A cara de “ponto de interrogação” foi ótima! Por alguns segundos deve ter se perguntado: “esse cara é um idiota ou não estou entendendo nada”. Sim, sou um idiota. Claro que a pessoa queria saber como conseguir um milhão de reais em investimentos (que já foi abordado anteriormente pelo Educando neste artigo), mas a brincadeira valeu uma conversa interessante: com os mesmos “aportes”, é muito mais fácil fazer um milhão de reais em dívidas. Espero que isso não seja surpresa para você. Se for o caso, você já entendeu como os bancos ganham tanto dinheiro e não precisa continuar lendo este artigo. Mas vou tentar ilustrar para os que não entenderam.

Suponhamos que você abra uma caderneta de poupança, que rende 0,8% ao mês e faça aportes mensais de R$100,00. E que este dinheiro venha do limite do rotativo do seu cartão de crédito, que te cobra mais de 10% ao mês (vamos considerar aqui que sejam “apenas” 10% para facilitar os cálculos e para não polemizar, pois alguns cartões cobram mais, outros muito mais (escute o podcast onde listamos os campeões de juros), raros podem ser que estejam cobrando menos de 10% ao mês de encargos). Um pouco menos caro que o cartão de crédito é o cheque especial, que também já foi abordado anteriormente.

Veja que interessante: sempre com R$100,00 por mês, depositando na poupança o dinheiro emprestado do cartão de crédito, sem retiradas ou pagamentos, você levará 8 meses para estar devendo mais de R$1.000,00 e,  aproximadamente 2 meses depois, seu investimento terá superado os R$1.000,00. No vigésimo sexto mês sua dívida terá chegado a R$10.000,00. No quadragésimo terceiro ela terá ultrapassado os R$100.000,00 e, finalmente, um mês após completar o sexto ano da empreitada você poderá se considerar um milionário: um devedor milionário!!! A esta altura, mesmo que você perceba a bobagem que fez, seu investimento não terá atingido R$10.000,00 e, mesmo pagando com todo dinheiro do seu investimento, sua dívida continuará sendo superior ao milhão de reais.

Para quem está surpreso, bem vindo ao mundo do juro composto. Bem vindo à realidade bancária brasileira. Parabéns por descobrir porque os lucros dos bancos são tão grandes. E, finalmente, espero que perceba que não vale investir tendo dívida, salvo raríssimas exceções. E que perceba também porque não pode entrar no rotativo do cartão de crédito, nem se pendurar no cheque especial.

Em tempo, esta o Gerente NÃO testou. Nem recomenda!

Até a próxima.

PS: apenas para conferência, caso esteja cético, segue a tabela, na íntegra, mês a mês, comprovando o que foi dito.

 Tabela_Meinberg_07082015

Autor

Daniel Meinberg
Autor do livro “O Melhor Investimento pra Você – Princípios de Educação Financeira”, editora AR, 2015, que trata de forma clara para o leigo sobre diversos produtos focados em investimentos. Ministrou palestras sobre educação financeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *