O GERENTE RESPONDE: Renegociação de dívida

O GERENTE RESPONDE: Renegociação de dívida

“Tenho dívidas em meu nome e poderei quitá-las à vista. Ao seu ver, conseguirei um maior desconto nos Feirões do Serasa ou nos Pacets? Tenho dívidas com cheques, em bancos incluindo financeiras. Obrigada pelo auxílio.”
Sabrina – comentário no blog

Prezada Sabrina,

Em primeiro lugar, devo dizer que estar com o dinheiro na mão pra pagar suas dívidas é uma excelente notícia! De início, diria que é um bom negócio antecipar o pagamento independentemente da situação em que se encontram essas dívidas, ou seja, é vantajoso tanto se você tem alguma parcela vencida ou se todas elas estão em dia. A gente até já falou aqui que dívidas fazem mal à saúde, portanto, livre-se delas se puder!

Antes de mais nada, sugiro que faça um levantamento de todas as suas dívidas: saldos, taxas de juros, prazos que faltam pra acabar. Comece quitando aquelas com as taxas de juros mais salgadas.

Em geral, sempre vale a pena quitar integralmente a dívida, mesmo se você não tiver nenhuma parcela inadimplente, pois com isso você pagará somente o saldo devedor e deixará de pagar os juros que seriam devidos até o final do contrato. Você vai economizar uma boa graninha nisso aí.

Se você já estiver inadimplente, ou seja, se alguma dívida sua estiver com parcelas vencidas, vale a pena tentar pagar antecipado também. Nesse caso, sugiro que você procure o(s) banco(s) em que contraiu essa dívida e tente negociar algum desconto para o pagamento integral do saldo devedor. No mínimo, tente negociar o perdão de multas e juros de mora, uma vez que está demonstrando disposição em pagar os atrasados. Creio que eles devam ver isso com bons olhos, pois o mar não está pra peixe, o cenário econômico tende a piorar nos próximos meses. Assim, caso seu empréstimo esteja vencido, seria melhor pra eles receber algo agora, mesmo que com algum desconto, do que correr o risco de não receber nada no futuro. Mais vale um pássaro na mão do que dois voando.

Outra possibilidade para o caso de a dívida já estar vencida é você entrar nesses feirões de renegociação que você mencionou (a gente já falou deles aqui no blog também). Eles são uma boa oportunidade de colocar sua situação financeira em dia, pagar os atrasados e começar vida nova. Os descontos costumam ser bons nesses eventos, pois a intenção dos bancos e lojistas que te emprestaram o dinheiro é receber, mesmo que parcialmente, o crédito.

Quanto ao Pacet, pelo que pude apurar, é um serviço oferecido apenas no município de São Paulo. A ideia me pareceu interessante, ao tentar aproximar devedor e credor e intermediar uma conciliação que resulte numa solução boa pros dois lados. Mostrando sua intenção de pagar, acho que você pode conseguir fazer um bom negócio, assim como nos feirões de limpeza de nome. A diferença é que no feirão você negocia direto com o credor, sem intermediários; no Pacet, é agendada uma conversa com a presença de um conciliador para ajudar na solução da pendenga.

Em resumo: tenha tranquilidade, procure os seus credores e negocie com eles uma boa forma de ficar livre das dívidas. Boa sorte!

Autor

Daniel Loureiro
* Daniel Loureiro é mestre em Finanças pela Universidade Federal de Minas Gerais, atua no mercado financeiro há 15 anos, com experiência tanto vendendo produtos na linha de frente quanto na área de controles e supervisão, e também tem vivência no meio acadêmico. Neste espaço, vai demonstrar que aprender a lidar com dinheiro pode ser tão prazeroso quanto uma boa corrida, esporte do qual é adepto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *