Calculando o custo de se ter um carro

Calculando o custo de se ter um carro

“Ninguém sabe o duro que dei
Pra ter fon fon, trabalhei, trabalhei.”
(Carlos Imperial e Nonato Buzar, “Carango”)

 

 

Na semana passada falei aqui sobre a importância de se conhecer bem os custos de um carro, para avaliar se vale mesmo a pena ter um – ou mais de um. Tempos atrás foi respondida no blog a dúvida de uma leitora, sobre quanto custa manter seu veículo. Nesta semana vou apresentar uma abordagem diferente, de forma detalhada, sobre um exemplo real – o meu.

O primeiro passo é o autoconhecimento, pilar da nossa velha conhecida Santíssima Trindade da Educação Financeira. Isto é, conhecer o próprio perfil.

Meu carro é um Fox ano 2011. É meu desde janeiro de 2014, quando tinha apenas 16 mil km rodados. Hoje, 15 meses depois, está com 40 mil. Em 2015 paguei R$ 1.200 de IPVA, DPVAT e licenciamento, e em 2014 paguei R$ 1.200 de seguro total.

Eu costumo ir em média 5 vezes por mês a uma cidade que fica a 100 km da minha casa. Assim, rodo em média 1600 km por mês, sendo aproximadamente 1000 km em estrada e o restante na cidade. Essa é uma média histórica, que meço há muitos anos.

Como eu rodo muito, o principal custo do carro é o combustível. Medir o consumo é fácil. Basta, primeiro, encher o tanque e zerar o odômetro. Depois, quando for a hora de abastecer novamente, encher novamente o tanque, anotar quantos litros couberam e quantos quilômetros foram rodados no período. Finalmente, dividir o número de quilômetros rodados pelo de litros consumidos e aí está o rendimento do carro. Para quem tem carro flex, é bom calcular o rendimento para cada combustível – já falamos sobre isso aqui no blog. Meu carro costuma rodar 11 km por litro de gasolina, e 8 km por litro de etanol.

A estrada que costumo pegar passa ao lado de mineradoras, cujos caminhões soltam pó de minério pelo caminho, o que é um veneno para a correia dentada do veículo. Assim, em vez de trocar a correia a cada 40 mil km, como sugere o fabricante, troco com menos de 25 mil – já perdi correia com 28 mil km, as válvulas do motor empenaram, gastei uma fortuna. Na última vez em que troquei, paguei R$600 – é necessário trocar outros componentes, além da correia.

Troco o óleo a cada 5.000 km. A média histórica, levando em conta também os filtros de óleo e de ar, é de R$ 120 por troca. Troquei pneus apenas uma vez, e decidi manter a marca original. A troca completa, com alinhamento e balanceamento, ficou em R$ 1.400.

Então, é hora de lançar todas essas informações em uma planilha e calcular os custos.

Custos de uso e manutenção de um VolksWagen Fox 2011, que anda 1600 km por mês, percorrendo 11 km com 1 litro de gasolina

Item

Custo

Periodicidade

Custo anual

Custo mensal

IPVA

1.200,00

Anual

1.200,00

100,00

Seguro

1.200,00

Anual

1.200,00

100,00

Gasolina (1)

480,00

Mensal

5.760,00

480,00

Troca da correia

600,00

15 meses

480,00

40,00

Troca de óleo

120,00

3,125 meses

460,80

38,40

Troca dos pneus

1.400,00

25 meses

672,00

56,00

9.772,80

814,40

(1) 1600 km por mês, percorrendo 11 km por litro de gasolina = 145,45 litros. Preço médio por litro na minha vizinhança: R$ 3,30. Então, 145,45 x R$3,30 = R$ 480 por mês.

Concluindo, gasto mais de R$ 800 por mês. É muito dinheiro, sem dúvida, mas, pesando minhas escolhas e obrigações e avaliando as alternativas, é um gasto que prefiro assumir.

E então? Que tal calcular os seus gastos com carro? É só adaptar os cálculos à sua realidade. Se quiser ajude, entre em contato conosco!

Autor

Ewerton Veloso
Ewerton Veloso é bacharel e mestre em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais. Trabalha há mais de 10 anos na área de monitoramento do Sistema Financeiro Nacional e é professor de Administração. Neste espaço, pretende convidar o leitor à organização das suas finanças e à reflexão quanto ao seu comportamento como consumidor e investidor.

4 comments

  • Muito bom estes dados. Atualmente, estou pensando em alugar um carro ao invez de comprá-lo.
    Partindo do principio que posso pagar o carro a vista e usando um fox 2013/14 como referência, como saber se comprar o carro realmente vale a pena comparando com o aluguel que custa $1500 por mês, sem nenhuma outra despesa, tirando gasolina e seguro (que pagarei apenas se o utilizar).

    Responder
    • Ewerton Veloso

      Prezado Luiz, obrigado pela sua mensagem!

      Para saber a resposta é preciso fazer os cálculos, como eu fiz no post que você visitou, levando em conta todos os custos.

      Mas vamos fazer um outro raciocínio. Pela tabela Fipe, um Fox 1.6 ano 2014 custa em torno de R$ 37 mil, isto é, o equivalente a 2 anos de aluguel. Já um Fox ano 2 anos mais antigo, ano 2012, custa cerca de R$ 30 mil. Suponhamos, então, que você desembolse os R$ 36 mil hoje, para comprar um Fox, e consiga vendê-lo por, digamos, R$ 27 mil daqui a 2 anos (vamos desconsiderar a inflação). Teria gastado, portanto, R$ 9 mil em 2 anos, menos de R$ 400 por mês para “alugá-lo de você mesmo”.

      Digamos que se deixar os R$ 36 mil bem aplicados, conseguirá cerca de R$ 350 líquidos por mês. E pagará R$ 1500 de aluguel, um desembolso líquido de R$ 1150 por mês. Fora a gasolina, como você bem disse.

      Não fiz as contas, mas acho que a manutenção de um carro próprio não custará tudo isso por mês – a menos que o carro apresente problemas mecânicos acima do razoável. Mas, como eu disse, a resposta exata depende de fazer os cálculos.

      Abraço!

      Responder
  • Boa tarde, ontem tomei a decisão de ver quanto eu já gastei com meu carro, ele é usado ano de 2000, minha mãe quis comprar ele no impulso achando que seria ótimo pelo preço, mas eu já troquei tantas peças que hoje estou repensando se valeu mesmo a pena o preço que paguei nele x o que já paguei para concertar. Pois bem, os dados do carro são, Ford Ká 2.000 motor indura (quando fui comprar meu mecânico me disse que era o rocam, só que não rsss.. ), paguei R$ 6.990,00 a vista, até hoje já gastei R$ 4.054,64, mas são coisas como 5 pneus novos, escapamento, peças como disco e pastilha de freios, bandejas, limpeza higiênica, bateria, kit de distribuição, a minha conclusão foi que compensa pelo menos eu ficar mais 1 ano e meio com esse carro, porém, nesse custo também entrou as duas trocas de óleo, como não entendo de carro é meu primeiro gostaria de uma ajuda para ver se compensou os R$ 6.990,00 que paguei ou se compensaria ter gasto por exemplo R$ 12.000,00 em outro modelo mais novo , detalhe ainda tenho que trocar os faróis, o antigo dono usou o carro até a última gota rs…
    Desde já agradeço!

    Responder
    • Ewerton Veloso

      Thaís, bom dia, boa semana!

      Obrigado pela sua mensagem.

      Olha, eu também não entendo de carro. O que posso dizer é que, teoricamente, um modelo mais novo costuma dar menos despesa de manutenção. Minha impressão é a de que você precisou investir mais que o esperado no conserto desse carro, já que o antigo dono realmente o usou “até a última gota”. Mas, enfim, paciência, também não é nada desesperador.

      Os itens que você trocou (pneus, freios, bateria) realmente costumam durar mais de 1 ano, me parece coerente você ficar mais um tempo com o carro. Mas recomendo que você verifique o estado do motor e da suspensão, cuja manutenção preventiva é muito mais barata que a curativa.

      Recomendo que você tente poupar um pouco a cada mês, nesse tempo, para, na próxima vez, conseguir trocar por um carro o mais novo possível – não necessariamente um zero quilômetro. Aproveite os juros altos a seu favor. Isto é, tente poupar o máximo possível e fuja do financiamento. Converse com um mecânico da sua confiança sobre marcas e modelos mais resistentes e de manutenção mais barata. E, se possível, leve o carro a esse mecânico, para que ele identifique itens caros que requerem troca imediata – embreagem, freios, suspensão – ou defeitos estruturais mais evidentes. Não se esqueça também de levar em conta o preço do seguro, isso pode fazer muita diferença.

      Abraço!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *