Comer bem não precisa ser caro

Comer bem não precisa ser caro

O que é comer bem para você? Qual é o seu conceito de alimentação saudável? Pratos coloridos, comer de tudo? Os padrões alimentares sofreram modificações ao longo das gerações. As influências destes novos padrões têm afetado o estilo de vida de pessoas no mundo inteiro. Será que o padrão de alimentação saudável dos seus avós pode ser considerado o mesmo do seu de hoje em dia?

Atualmente, o excesso de apelos midiáticos vem influenciando – e muito – na alimentação. Tem sempre a nova dieta do verão, um velho ingrediente que de repente é alçado ao posto de vilão da vida saudável e outro que é eleito como o milagreiro da estação. Por entrarem na “moda”, produtos que antes eram bem mais em conta crescem em preço. Os “produtos saudáveis” industrializados, então, são inflacionados cada vez que uma celebridade ou revista de boa forma os elege como o hit do momento.

Mas alimentar-se bem não significa necessariamente gastar muito. A oferta de produtos voltados para este tipo de estilo de vida é enorme, mas hoje em dia temos alternativas simples, práticas e principalmente naturais que auxiliam na formação do bom hábito da alimentação saudável. Se todos nós queremos viver bem e ter qualidade de vida, está na hora de mudar os hábitos de forma simples e econômica.

Suco de melancia com gengibre? Suco de couve com laranja? Sanduíche com cenoura raladinha? Sim! Alimentos que sempre existiram, que não são novidade e que, incorporados ao cardápio, podem favorecer muito o objetivo de uma vida mais saudável. Nestes tempos apressados, conhecer os requisitos para um café da manhã equilibrado se torna um facilitador e uma oportunidade de economia. Em vez de comer na rua e comprar produtos caros e produzidos artificialmente, escolha receitas que possa fazer em casa e vá à feira para abastecer a geladeira. Uma opção prática e econômica para o café da manhã é o shake caseiro: composto de leite, banana, uma colher de aveia, uma pitada de canela e um pouco de mel batidos no liquidificador e acompanhado de pão integral. Fonte de energia ideal para começar o dia!

A Educação Nutricional é um processo de aprendizagem e dentro desta perspectiva, é importante ter consciência sobre o valor de buscar o conhecimento em fontes corretas, ou seja, pesquisar, investir em um curso, um profissional da área de saúde que o oriente e auxilie na construção de um cardápio de acordo com o seu dia-a-dia, a sua realidade e a sua possibilidade financeira. Seguir as dietas de blogueiras, comprar os alimentos mais caros, shakes industrializados e ficar escravo do alimento do momento não irá garantir que você alcance seu objetivo e pode ser desestimulante por sair oneroso demais. Recentemente descobrimos que até as cascas das frutas e legumes são grandes fontes de nutrientes e podem ser ingredientes de receitas deliciosas… Que dirá se pesquisarmos um pouco mais!

Listamos para você alguns locais voltados para atender a esse consumidor que foge de conservantes, corantes e agrotóxicos aqui em Belo Horizonte! Não perca tempo, veja algumas dicas abaixo:

LOJAS
João Caipira: rua Gal Dionísio Cerqueira, 445, Gutierrez,  (31) 3291-5529
Terra Mater Produtos Orgânicos: rua Grão Mogol, 554, Carmo-Sion, (31) 3287-7005
Fito Artes Ltda.: av. Contorno, 6.975, Santo Antonio, (31) 3296-1934
Orgânicos & Cia.:  av. Augusto de Lima, 744, loja 154 do Mercado Central, (31) 3213-7646
Verde Vida: rua Dr. Gordiano, 106, Prado, (31) 3334-6499
Néctar Farmacêutica Ltda: rua Pernambuco, 1.000, loja 44, Savassi, (31) 3261-4028

FEIRAS
Feira da Praça ABC: toda terça-feira, das 14h às 18:15 | rua Claúdio Manuel, esquina com Getúlio Vargas e Afonso Pena (ao lado da padaria Bonomi)
Feira da Praça JK: toda Sexta-feira, das 6h30 às 12 | final da av. Bandeirantes
Feira da Pampulha: todo sábado, das 8h às 12h | praça Alberto Dalva Simão, final da av. Santa Rosa, na orla da Lagoa da Pampulha
Feira Terra Viva: todo sábado, das 9h às 13h | rua Souza Bastos, 175, Floresta

DELIVERY
Circulo Sim: acesse o site
DaHorta Orgânicos: acesse o site
O2 orgânicos:  acesse o site

* CURIOSIDADE: Alimento orgânico é aquele isento de qualquer tipo de contaminante que ponha em risco a saúde ambiental ou humana, seja dos produtores ou dos consumidores. Por ser produzido livre de insumos artificiais como os adubos químicos, os agrotóxicos, as drogas veterinárias, aditivos químicos sintéticos (corantes, aromatizantes e emulsificantes), hormônios, antibióticos e de organismos geneticamente modificados, é considerado mais saudável. Leia mais aqui.

Autor

Lívia Senna
Lívia Senna é mestre em Gestão e Administração Educacional pela Universidade de Coimbra, em Portugal, e pedagoga graduada pela UFMG. Atua na área de Educação Básica e Ensino Fundamental há 12 anos. Educadora também na área de graduação, concentra seus estudos e pesquisas na área de Educação Financeira para Educação Infantil e Formação de Professores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *