O ranking dos bancos com mais reclamações

O ranking dos bancos com mais reclamações

Nas redes sociais, são comuns os desabafos contra serviços e instituições. Aquela compra pela internet que não chegou no prazo certo (ou às vezes nem chegou mesmo), aquela companhia de telefonia que derruba toda hora o seu sinal, o fabricante que não cumpre as regras de manutenção, aquela empresa de TV por assinatura que é impossível cancelar sem passar umas boas horas em ligações telefônicas, passando na mão de incontáveis atendentes… Tem sempre algum amigo passando um aperto desse tipo. E não é #mimimi, não. Diante de um serviço ruim, botar a boca no trombone via redes sociais tem funcionado, em alguns casos, para facilitar que o consumidor cobre seus direitos. E, de alguma maneira, pode até servir para que outras pessoas não embarquem na “canoa furada” que aquele amigo que está reclamando um dia embarcou, na melhor das intenções.

Os bancos não fogem à regra. Quantas vezes você não leu um amigo seu reclamando da instituição financeira em que tem conta? Já parou para contabilizar quais bancos são os mais citados negativamente no seu círculo de relações? E já chegou, você próprio, a reclamar do seu banco?

A boa notícia (ou pelo menos aparentemente) é que o número de reclamações contra as instituições financeiras junto ao Banco Central caiu cerca de 12% no primeiro semestre de 2014, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo matéria publicada pelo Valor Econômico. “O número de reclamações contra instituições financeiras registradas no serviço de atendimento ao cidadão do Banco Central, que vinha em tendência crescente nos últimos anos, teve um pequeno recuo no primeiro semestre de 2014, de cerca de 12% em relação ao mesmo período do ano passado, para 113.740. Em 2013, o aumento foi de 36% – mesmo ritmo do ano anterior -, para um total de 299.476”, explica a reportagem assinada por Luciana Seabra. (Para ler a versão completa, clique AQUI – é necessário um pequeno cadastro gratuito para não assinantes do jornal.)

Bom, mas por que a notícia é aparentemente boa? Para responder a pergunta, uma outra pergunta: será que realmente os bancos melhoraram o serviço ou os clientes que se cansaram de reclamar? O Banco Central está otimista, ainda segundo a matéria do Valor Econômico. “O Banco Central considerou, em nota, que a inclusão de parcela significativa da população no universo de usuários de produtos e serviços financeiros, o maior acesso a crédito e a serviços bancários mais complexos ofertados pelas instituições financeiras, além da maior conscientização dos clientes e usuários de serviços financeiros em relação a seus direitos, estão entre os fatores que ajudam a explicar o aumento do número de reclamações apresentadas nos últimos anos. Em dez anos, de acordo com o BC, o número de brasileiros com acesso a conta bancária cresceu em mais de 40 milhões.”

Uma coisa que o Valor Econômico não traz, mas o Gerente dos Sonhos | Educando Seu Bolso pesquisou para você, leitor, é quais são os bancos que tem mais reclamações de clientes junto ao Banco Central. Confira na tabela abaixo:

tabela de bancos com mais reclamações segundo banco central

CLIQUE NA IMAGEM PARA VER EM TAMANHO MAIOR

 

Os dados mostram ranking mais recente, referente ao mês de junho. O mesmo ranking faz ainda a lista das principais reclamações. Em primeiro lugar, estão os débitos não autorizados em conta. Em segundo lugar, a restrição à portabilidade. Em terceiro, a cobrança irregular de serviços não contratados. Você pode ver a lista completa AQUI.

Os três primeiros colocados entre os motivos de reclamação chamam atenção. Principalmente o segundo, a restrição à portabilidade. A portabilidade, como já mencionamos tanto aqui no blog quanto no programa Educando Seu Bolso, é um recurso que permite ao cliente levar suas dívidas de um banco a outro que lhe dê melhores condições de pagamento. Pouca gente ainda sabe que existe essa possibilidade, mas já não é significativo que os bancos dificultem o acesso a esse recurso? Ainda vamos voltar a falar mais sobre a portabilidade bancária aqui no blog, já pensando em como você pode fazer para garantir seu direito em caso de recusa da sua instituição financeira. Fique ligado nos nossos próximos posts!

Autor

Frederico Torres
Profissional do mercado financeiro há 20 anos e interessado em como fazer o $$$ parte de nossa vida de forma mais saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *