Como Ir ao Shopping e Não Gastar?

Como Ir ao Shopping e Não Gastar?

É isso mesmo, produção? É possível ir ao shopping e não gastar nada (além do estacionamento)? Sim, é possível!!!

Para algumas pessoas isto pode ser inacreditável. A tentação é muito grande, e os shopping são estruturados e preparados para isto mesmo: serem irresistíveis e recolher o seu suado dinheirinho.

A compra por impulso é um dos maiores inimigos da educação financeira, se não o maior. A compra por impulso cria dívidas desnecessárias, consome a reserva de emergência, destrói as aplicações feitas para atingir algum objetivo (a compra de um carro, de uma casa, a aposentadoria, enfim, o seu sonho). Comprar por impulso gera uma reação no organismo muito parecido com a utilização de alguma droga: no momento inicial gera euforia, prazer, mas quando a pessoa “cai na real”, o arrependimento e até a depressão podem vir a tona.

Infelizmente não se pode ter tudo. Dinheiro é um recurso finito, quer acredite ou não. Você precisa, não apenas em relação a dinheiro, mas em tudo na vida, de fazer escolhas. Sempre temos opções, algumas evidentemente melhores do que outras. Me dê um exemplo de algo que você não vê alternativa e eu vou te mostra um leque de opções. Pode ser que nenhuma seja tão boa quanto a sua, mas sempre temos alternativas. Claro: você arcará com as consequências da sua decisão, qualquer que seja ela.

Lembre-se: você não é obrigado a nada, muito menos a comprar alguma coisa. Adiar uma compra de algo desnecessário ou, digamos, inadequado pode representar um grande benefício futuramente. Faça você mesmo e comprove. Pelo menos pense nisso.

Bom, eu prometi dizer como ir ao shopping e não gastar? Sim. E é mais simples do que você pensa: basta deixar o cartão de crédito (e o talão de cheques, o cartão de débito, o dinheiro, enfim, o seu poder de compra) em casa! Você verá que é possível correr todas as vitrines e não por a mão no bolso. Ou na bolsa… No início pode ser doloroso, pode ser desconfortável, pode ser. Mas seu bolso e seus sonhos agradecem. E quando você se acostumar com essa ideia já será tarde demais: você já terá recursos suficientes para realizar seus verdadeiros sonhos e talvez perceba que aquela coisa que antes era irresistível agora se tornou uma bobagem, pois conseguirá perceber que pode conquistar muito mais.

Até a próxima.

(Também publicado em http://dinheirama.com/blog/2014/06/03/como-ir-ao-shopping-e-nao-gastar/)

Autor

Daniel Meinberg
Autor do livro “O Melhor Investimento pra Você – Princípios de Educação Financeira”, editora AR, 2015, que trata de forma clara para o leigo sobre diversos produtos focados em investimentos. Ministrou palestras sobre educação financeira.

2 comments

  • Legal o seu artigo Daniel. O consumo compulsivo procura diminuir nossa angústia, a que vivemos nos dias atuais e muitos buscam acabar com essa angústia no ato da compra quando se vai por exemplo ao shopping. É como uma droga para alguns e precisa-se de muito cuidado com isso.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *