Como a Taxa Selic impacta seus investimentos?

Como a Taxa Selic impacta seus investimentos?

Como a Taxa Selic impacta seus investimentos? Entenda como a alta da Selic pode ser interessante para você ganhar dinheiro.

Temos acompanhado nos noticiários que a Selic subiu, que o Copom sinaliza novas altas, que analistas acreditam em Selic a 10% ao fim deste ano e 10,25% ao fim de 2014 e por ai vai. Certo, mas em que isso impacta seus investimentos e sua vida?

Se a intenção é investir em renda fixa, ao se deparar com a pergunta acima a resposta natural seria: investir em alguma aplicação indexada à Selic e fugir dos pré-fixados. Apesar da resposta óbvia, nem sempre a razão é clara para todos. Vou tentar explicar porque a resposta é simples tentando, também, ser simples.

Por que fugir dos pré-fixados?

Porque o ganho já está, como o próprio nome diz, fixo. Como a Selic está subindo, os investimentos atrelados a ela tendem a ter rendimentos maiores para o mesmo valor investido enquanto os pré-fixados manterão o mesmo rendimento. Vale lembrar que o CDI tende a acompanhar par e passo a Selic, inclusive com valores muito próximos.

Como exemplos de investimentos pré-fixados (os que não são tão indicados neste momento), temos os Fundos de Investimento Imobiliário (FII), os aluguéis, os CDB pré-fixados e os títulos públicos das séries LTN e NTN-F.

Opções atreladas à Selic

Como exemplos de investimentos atrelados à Selic temos os CRI, as LCA, as LCI, os CDB indexados à SELIC ou ao CDI, os fundos de renda fixa ou multimercado indexados à Selic ou CDI e os títulos públicos da série LFT.

Vale lembrar que a Selic subindo torna mais atrativo o investimento em títulos públicos (Tesouro Direto), seja para o capital nacional seja para o estrangeiro, e o fluxo de moedas estrangeiras tende a ser entrante; e com isso – lei da oferta e da procura – a cotação do Dólar, do Euro, da Libra e de outras moedas tende a cair frente ao Real.

Mas isso é só tendência. Outros fatores influenciam diretamente, como o rating do país – que pode se manter estável, cair (piora da percepção da economia do país) ou subir (melhora da percepção da economia do Brasil).

Ficou mais fácil compreender como a mudança na Selic impacta seus investimentos? Caso eu não tenha sido claro, por favor comente o que não entendeu para que eu possa responder. Um abraço e até a próxima.

(Publicado também em http://dinheirama.com/blog/2013/10/28/como-a-taxa-selic-impacta-seus-investimentos/)

Autor

Daniel Meinberg
Autor do livro “O Melhor Investimento pra Você – Princípios de Educação Financeira”, editora AR, 2015, que trata de forma clara para o leigo sobre diversos produtos focados em investimentos. Ministrou palestras sobre educação financeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *